Dicas da Cidade do México: Quando ir, o que fazer, onde ficar…

Muitas vezes ofuscada pela beleza do Caribe Mexicano, a Cidade do México, uma das maiores metrópoles do mundo, guarda segredos que fazem uma viagem só pra lá já valer muito a pena.

A megalópole respira até hoje a história e a cultura dos povos pré-hispânicos, tem uma vida noturna agitada, opções gastronômicas de dar água na boca, feirinhas e mercados, parques de encher os olhos e atrações excelentes também em seus arredores, como as incríveis Pirâmides de Teotihuacan. Some a isso preços baixos e uma das maiores malhas de metrô das Américas, o que facilita a vida dos turistas. Seja bem-vindo(a)!

 

DICAS DA CIDADE DO MÉXICO

 

QUANDO IR

Cidade do México

O clima é praticamente constante e ameno o ano todo. De maio a outubro, no verão, faz mais calor e as chuvas são abundantes, porém em períodos isolados do dia. Já de novembro a abril, o outono-inverno tem clima mais friozinho, podendo ter temperaturas perto de zero pela manhã. Nessa época o tempo seco prejudica os índices de poluição.

ONDE FICAR

Cidade do México

Os melhores bairros estão na região chamada de Zona Rosa, próxima ao Paseo La Reforma, o epicentro do agito com acesso ao metrô. Entre eles La Condesa, La Roma e arredores do Parque Chapultepec. No Centro Histórico há boas opções, mas a noite fica comprometida. Polanco é o bairro da moda, mas é mais residencial e afastado do metrô.

DINHEIRO

Cidade do México

A moeda é o Peso Mexicano e o melhor é levar dólares americanos. Casas de câmbio podem ser encontradas na Zona Rosa e em alguns lugares do Centro Histórico. Já o real, embora possa ser trocado, tem cotação ruim. Se preferir sacar, caixas eletrônicos são abundantes. Os preços são baixos. Para se ter uma ideia, o metrô custa 5 pesos (US$0.35).

 

Cidade do México

+ Como ir do aeroporto da Cidade do México ao centro

+ Dica de hotel: Room Mate Valentina 

+ Pirâmides de Teotihuacan: Tour pelas ruínas

+ Tour pelo Centro Histórico da Cidade do México

+ Luta Livre: Uma atração super divertida

+ Mirador Torre Latino: A Cidade do México vista de cima

+ Taxback: Como economizar em suas compras

+ Visita à Basília de Nossa Senhora de Guadalupe

+ Conhecendo o Paseo La Reforma e o Bosque Chapultepec

+ San Ángel: Um desconhecido e charmoso bairro

+ 6 coisas para você se sentir num episódio de Chaves no México

 

Booking.com

Rafael Carvalho

Mineiro fã de frango com quiabo e de uma boa cerveja, mora atualmente em São Paulo. É formado em Rádio e TV , pós-graduado em Jornalismo em Comunicação Hipermídia e trabalha há mais de 10 anos com Conteúdo Digital. Apaixonado por viagens, fundou o Esse Mundo É Nosso e roda o Brasil e o mundo o ano todo sempre em busca de dicas para serem compartilhadas.

Leave your comment

  1. Benrique disse:

    Depois de ver muitos relatos positivos e bons preços das passagens aéreas, decidimos ir a Cidade do México. Ainda tivemos a ousadia de fazer um “puxadinho” – vôo interno para Cancun, com cia mexicana. A experiência é sensacional e cabe com folga no orçamento.
    Contei num breve relato no meu blog.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *