Micos de viagem: Saiba como evitar cometer gafes

Existem alguns micos de viagem que são quase impossíveis de não pagar, mas muito outros são totalmente evitáveis. Conhecer um local com uma cultura diferente da nossa não é fácil. Comida, religião, política. Tudo pode ser diferente. Mesmo assim, seguindo algumas dicas, a viagem pode ser muito mais tranquila e sem gafes.

A convite do programa Todo Seu, da TV Gazeta, conversamos com o Ronnie Von sobre o assunto e listamos aqui algumas dicas preciosas que passamos pra ele. Confira:

MICOS DE VIAGEM

CUIDADO NA HORA DE CUMPRIMENTAR

Uma das marcas do brasileiro é cumprimentar sempre com abraços calorosos e beijinhos, mas não é em todo lugar do mundo que as pessoas estão acostumadas com tanto calor humano. Portanto, a dica é evitar chegar logo abraçando. Preste atenção na maneira como os outros estão se cumprimentando e estique apenas o braço. Desta forma, o anfitrião irá mostrar se você deve se contentar apenas com um aperto de mão ou não.

Micos de viagem (Foto: Shutterstock)

Foto via Shutterstock

No próprio Brasil temos diferenças na hora do cumprimento. Em São Paulo, por exemplo, damos um beijo na bochecha. Já no Rio, são dois beijo e em Minas Gerais, três.

PRESTE ATENÇÃO NO HORÁRIO

Embora estejamos acostumados a sempre ter aqueles minutinhos de tolerância, em outros países, como Alemanha, Suíça e Inglaterra, horário marcado é para ser levado a sério. Sem não quiser pagar aqueles micos de viagem, nada de chegar meia horinha atrasado numa festa de aniversário nem de chegar muito antes do horário previsto.

ROUPA PODE SER UM PROBLEMA

Antes de viajar para qualquer país, sempre é recomendável dar uma pesquisada sobre a cultura do local principalmente nos aspectos religiosos e políticos. Lugares mais turísticos estão preparados para receber e emprestam até panos para homens e mulheres se cobrirem antes de entrar em templos, como no caso de Bali, na Indonésia. Mas, na dúvida, é sempre bom pesquisar para não cometer micos de viagem.

Em Barbados, há uma lei que proíbe o uso de roupas camufladas. Portanto, se esta ilha do Caribe está na sua lista de próximos destinos, elimine o estilo militar da mala.

Micos de viagem (Foto: Shutterstock)

Foto via Shutterstock

PAÍSES BUDISTAS

Uma dica importante: Em países budistas nunca passe a mão na cabeça de um adulto ou de uma criança. Para eles, a cabeça é o topo do corpo e onde está a alma de cada um. Por isso, é um lugar sagrado.

GESTOS

Quanto aos gestos, muita coisa fica no disse me disse e é apenas boato, mas, na dúvida, é bom evitar. No Irã, por exemplo, o sinal de positivo significa um gesto obsceno. Já nas Filipinas é bom pegar leve na hora de apertar a mão de alguém. Segurar muito forte pode ser sinal de agressividade.

Micos de viagem (Foto: Shutterstock)

Foto via Shutterstock

ATENÇÃO NA HORA DE COMER

Comer é sempre um dos melhores momentos em uma viagem, mas nem sempre o que é servido em determinado país vai agradar o seu paladar. Se estiver em algum lugar que sirva insetos, evite fazer cara feia. Se não quer provar, não prove, mas respeite a cultura do local.

Muitos lugares, como Dubai, Hong Kong e Singapura, proíbem bebidas e comidas em transportes públicos. Não esqueça de ler as placas antes de abrir um pacote de salgadinho no metrô e evite ter de pagar uma bela multa.

Em Singapura, por exemplo, mascar chiclete é proibido há muito anos. Aliás, quem entrar no país ou for flagrado lá dentro com grande quantidade de goma de mascar terá que pagar uma multa bem salgada.

Micos de viagem (Foto: Shutterstock)

Foto via Shutterstock

Já na Tailândia, raspar o prato quando for convidado para comer na casa de alguém pode não ser um bom sinal. Enquanto aqui no Brasil isso significa que gostamos muito da comida, no país asiático, o anfitrião pode achar que a quantidade feita não foi suficiente.

CUIDADO COM O DINHEIRO

Sempre é bom pesquisar sobre o país que você vai viajar para evitar micos de viagem. Na Tailândia, por exemplo, é crime rabiscar, amassar e rasgar notas de dinheiro, já que o rosto do rei está estampado em cada uma delas. Quem fizer isso estará cometendo um crime.

BEBIDAS ALCOÓLICAS NA RUA

Antes de sair por aí bebendo cerveja na rua, procure saber se isso é permitido. Diversos países do mundo, como México e Peru, por exemplo, proíbem uso de bebidas alcoólicas nas ruas.

APRENDA A FALAR PALAVRAS NO IDIOMA LOCAL

Para se dar bem em um país novo, sempre é bom agradar o dono da casa. Não custa nada aprender algumas palavrinhas básicas do idioma local, como “Olá”, “Por favor” e “Obrigado”. Desta forma, o turista mostra que está interessado na cultura do país e ainda poderá ensinar a falar palavras em português. Ótimo para quem vai pedir informações e até mesmo fazer compras.

+ Estrangeiros tentam decifrar gestos brasileiros em vídeo
+ Lista: 10 coisas que fazemos e que podem pegar mal fora do Brasil

Booking.com

Adolfo Nomelini

Jornalista formado pela PUC-SP e pós graduado em Comunicação em Mídias Digitais, é apaixonado por música, coxinha, televisão, seus óculos e internet. Trabalha há 8 anos com conteúdo online e passa boa parte do tempo "jogando o corpo no mundo, andando por todos os cantos e, pela lei natural dos encontros, deixando e recebendo um tanto".

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *