Onde ficar em Curaçao: Como escolher o seu hotel

Curaçao não é daqueles destinos no Caribe em que o melhor programa é ficar hospedado em um resort sem ter mais nada no que pensar. As melhores praias são distantes, fora dos hotéis. Ou seja, você irá se locomover muito de praia em praia e o local da hospedagem será praticamente apenas para passar a noite. Não é à toa que você não encontrará aqueles enormes complexos hoteleiros de Aruba, por exemplo, por aqui.

Mesmo aqueles hotéis que possuem praias próprias não serão suficientes pra sua “sede de Caribe”. Na ilha, a gande atração é ziguezaguear de carro (imprescindível) o dia todo em busca do mar mais azul. Mas afinal, onde ficar em Curaçao? Nós sugerimos montar base na capital Willemstad, onde há mais estrutura e você poderá aproveitar os bares, restaurantes, lojas e cassinos. Mas é possível dormir mais perto das melhores praias, embora isolado, como mostraremos neste post.

 

ONDE FICAR EM CURAÇAO

WILLEMSTAD

Willemstad, Curaçao (Foto: Esse Mundo É Nosso)

A capital mais colorida do Caribe é puro charme e também faz parte das atrações de Curaçao. Nos hospedamos – e adoramos – no Saint Tropez Apartments & Suites, a poucos minutos a pé do centro de Willemstad. Todos os detalhes desse hotel estão no final deste post.

O hotel mais famoso da cidade é o Renaissance Curaçao Resort, um grande complexo bem no centrinho (Otrobanda) com cassino, spa, shopping e uma praia artificial. Instalado em um prédio histórico, fica o charmoso Sonesta Kua Hulanda. Perto dali, mas com preços mais camaradas, estão o Otrobanda Hotel e Wave.

Renaissance Curaçao Resort (Foto: Divulgação)[Renaissance Curaçao Resort]

Do outro lado da ponte, perto das lojinhas e bares de Punda, fica o Plaza Hotel, com cassino e vista pro mar. Só não espere muito luxo.

Mas os hotéis mai charmosos e descolados ficam em Pietermaai, colado em Punda e muitos com acesso a pé ao centrinho. Foi lá que nos hospedamos. Além do Saint Tropez Apartments & Suites, são muito bem cotados o Pietermaai Apartments, Scuba Lodge & Suites e BijBlaw, todos com vista pro mar. Já um pouco mais longe do centro, no caminho para Seaquarium Beach, fica o Avila, uma boa opção de hotel com praia, pena é estar meio distante.

 

SEAQUARIUM BEACH

A cerca de 6Km, a Seaquarium Beach, praia artificial cheia de beach clubs, lojas e restaurantes, além do famoso aquário que dá nome à praia, tem um complexo hoteleiro. Ali os mais bem avaliados são The Royal Sea Aquarium Resort, Dolphin Suites e Lions Dive. Quem quiser mais luxo, pode gastar mais no Dolphins Corner, Ocean Sky Apartments, The Beach House ou no all-inclusive Sunscape Curaçao.

The Beach House (Foto: Divulgação)[The Beach House]

 

JAN THIEL

Na descolada e linda praia de Jan Thiel, um dos lugares mais exclusivos e caros da ilha, ficam o Papagayo Beach Resort e o mais econômico Papagayo Beach Hotel.

Papagayo Beach Hotel (Foto: Divulgação)[The Beach Club Hotel]

 

PISCADERA

Já mais ao noroeste de Willemstad, a cerca de 10 minutos da cidade, estão os hotéis de rede e com estrutura de praia Hilton, Marriott Beach Resort & Casino e Clarion.

Curacao Marriott Beach Resort & Emerald Casino (Foto: Divulgação)[Curacao Marriott Beach Resort & Emerald Casino]

 

FORA DA ÁREA URBANA

A praia mais famosa (e linda) e Curaçao é Kenepa Grandi, também chamada de Playa Abao. Como é bem distante do centro, a 42Km, são poucas as opções por ali. O Sonesta Kura Hulanda Village & Spa é uma boa opção. Se este hotel fica no extremo norte da ilha, do lado oposto, no finalzinho sul, está o grandioso Santa Barbara Beach & Golf Resort, que até tem preços bacanas pela estrutura, mas fica bem isolado.

+ Consulte outros hotéis e reserve em Curaçao com descontos

 

SAINT TROPEZ APARTMENTS & SUITES

Como falamos acima, nos hospedamos no charmoso Saint Tropez, um apart hotel de frente pro mar (não dá pra nadar no local) a poucos minutos do centro de Willemstad. Os apartamentos, alguns com vista pro mar, são bem amplos e com decoração de muitíssimo bom gosto. Alguns deles tem vista pro mar e garantem um pôr-do-sol incrível da sacada do apartamento.

Saint Tropez Apartments & Suites (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Saint Tropez Apartments & Suites (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Saint Tropez Apartments & Suites (Foto: Esse Mundo É Nosso)

A área da piscina de borda infinita é um dos pontos mais altos.

Saint Tropez Apartments & Suites (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Também na área de lazer funciona o Ocean Club, um refinado restaurante que é disputado por hóspedes e não hóspedes no happy hour. Mas vale falar que os preços são bem altos. Para evitar o barulho nos fins de semana, escolha um quarto mais alto.

Saint Tropez Apartments & Suites (Foto: Esse Mundo É Nosso)

O Saint Tropez, assim como muitos hotéis em Curaçao, não tem café da manhã incluso na diária. O único problema que vimos é que, por ser mais um apart hotel, a recepção só funciona das 9h às 17h. Ou seja, o próprio hóspede fica com as chaves. Como nosso voo de volta era cedo, não havia ninguém para devolver as chaves e acabamos deixando no restaurante. Por conta disso, o valor de garantia cobrado no nosso cartão de crédito não foi devolvido. Pedimos o entorno para a administradora do cartão e correu tudo bem.

Tirando esse contratempo, foi uma escolha excelente. Há bons restaurantes e bares animados na região.

+ Consulte as diárias no Saint Tropez e reserve com desconto

 

Veja também:

+ Kenepa Grandi, o mar mais azul de Curaçao
+ Onde comer em Curaçao: Dicas de bares e restaurantes
+ Willemstad: A capital mais colorida do Caribe
+ Compras em Curaçao: O que vale a pena comprar
+ 10 dicas para curtir Curaçao por conta própria

 

Booking.com

Rafael Carvalho

Mineiro fã de frango com quiabo e de uma boa cerveja, mora atualmente em São Paulo. É formado em Rádio e TV , pós-graduado em Jornalismo em Comunicação Hipermídia e trabalha há mais de 10 anos com Conteúdo Digital. Apaixonado por viagens, fundou o Esse Mundo É Nosso e roda o Brasil e o mundo o ano todo sempre em busca de dicas para serem compartilhadas.

13 Comments

  1. Olá, Rafael, ainda aguardo resposta sobre o que postei ontem, 12 de junho 2017.
    Mais uma pergunta: meu hotel não oferece o traslado. Vi no Google que un transfer particular custa muito caro, cerca de 43 Euros para só 20 min de traslado. Tem uma maneira mais fácil e mais barata de chegar até o hotel? O meu é o San Marco Hotel $ Casino, fica em Punda, Willemstad. Tem ônibus ou tuc-tuc?
    Obrigado.

    • Oi Humberto, tudo bem?
      Desculpe a demora, estávamos com pouco acesso à internet nessa última semana.

      Vamos às dúvidas:

      1) Pelo que vi, o hotel é bem localizado sim, no centro da cidade. Mas para ir às praias é recomendável que você alugue um carro, pois as mais bonitas não ficam na capital.

      2) Infelizmente carro é praticamente indispensável mesmo em Curaçao. Se você depender de táxi irá gastar muito mais que alugando um carro. E mesmo se usar os ônibus turísticos ou de agências, vai ficar preso aos roteiros deles. Não terá a liberdade pra ficar quanto tempo quiser numa determinada praia ou região.

      Dê uma pesquisada no site do Rent Cars que é um buscador de aluguel de carros e te entrega os valores em diversas locadoras http://www.rentcars.com/pt-br/?requestorid=474
      Dá inclusive pra pagar já em reais e não pagar IOF. Nós usamos!

      O mesmo vale para ir do aeroporto ao centro. Táxi realmente é caro e uma corrida já é quase o valor de uma diária de aluguel de carro. O transporte público é bem precário. Uma alternativa seria mesmo o traslado de alguma agência ou do seu hotel.

      3) Dá sim pra se virar com Havaianas mesmo, nós não compramos essas sapatilhas.

      4) Por fim, quando fomos, os eletrônicos compensavam sim. Mas com o dólar alto agora, teria que ver lá mesmo. Encontramos melhores preços no centro que no próprio duty free do aeroporto. Vale dar uma olhadinha no post sobre compras http://www.essemundoenosso.com.br/compras-em-curacao/

      Abraços e ótima viagem

  2. Olá, Rafael. Copiei e colei a maior parte de seu relato, pois estou de viagem marcada para 16 de julho e ficarei em Curaçao até 24 de julho e achei tudo muito bacana. Algumas dúvidas:
    1)Reservei pelo Booking.com o hotel San Marcos (possui Casino e minha mulher adooora). Você o conhece? Eu nem me dei conta se fica em Willemstad (você disse que é melhor aí) ou Punda. Escolhi pela distância do centro da cidade e por haver café da manhã, não precisando sair do hotel pra isso.
    2) Sei que é conveniente alugar um carro. Você aconselharia alugar por algum site, ou deixa pra alugar ao chegar? Vi no Youtube que existem aqueles ônibus de turismo que têm em quase todas cidades turísticas. Você aconselha fazer esse passeio antes, para ir se localizando melhor? As locadoras locais possuem preços diferentes?
    3) Li em algum lugar que em algumas praias é necessário entrar com “sapatilhas” nos pés para não se cortar nos cascalhos, é verdade? Uma havaiana não resolveria? Existem essas “sapatilhas” no comércio local?
    4) O preço de Smartphone é mais barato do que no Brasil? No caso, um Samsung S8 Plus.
    Obrigado.Abraços desde Manaus-AM

  3. Eucy Maria de Paula Souza disse:

    Passei minha lua de mel em Curaçao no ano de 1995.Ficamos hospedados no Princess Beach.E hoje não mais encontro esse hotel nos comentários sobre hoteis em Curaçao.Hotel maravilhoso c cassino, praia particular e uma estrutura de primeira.Gostaria de ver fotos p ve como está hoje.

  4. Daniel disse:

    Olá , muito boa a reportagem, porém tenho uma dúvida.
    O mar de Cancun é bem azul, o de Curacao me pareceu verde, igual Punta Cana.
    Pode me esclarecer??

    Grato
    Daniel

  5. Carolina disse:

    Oi pessoal! Tudo bem?
    Estou pesquisando hoteis para ficar em Curaçao para minha lua de mel. Nosso finalista foi exatamente o Saint Tropez! Junto com o Renaissance.
    Queira muito a ajuda de vcs. O Renaissance para nós é aquele tipo de hotel que não tem erro..mas já que vamos para Aruba (e ficar em algo do tipo) , queriamos algo diferente em Curaçao e o Saint Tropez nos encantou.
    No entanto, 2 fatores estão me deixando com duvida: o barulho do musica a noite e o fato de não ter vaga.
    Vcs sofreram com isso? O quarto de vcs era bom em relação a isso?
    Achariam o Renaissance uma melhor escolha?
    Desde já, agradeço 🙂
    Bjs,
    Carol

    • Oi Carolina, tudo bem?
      Muito obrigado pelo contato! Para uma lua de mel, eu escolheria o St Tropez. Ele não tem os serviços de um “hotelão”, mas é mais romântico, mais intimista. E com certeza, vocês conversando com a equipe, eles irão preparar alguma coisa especial. Os apartamentos são um charme. Não sofremos com vaga, estacionamos na rua mesmo, em frente, todos os dias. Sobre o barulho, foi algo muito específico do fim de semana, principalmente sábado. Mas com a sacada fechada foi tranquilo.

      Mas, como você disse, o Renaissance é daqueles garantidos, sem surpresa. Mas nós adoramos o St Tropez. Como dissemos no post, o único porém dele é a recepção não funcionar 24h. Pelo menos o restaurante do beach club faz o atendimento quando precisamos de alguma coisa.

      Abraços, espero ter ajudado. Se puder pedir um favor, quando for reservar, caso queira, use o link desse post, pois dessa forma você nos ajuda sem gastar nada a mais por isso, já que somos parceiros do Booking e recebemos um comissão deles.

      Ótimo casamento e parabéns!

  6. Guilherme disse:

    Boa tarde pessoal!

    Gostaria de uma ajuda, vou fazer um cruzeiro em 2016 que de Curação, porem vou term que passar uma noite em hotel, voces saberiam me dizer qual o hotel mais proximo do porto?

    ATT
    Guilherme

  7. Lily disse:

    Maneiríssimo o post!
    O hotel onde ficarei foi citado como sendo de luxo e já amei o fato!
    Muito legal mesmo o hotel onde você ficou… penso em passar lá no St Tropez para visitar essa piscina mara e jantar!
    Beijos,
    Lily @apaixonadosporviagens

  8. Muy chulo, me ha gustado mucho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *