Passeios no Atacama: Lagunas Altiplânicas

Quando pesquisei sobre o Deserto do Atacama, vi que a dica era começar por passeios que não subissem muito rápido a altitude. Por isso, a Flávia, dona do Ayllu Hostel, que eu fiquei hospedado, falou que o ideal seria começar pelas Lagunas Altiplânicas e foi o que eu fiz.

Fechei os quatro principais passeios (Lagunas Altiplânicas, Valle de la Luna/ Valle de la Muerte, Laguna Cejar e Geysers Del Tatio) pelo próprio hostel e paguei por eles 60 mil pesos chilenos (cerca de 120 dólares).

PASSEIOS NO ATACAMA: LAGUNAS ALTIPLÂNICAS

Depois de um dia inteiro de viagem (saí de São Paulo às 7h da manhã e cheguei em San Pedro de Atacama às 18h) e de uma noite em busca dos passeios, precisava dormir cedo. E foi depois de uma noite bem dormida que acordei às 6h30 para esperar a van do primeiro passeio, que passaria às 7h no hostel.

Passeio no Atacama: Lagunas Altiplânicas (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Com muito frio, mesmo com roupas térmicas, gorro e luvas, fui recebido pelo simpático guia. Neste primeiro tour éramos apenas 6 pessoas, sendo eu o único brasileiro. É neste passeio que entramos no Salar do Atacama. A primeira parada demora 45 minutos e o guia, que fala sempre em inglês e espanhol, afirma várias vezes que é importante beber bastante água, já que, aos poucos, vamos subir 2 mil metros. Vale lembrar que os valores dos passeios não incluem os ingressos. Em cada parada, é necessário pagar pela entrada, que custa geralmente de R$ 10 a R$ 20.

Passeio no Atacama: Lagunas Altiplânicas (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Passeios no Atacama: Lagunas Altiplânicas

LAGUNA CHAXA

A primeira parada é a Laguna Chaxa, uma das imagens mais famosas do Atacama. E por ali que vimos os flamingos e os espelhos d’água. Este foi o primeiro momento em que realmente perdi o fôlego. É muita beleza para um lugar só. E estava apenas começando.

Passeios no Atacama: Lagunas Altiplânicas

Passeios no Atacama: Lagunas Altiplânicas

Antes de entrarmos (ali está a Reserva Nacional dos Flamingos), tomamos café da manhã feito pelo guia com pão, manteiga, queijo, presunto, café e chocolate quente. Depois, precisamos comprar a entrada do parque (2500 pesos/ 5 dólares), estudantes pagam meia e eles aceitam carteirinhas de outros países. Não sei o porquê, mas nenhuma entrada está inclusa nos pacotes que fechamos para os passeios.

Passeios no Atacama: Lagunas Altiplânicas

Dizem que o melhor horário para fazer este passeio é no fim da tarde, pois o pôr-do-sol é lindo e também é o horário em que os flamingos são alimentados, mas fiz pela manhã e achei que valeu a pena. Uma curiosidade é que é por ali que está a maior concentração de lítio do mundo.

Depois de ficar uns 20 minutos observando o lugar, que estava bem vazio, partimos para o próximo destino.

Passeios no Atacama: Lagunas Altiplânicas

Passeios no Atacama: Lagunas Altiplânicas

Passeios no Atacama: Lagunas Altiplânicas

Passeios no Atacama: Lagunas Altiplânicas

SOCAIRE

Às 10h20 da manhã, ou seja, 3 horas depois de sairmos, paramos em Socaire, uma comunidade que está localizada a 3200 metros de altitude. Já foi um dos locais mais importantes da região e era de lá que saíam todos os produtos agrícolas para Calama e San Pedro. O que mais chama atenção é a antiga igreja, mas avistamos o povoado apenas de longe e por cerca de 5 minutos.

Passeios no Atacama: Lagunas Altiplânicas

LAGUNA MISCANTI E MIÑIQUE

Depois que saímos de Socaire, eu não conseguia parar de observar a beleza do que eu via pela janela. Lá de longe, observa umas montanhas cheias de neve. Queria tirar fotos, mas o reflexo da janela não permitia. Eu não poderia imaginar que nossa próxima parada seria exatamente naquelas montanhas.

A Laguna Miscanti está a 4200 metros de altitude. Por isso, a recomendação é andar bem devagar e tomar muita água. Eu não senti absolutamente nada, mas um casal de indianos, que deve ter mais de 70 anos, sofreu um pouco com falta de ar.

Passeios no Atacama: Lagunas Altiplânicas

Passeios no Atacama: Lagunas Altiplânicas

Antes de entrarmos, precisamos comprar o ingresso (5 mil pesos / 10 dólares). A Laguna Miscanti tem uma área de 15 km² formados pelo gelo e, sem nenhum exagero, é a real paisagem daquilo que sempre vimos em quadros e papéis de parede do Windows. É muito lindo! Foi a segunda (terceira, quarta, quinta…) vez que perdi o fôlego (e não foi pela altitude)! É muito bonito!

Depois foi a vez de conhecer a Laguna Miñique, que é bem menor que a Micanti e já fez parte dela. Morrendo de frio (imagine o vento ao redor das lagoas), o guia nos liberou para andar ao redor delas. Enquanto alguns foram correndo para a van, eu superei o frio e fui andar. Aliás, uma dica importante (além da água, das roupas de frio, do protetor solar e labial) é levar os óculos de sol. O guia, inclusive, emprestou um para uma menina que havia esquecido o dela.

Passeios no Atacama: Lagunas Altiplânicas

TOCONAO

A última parada do passeio foi em Tocanao. O povoado possui menos de 1000 habitantes e fica a 40km de San Pedro do Atacama. A cidade é, literalmente, deserta. Pouca gente na rua, algumas lojinhas, uma pracinha e uma igreja. Um lugar charmoso e único.

Passeios no Atacama: Lagunas Altiplânicas

Depois disso foi hora de voltar para San Pedro, almoçar e se preparar o segundo passeio do dia, que fica para um próximo post.

+ Veja todos os posts sobre o Atacama

Booking.com

Adolfo Nomelini

Jornalista formado pela PUC-SP e pós graduado em Comunicação em Mídias Digitais, é apaixonado por música, coxinha, televisão, seus óculos e internet. Trabalha há 8 anos com conteúdo online e passa boa parte do tempo "jogando o corpo no mundo, andando por todos os cantos e, pela lei natural dos encontros, deixando e recebendo um tanto".

Leave your comment

  1. Norma Etcheverria disse:

    Estive no Atacama em março deste ano, 2015. Segui muitas dicas do seu blog e todas foram úteis. Se quiseres ver as fotos inéditas de chuva e neve fora de época, podes acessar meu Facebook Norma Etcheverria. Sou de Porto Alegre. O lugar entrega o que promete e muito mais. É um lugar fantástico e fiquei com muita vontade de retornar. Obrigada e parabéns pelo seu blog, muito bom de ler!

  2. Myrinês disse:

    Ola,

    Este mes de junho tive a oportunidade de conhecer SanPedro do Atacama e voltei encantada.
    Aquele lugar nos mostra a beleza da natureza e como Há um poder infinito na criação do mundo. Também fiz esses passeios e recomendo a todos conhecerem a beleza do Atacama. As fotos nos mostra a beleza dos passeios.
    Quero aproveitar a oportunidade e parabenizar pelo Blog. Tenho acompanhado suas dicas que sempre são muito boas. Abraço

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *