Zoo Safári: Como é o passeio no antigo Simba Safári de São Paulo

O Zoo Safári, antigo Simba Safári, é uma boa dica de passeio para fazer com as crianças em São Paulo. Neste post damos dicas de como aproveitar bem esta atração.

 

ZOO SAFÁRI EM SÃO PAULO

O Zoo Safári, antigo Simba Safári, foi inaugurado em 2001 em São Paulo em uma área de 80.000 m². Durante um percurso de quase 4km, passamos por diversos animais dentro dos nossos próprios carros ou de vans do parque.

+ Encontre hotéis em São Paulo com desconto e cancelamento grátis

INGRESSO E FILA

Estive lá numa manhã de domingo e estava lotado. A fila para entrar com os carros era imensa. Ficamos nela por quase 20 minutos, mas como não queríamos fazer o safári com o nosso próprio carro e sim com a van (o ingresso custa a mesma coisa para adultos nos dois casos) resolvi sair para perguntar para alguém se também precisaria ficar naquela fila. Como o processo é bem confuso e desorganizado, não havia nenhuma placa explicando isso, mas descobri que quem vai fazer o passeio com a van pode entrar andando e comprar o ingresso lá dentro.

Zoo Safári (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Com isso, economizamos um bom tempo na fila. Era bem provável que a fila iria durar pelo menos 1h. Havia apenas dois guichês que vendiam ingressos para os carros e como vez ou outra o cartão travava e o sistema demorava, o tempo de espera era beeeem longo.

DIFERENÇAS PARA O SIMBA SAFÁRI

Quando eu era pequeno fui duas vezes ao Simba Safári, que era exatamente no mesmo lugar do Zoo Safári, mas logo no começo notei algumas diferenças. Para começar, os carros não precisam mais colocar grades e podem ficar o caminho quase todo com as janelas abertas, exceto nos dois momentos em que passamos perto dos macacos. A outra diferença é que agora os animais mais perigosos, como tigres e leões, ficam isolados em jaulas.

Zoo Safári (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Zoo Safári (Foto: Esse Mundo é Nosso)

VAN OU CARRO?

Mas vamos falar do passeio em si. Achei que foi uma boa termos escolhido ir com a van e não termos parado no estacionamento do Zoo Safári. Primeiro porque economizamos um tempão na fila. Depois porque no passeio com a van o motorista, que era muito simpático, vai falando curiosidades sobre os animais e o próprio parque. Além disso, o valor do ingresso para adultos é o mesmo tanto para quem vai com o próprio carro quanto para quem prefere a van. O bom do carro é que você consegue ficar mais tempo parado para ver determinados bichos.A van sai de hora em hora ou quando completar o número de passageiros. Se não estiver cheia, ela sai do mesmo jeito.

O PASSEIO

Fizemos em 1h06 o percurso de quase 4km. Vimos ema, avestruz, dromedário, camelo, lhama, leão, jacaré, tartaruga, tigre, flamingo, anta, rinoceronte, pavão, girafa e macacos. Eu achava que seriam mais animais, senti falta da zebra, por exemplo, mas o passeio valeu muito a pena.

Zoo Safári (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Zoo Safári (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Zoo Safári (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Zoo Safári (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Zoo Safári (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Zoo Safári (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Para quem quiser dar comida para os animais, o Zoo Safári vende canecas cheias de ração por R$ 10. A dica é comprar se for no passeio pela manhã. O próprio motorista da van disse que como eram 13h, muitos visitantes já tinham dado comida para os animais e que, provavelmente, eles não estariam com tanta fome.

Quando fomos, em agosto de 2017, o ingresso para adultos saía R$ 32 tanto para carros próprios quanto para vans.  Crianças de até 12 anos pagavam R$ 15 no próprio carro e R$ 24 nas vans. Veja no site oficial do Zoo Safári o valor atualizado dos ingressos.

+ Encontre hotéis em São Paulo com desconto e cancelamento grátis

+ O que fazer em São Paulo: Listamos as melhores atrações da cidade
+ Parque da Mônica: dica para curtir com as crianças

ZOO SAFÁRI
Avenida do Cursino, 6338, Vila Moraes
Tel.: (11) 2336-2132

Booking.com

Adolfo Nomelini

Jornalista formado pela PUC-SP e pós graduado em Comunicação em Mídias Digitais, é apaixonado por música, coxinha, televisão, seus óculos e internet. Trabalha há 8 anos com conteúdo online e passa boa parte do tempo "jogando o corpo no mundo, andando por todos os cantos e, pela lei natural dos encontros, deixando e recebendo um tanto".

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *