Um eclipse solar total deixará uma faixa dos Estados Unidos no escuro na tarde desta segunda-feira (21). O fenômeno é um dos mais aguardados pela NASA em 2017 e poderá ser visto por mais de 500 milhões de pessoas nos EUA, Canadá, México e outros países da América do Sul e Central.

No Brasil, o eclipse também poderá ser visto de forma parcial em 15 Estados. Quanto mais ao norte mais coberto ficará o sol. Mas por aqui, o máximo do fenômeno será em torno de 50% de escuridão, em Roraima e Amapá, com ápice por volta das 16h30 no horário local.

Eclipse solar poderá ser visto no Brasil (Foto via Shutterstock)
Foto via Shutterstock

 

O ECLIPSE NOS EUA

Nos Estados Unidos, um eclipse total de costa a costa não era visto há quase 100 anos e tem causado euforia. A NASA irá transmitir o fenômeno ao vivo a partir das 13h (horário de Brasília). O trecho mais intenso vai de Oregon até a Carolina do Sul, onde o sol ficará completamente negro por quase três minutos, mas o fenômeno completo deve durar mais de quatro horas.

Eclipse solar poderá ser visto no Brasil (Foto via Nasa)
Rota do eclipse total nos EUA (via NASA)

 

NO BRASIL

Por aqui, moradores do Norte e Nordeste poderão observar com mais intensidade o eclipse, que será apenas parcial. As capitais Boa Vista, Manaus, Belém, São Luís, Teresina, Fortaleza, Natal, João Pessoa e Recife poderão assistir entre 30% e 40% do sol sendo coberto pela lua. Em Salvador a cobertura será de cerca de 13% e não deve passar dos 2% em Brasília. Os Estados mais ao Sul, incluindo Rio e São Paulo, ficam de fora da faixa do eclipse.

Você pode consultar o horário e a porcentagem de cobertura na sua cidade nesse mapa interativo.

 

O QUE É O ECLIPSE SOLAR?

Eclipse solar poderá ser visto no Brasil (Foto via Shutterstock)
Foto via Shutterstock

O eclipse solar acontece quando a lua passa em frente ao sol e projeta uma sombra sobre a Terra. No caso dos EUA nessa segunda, o país estará onde essa sombra será projetada e por isso o fenômeno é chamado de eclipse total. Nos demais lugares, que ficarão sob uma penumbra, como no Brasil, o eclipse é parcial e apenas uma parte do sol é encoberta.

Nenhum eclipse total acontecerá em 2018. Mas em julho de 2019, o fenômeno se repetirá e terá maior abrangência na América do Sul. Ou seja, os brasileiros poderão ver melhor o evento.

+ Quer assistir ao vivo? Confira os canais no site da NASA

 

Sobre o Autor
Rafael Carvalho
Mineiro fã de frango com quiabo e de uma boa cerveja, mora atualmente em São Paulo. É formado em Rádio e TV, pós-graduado em Jornalismo e trabalha há mais de 12 anos com Conteúdo Digital. Já passou por empresas como SBT e Jovem Pan FM. Apaixonado por viagens, fundou o Esse Mundo É Nosso e roda o Brasil e o mundo o ano todo sempre em busca de dicas para serem compartilhadas.
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Reserve seu hotel aqui
Melhor preço para Seguro Viagem

Sobre Nós
Rafael Carvalho

Somos Adolfo Nomelini e Rafael Carvalho, dois jornalistas que trabalham com conteúdo digital há mais de 10 anos. Aqui você encontra nossas dicas de viagens pelo Brasil e o mundo.