Ludus Luderia
Ludus Luderia

Há exatos 2 anos estive num lugar que me deixou com inveja dos moradores de Belo Horizonte, o Soho Pub, na Savassi. O clima descontraído, os jogos de tabuleiro (inclusive o saudoso Pula Pirata) e o chopp liberado cada vez que um sininho tocava até que a primeira pessoa fosse ao banheiro fez do bar um dos meus preferidos…

Agora, depois desses anos curtindo a inveja dos belo-horizontinos eis que meu amigo Salbego descobriu um bar tão divertido quanto aqui em São Paulo: a Ludus Luderia.

“Um espaço irreverente, para beber, comer, conversar e… jogar. Interagindo com outras pessoas e amigos.

Cerveja gelada, boa comida, drinks clássicos e mais de 450 jogos, entre nacionais e importados. Os monitores de jogos da casa auxiliam na escolha e ensinam a jogar.”

Ludus Luderia
Ludus Luderia

É assim que a Ludus se autodefine. E quem vai lá comprovar, vê que é tudo verdade!!! Por R$18 (sextas, sábados e feriados), R$15 aos domingos e R$10 (quarta e quinta) você adquire o couvert lúdico e tem passe livre pra se divertir a noite toda com jogos nacionais e importados, de clássicos como Monopoly a novidades como o engraçadíssimo Pit.

Quem for com turma e não estiver afim de uma jogatina muito séria, fica a dica do lançamento Pictureka e dos importados Pit, Dancing Eggs e Snorta. A risada está garantida!

 

Batata Frita no balde
Batata Frita no balde

Tem ainda campeonatos temáticos, disputa entre as mesas e sorteios de brindes. As bebidinhas e comidinhas levam nomes de jogos também e o destaque vai pra Jenga Gigante, uma porção de batata que vem num balde (R$27), e a Original gelada de 600ml (R$5,80). O único ponto fraco da casa é a confusão na hora de fechar a comanda, já que as porções normalmente são passadas em uma só comanda e depois divididas por quem comeu. A moça do caixa se confunde sempre e chegou a exigir que eu passasse meu cartão de débito 2 vezes. Mas vale esse desconforto pela diversão que vai até às 3h nos fins de semana!

No feriado de 12 de outubro foi a segunda vez que fui ao bar e é muito bom. Claro que levei a turma (Adolf e Rach) e meus primos de fora que estavam em São Paulo (Tábata, Gustavo, Iago e Renata). Pena que faltou o Salbego… Fica a dica!

 

Jogando Dancing Eggs
Jogando Dancing Eggs

 

Pit, esse é o jogo!
Pit, esse é o jogo!

Sobre o Autor
Rafael Carvalho
Mineiro fã de frango com quiabo e de uma boa cerveja, mora atualmente em São Paulo. É formado em Rádio e TV, pós-graduado em Jornalismo e trabalha há mais de 12 anos com Conteúdo Digital. Já passou por empresas como SBT e Jovem Pan FM. Apaixonado por viagens, fundou o Esse Mundo É Nosso e roda o Brasil e o mundo o ano todo sempre em busca de dicas para serem compartilhadas.
0 resposta
  1. O melhor de tudo é que a gente descobre jogos que nunca nem pensamos que pudesse existir. Acho que esses jogos que você citou me divertiram muuuito mais do que os que eu jogava na minha infância hahaha. Quero voltar, mas isso da comanda irrita muito mesmo! PS: Gostei que você atualizou o blog sem sair de SP hahaha, afinal, SP é um mundo mesmo hahaha, portanto, você não tem desculpa hahhaa, coisa pra descobrir aqui é o que não falta. Parabéns!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Reserve seu hotel aqui
Melhor preço para Seguro Viagem

Sobre Nós
Rafael Carvalho

Somos Adolfo Nomelini e Rafael Carvalho, dois jornalistas que trabalham com conteúdo digital há mais de 10 anos. Aqui você encontra nossas dicas de viagens pelo Brasil e o mundo.