Viajar é um dos segredos da longevidade, garantem médicos

Falar que viajar é uma das melhores coisas da vida é “chover no molhado”, afinal se você chegou nesse texto é porque certamente essa é uma das suas atividades preferidas. Mas mais que isso, rodar o mundo pode ser um dos segredos da longevidade.

Um estudo encomendado pela Associação Americana de Viagens e publicado no jornal Chicago Tribune mostra que viajar faz bem pra saúde, resultado da “atividade física, estímulos cognitivos e do engajamento social”.

Para se ter uma ideia, essa pesquisa feita pelo The Global Coalition on Aging and the Transamerica Center for Retirement Studies mostra que mulheres que saem de férias duas vezes ao ano têm uma redução significativa na chance de ataques cardíacos. Do mesmo jeito, os homens que não tiram as férias anuais aumentam em 30% o risco de morte por ataque do coração.

Viajar é um dos segredos da longevidade (Foto via Shutterstock)

Foto via Shutterstock

Para Paul Nussabaum, neuropsicólogo e professor na Universidade de Pittsburgh, os benefícios mentais de viajar podem ajudar inclusive no tratamento de doenças como o Mal de Alzheimer: “Quando você expõe seu cérebro a um ambiente que é novo e complexo ele reage literalmente”.

O melhor é que, segundo o pesquisador, não é preciso ir para um país distante ou encarar uma atividade radical para estimular o cérebro. Uma viagem de fim de semana ou até mesmo fazer um caminho diferente para casa depois do trabalho já traz benefícios: “Viajar é algo que fica com a gente e traz de volta memórias e experiências positivas. Você tem a capacidade de voltar para aquele lugar por meio da sua mente”, garante ele.

Viajar é um dos segredos da longevidade (Foto via Shutterstock)

Foto via Shutterstock

A relação entre viajar e longevidade vai ainda mais longe. De acordo com a publicação Health Fitness Revolution, o lazer é uma porção super importante para uma boa saúde. “Trabalhadores que passam um tempo fora são mais produtivos, têm moral mais elevado, são mais focados no trabalho, além de relatarem serem menos estressados e esgotados”, afirma.

Ainda segundo o artigo, um terço dos viajantes a lazer dizem fazer mais sexo quando estão de férias. E sexo é saudável. Para o autor, viajar traz benefícios intangíveis, que podem estar ligados a uma vida melhor e à longevidade, já que viajantes tendem a ter a mente mais aberta, serem mais flexíveis, enxergar as coisas com outra perspectiva, ser mais ativos e mais pacientes.

Viajar é um dos segredos da longevidade (Foto via Shutterstock)

Foto via Shutterstock

Viajar com pessoas que a gente ama é outro ponto importante. Em entrevista ao Dallas Morning News, o Dr. David Lipschitz, diretor do Centro de Envelhecimento da Universidade do Arkansas, garante que “o amor é algo necessário para uma vida longa, e viajar vai alimentá-lo. Segundo o médico, “viajar para passar o tempo juntos não irá apenas alargar seus horizontes, mas torná-los pessoas mais saudáveis”.

+ Ciência comprova que viajar traz mais felicidade que bens materiais
+ Como passei a comprar menos pra viajar mais?

* Com informações do Chicago Tribune, Health Fitness Revolution e Senior Living

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM GOSTE

Rafael Carvalho

Mineiro fã de frango com quiabo e de uma boa cerveja, mora atualmente em São Paulo. É formado em Rádio e TV, pós-graduado em Jornalismo e trabalha há mais de 12 anos com Conteúdo Digital. Já passou por empresas como SBT e Jovem Pan FM. Apaixonado por viagens, fundou o Esse Mundo É Nosso e roda o Brasil e o mundo o ano todo sempre em busca de dicas para serem compartilhadas.

7 Comments

  1. Sedaildo disse:

    Boa tarde Rafael

    Gostei muito da publicação e gostaria de recebê-la. Nossa vida já é uma viagem, que seja agradável em bons momentos e em ótimos lugares. Parabéns!

  2. Nelson Paulino Pinto disse:

    Viajar é meu trabalho e meu Rob me sinto renovado a cada viagem que faço. Moro em Santarém-Pa e minha vida e fazer o trajeto Pará e Paraná no mínimo quatro vezes por ano dirigindo meu próprio carro fazendo aventuras pela Transamazônica e Cuiabá Santarém.

  3. Nelson Paulino Pinto disse:

    Viajar é meu trabalho e meu Rob me sinto renovado a cada viagem que faço. Moro em Santarém-Pa e minha vida e fazer o trajeto Pará e Paraná sno mínimo quatro vezes por ano dirigindo meu próprio carro fazendo aventuras pela Transamazônica e Cuiabá Santarém.

  4. Airton Silva disse:

    Moro no estado do Rio e rodo o Brasil de automóvel, passeando (67 anos).

  5. SOLANGE COUTO disse:

    SEMPRE ME SINTO RENOVADA NA VOLTA DE QUALQUER VIAGEM POR MAIOR OU MENOR QUE SEJA.
    A MUDANÇA DE AMBIENTE O CONTATO COM PESSOAS DIFERENTES GERALMENTE É EXCELENTE.
    AMO VIAJAR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *