Há alguns anos, nós do Esse Mundo É Nosso estamos acostumados a fazer longas viagens, de mais de 20 ou 30 dias, sozinhos, cada um por si. Muita gente pergunta se não nos sentimos sós, se não dá vontade de ter alguém por perto pra comentar o dia que passou ou para sair à noite. Claro que isso acontece às vezes, mas viajar sozinho também é uma grande experiência.

Se você acha que vai ficar desesperado por estar sozinho, sem ninguém pra conversar, a primeira dica é procurar um hostel. Os albergues, mesmo que você escolha um quarto privado, são a maneira mais fácil de fazer amigos de viagem já no primeiro dia. Mas viajar sozinho vai além e varia de pessoa para pessoa.

Viagem sozinho em Cholula, México (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Você tem a chance de pensar na sua vida, reparar em coisas que não prestaria atenção se não estivesse só, tentar aprender algumas palavras em outro idioma e a respeitar uma cultura totalmente diferente. Os apuros que você acaba passando sozinho irão virar as mais divertidas histórias quando você voltar para casa.

Numa dessas tantas viagens, surgiu a ideia de levar um objeto escolhido por meus amigos comigo. Me deram de tudo, de boneco do Bob Esponja a controle de rádio do carro. Minha única exigência era que não fossem grandes, claro. Foi uma forma de não apenas tê-los perto de mim, mas também de levar um pedacinho deles para cada destino. Munido com todos essas “apetrechos”, embarquei para o Chile e Argentina.

Santiago, Chile - Objetos dos amigos numa viagem (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Santiago, Chile - Objetos dos amigos numa viagem (Foto: Esse Mundo É Nosso)

O acordo era que eu tirasse uma foto dos objetos em cada atração que eu gostasse muito e enviasse para esses amigos. A experiência foi muito divertida, eles adoraram e eu não me sentia sozinho ali.

Puerto Varas, Chile - Objetos dos amigos numa viagem (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Foram muitas as cidades visitadas, entre elas Santiago, Valparaiso, Viña del Mar, Pucón, Puerto Varas e Puerto Montt, no Chile, e San Martin de Los Andes e Bariloche, na Argentina. Sempre com “meus amigos” a tiracolo.

Bariloche, Argentina - Objetos dos amigos numa viagem (Foto: Esse Mundo É Nosso)Bariloche, Argentina - Objetos dos amigos numa viagem (Foto: Esse Mundo É Nosso)

 

 

 

 

 

 

 

 

Bariloche, Argentina - Objetos dos amigos numa viagem (Foto: Esse Mundo É Nosso)

E não foi a única vez. Já levei objetos dos meus amigos (alguns até repetidos do ano anterior) para passarem uma temporada no México. Lá, “visitamos” a Cidade do México, Puebla, Cancún, Playa del Carmen e Tulum. Uma experiência bem interessante!

Cidade do México, México - Objetos dos amigos numa viagem (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Cidade do México, México - Objetos dos amigos numa viagem (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Puebla, México - Objetos dos amigos numa viagem (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Cancún, México - Objetos dos amigos numa viagem (Foto: Esse Mundo É Nosso)

E você, já fez alguma coisa assim? Levou uma foto ou objeto para se lembrar de alguém quando estivesse longe? Conta pra gente!

+ Curta nossa fanpage no Facebook
+ Siga o blog também no Instagram

Sobre o Autor
Rafael Carvalho
Mineiro fã de frango com quiabo e de uma boa cerveja, mora atualmente em São Paulo. É formado em Rádio e TV, pós-graduado em Jornalismo e trabalha há mais de 12 anos com Conteúdo Digital. Já passou por empresas como SBT e Jovem Pan FM. Apaixonado por viagens, fundou o Esse Mundo É Nosso e roda o Brasil e o mundo o ano todo sempre em busca de dicas para serem compartilhadas.
0 resposta
  1. Muito bacana, Rafael! Conheci viajantes do mundo inteiro e algumas pessoas faziam o mesmo, Havia um ingles que estava viajando o mundo inteiro com o Pequeno Ponei e, a cada pais que ele ia, lancava um desafio: quem adivinhasse por quantos paises o ponei havia passado, o ganharia de presente. Mas, como todos so tinham uma chance e ele estava viajando por dois anos sem parar, ninguem acertava e ele continua postando fotos do seu briquedo ao redor do mudo! 🙂

  2. hahahaha!
    ADOREI a ideia! Vou fazer o mesmo na próxima viagem! Sensacional 🙂
    Um amigo leva fotos no notebook minusculo dele (um macbook air de 11") e tira fotos com as fotos dos amigos nos pontos turisticos.. mas pô.. levar coisas como um chaveirinho do bob esponja é muito mais legal! 😀

  3. Ahhhhhh que saudade de quando você levava as nossas coisas junto!! Eu adoro essas fotos! Quem sabe na próxima a gente não te convence a fazer de novo? rsrsrs Bjos

  4. Muito legal, Rafa! E o engraçado desta história de viajar sozinho, pelo menos pra mim, é que por mais que você conheça e esteja cercado de pessoas diferentes e interessantes, no fundo, sente (muita) falta daqueles que estão todos os dias do nosso lado. beijos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Melhor preço para Seguro Viagem

Sobre Nós
Rafael Carvalho

Somos Adolfo Nomelini e Rafael Carvalho, dois jornalistas que trabalham com conteúdo digital há mais de 10 anos. Aqui você encontra nossas dicas de viagens pelo Brasil e o mundo.