Estamos passando por um período que jamais imaginamos que passaríamos: um vírus mortal que ultrapassou os limites territoriais e fez com que bilhões de pessoas no mundo ficassem em suas casas. Mas como a astrologia vê o coronavírus e tudo isso que estamos vivendo?

Será que era algo já esperado? Podemos ter esperança para novos tempos? Estas são algumas das questões que fizemos para a astróloga Ana Elisa Teixeira (@astroelisa) e também é dona do blog Viagens e Rotas.

COMO A ASTROLOGIA VÊ O CORONAVÍRUS

A gente conversou com a Ana Elisa sobre astrologia e o coronavírus, as mudanças após a pandemia e as previsões para os próximos meses.

Veja a íntegra da entrevista com a Ana Elisa Teixeira:

COMO A ASTROLOGIA VÊ ESTE MOMENTO QUE ESTAMOS VIVENDO?

O céu reflete os acontecimentos que estamos passando na Terra. A astrologia enxerga o momento atual com dois pontos extremamente importantes a serem trabalhados: coletividade/senso comum e responsabilidade.

Como a astrologia vê o coronavírus (Foto: Pixabay)
(Foto: Pixabay)

Estamos passando por uma grande conjunção de planetas reinando no signo de Capricórnio, enquanto Saturno, até pouco tempo em Capricórnio, entrou em Aquário para cobrar uma responsabilidade focada no coletivo, na tecnologia e na originalidade. Vamos precisar usar da tecnologia para conseguir avanço. Ao mesmo tempo vamos precisar olhar menos para o “eu” e seguir mais focado no que é bom para todos. Saturno vai cobrar responsabilidade para que passemos por essa fase mais fortes, mais justos e mais humanos.

Por outro lado, essa pandemia chegou para nos colocar em um momento de reflexão de como estamos lidando com os recursos que utilizamos na Terra. Não tinha como prever que passaríamos por uma pandemia, mas quando ela chegou, observamos que isso se dá muito por Netuno em Peixes (2012 a 2026). Netuno podemos classificar como um planeta confuso e de profundezas aquáticas e estando em Peixes traz nesse período enganos, desilusões, inspirações e contaminações. Por isso a necessidade da gente pensar na higiene, se resguardar, ficar confuso com a situação que estamos vivendo e até tendo um pouco de padrão pisciano nesse processo.

QUAIS MUDANÇAS NO MUNDO QUE A ASTROLOGIA ENXERGA APÓS A PANDEMIA?

Entre 4 e 5 de abril, tivemos uma conjunção entre Júpiter e Saturno. Apenas para situar, a última vez que isso ocorreu foi em 2008 quando teve a crise nos EUA e tivemos um abalo mundial financeiro por conta disso. Com essa conjunção, vamos ter que trabalhar uma questão muito voltada para as barreiras colocadas por Saturno versus a expansão de Júpiter. A justiça vai ficar à flor da pele. Os governantes vão ter que agir para expandir com bastante cautela e zelo no período durante pandemia e pós pandemia.

Após pandemia a crise vai estar muito evidente e caso as pessoas não entendam a importância do coletivo, da preservação dos recursos, as coisas podem ter uma piora significativa. Nesse contexto temos Urano em Touro (2018 a 2025). Urano é um planeta que preza a liberdade, a evolução e a forma como nos tornamos originais, enquanto Touro é extremamente ligado às questões materiais e à estabilidade.

Nessa dualidade entre liberdade e segurança, vamos começar a ver um mundo em que as pessoas vão ser obrigadas a inovar na hora de ganhar dinheiro. Muito provavelmente teremos grandes mudanças nos empregos convencionais. Se for pensar já vemos isso desde 2018, mas a tendência é mudar mais. Lembrando que a tecnologia vai ser fundamental para essa mudança, em razão de Saturno em Aquário e da gente estar caminhando para uma Era de Ar.

EXISTE UM LADO POSITIVO NISSO TUDO QUE ESTAMOS VIVENDO?

Sim, o lado positivo é que vamos aprender a viver com os recursos que temos,a ser menos soberbos, a dar mais valor para pequenas coisas.

Se formos pensar, já passamos por um período que as pessoas estão dando menos valor para itens materiais e mais valor para os momentos, as coisas que não são tangíveis. Isso já acontece. O problema é que os governos ainda estão vivendo no tradicionalismo e ganância. Logo, vão ser obrigados a mudar isso com essa pandemia. Nenhuma guerra nos colocou todos do mesmo lado. Isso é importante refletir.

QUAIS SÃO AS PREVISÕES PARA OS PRÓXIMOS MESES?

As previsões para os próximos meses acredito que podemos pensar na grande conjunção e já em Júpiter com Saturno desde sábado (4 pra 5/04). Abril já vai ser um mês de muita dificuldade para todos. Essa conjunção afeta todos os planetas geracionais: Urano, Netuno e Plutão. Então, as contaminações vão continuar acontecendo, o isolamento poderá diminuir, mas ainda vai afetar muita gente e vamos ter que nos virar para inovar e sobreviver.

Coronavírus (Foto: Pixabay)
(Foto: Pixabay)

O importante é a gente entender que nesse ano de 2020 o lema é “Cada um importa”. Se todo mundo fizer sua parte, os danos serão menores.

EXISTE ALGUMA COINCIDÊNCIA ASTROLÓGICA COM ESTE PERÍODO E ALGUNS OUTROS PARECIDOS, COMO O DA GRIPE ESPANHOLA OU DAS GUERRAS MUNDIAIS?

Vamos falar de momentos geracionais. As datas foram retiradas, de forma didática, do livro “Astros Sempre nos Acompanham”, da Claudia Lisboa. Vamos as minhas explicações:

1914/1916 até 1928/1929 – Netuno no signo de Leão
1918 – Gripe Espanhola
1919 – Revolução Russa
1929 – Quebra da bolsa de NY

No caso da Gripe Espanhola, o aumento dos casos aconteceu quando Mercúrio e Netuno fizeram aspecto de tensão. No caso, Mercúrio, um planeta totalmente ligado a rapidez, comunicação e trajetos curtos, enquanto Netuno, aquela questão de “nebulosidade”, incertezas e possíveis contaminações.

Por estar em Leão, é muito provável que na época as pessoas tinham uma certeza que não pegariam aquilo e estavam mais preocupadas em cuidar de si mesmas ao invés de pensar na doença de forma global. Claro, que vale lembrar que na época não tínhamos a tecnologia e poder de comunicação que temos hoje.

1912/1914 até 1937/1939 – Plutão em Câncer
1914/1918- Primeira Guerra Mundial

A primeira Guerra Mundial veio para desestabilizar e dizimar famílias. Plutão em Câncer mostra bem a questão da transformação familiar, tradicional e de ancestralidade. As estruturas familiares foram abaladas, mulheres começaram a sair de casa e com o fim da guerra surgiram novas formas de facilitar a vida doméstica até com o fluxo de imigração. A ideia de família mudou e as pessoas começaram a ficar mais espertas na questão de “vamos nos virar sozinhos”.

1937/1939 a 1956/1958 – Plutão em Leão
1939/1945 – Segunda Guerra Mundial

Veio a transformação com relação à originalidade, ao prazer e ao egocentrismo. A TV surgiu nesse período e todo mundo ficou mais vaidoso provavelmente. A bomba atômica também veio para destruir por uma questão puramente de egoísmo. Nem preciso dizer que esse ego também influenciou na eliminação dos judeus, gays, negros, ciganos e tudo que é diferente ou não aceito por todos.

1983/1984 a 1995 – Plutão em Escorpião
Disseminação da AIDS

Plutão é regente de Escorpião. Ele ficou nesse período, literalmente, em casa. Super tranquilo para agir na sua transformação. Como escorpião também é o signo mais atrelado à sexualidade, por ser casa 8, vieram algumas polêmicas nesse período envolvendo sexo. Surgiu a AIDS, que teve que mudar drasticamente como a sociedade agia com o sexo, algo tão natural, mas que poderia matar em algum momento.

O QUE PODEMOS ESPERAR DOS PRÓXIMOS ANOS?

Avanço da tecnologia, mudança no comportamento com relação ao modo de vida e mais apreço ao coletivo.

Por qual motivo isso? Estamos transitando já na Era de Ar. Na era de Aquário, o individualismo de Peixes deixa de reinar, para que o universal proposto por Aquário tome seu lugar.

Seremos mais objetivos, mais racionais e menos emocionais e vamos ter um boom na tecnologia. É muito provável que a gente tenha sim apreço pelo todo, mas vamos trabalhar nossa individualidade muito melhor que antes.

COMO ENTENDER O MAPA ASTRAL PODE FAZER COM QUE VOCÊ LIDE MELHOR COM O QUE ESTÁ ACONTECENDO?

Todos os eixos do mapa astral precisam ser equilibrados. Nessa condição de agora, estamos vivendo muito bem o eixo 6-12, que é ter uma rotina que a gente já tinha, ter uma saúde física que a gente já se preocupava, e ao mesmo tempo esse auto-conhecimento e avaliação interna.

Como a astrologia vê o coronavírus (Foto: Pixabay)
(Foto: Pixabay)

Na situação que a gente está, essa rotina está sendo mudada. Estamos procurando meios de trabalho mais tecnológicos e menos presenciais. Estamos atentando muito mais à saúde e, ao mesmo tempo, também estamos evoluindo na casa 12, porque o isolamento nos obriga a ter esse auto-conhecimento, nos obriga a ter uma avaliação interna, a ter medo, receios sobre o que está acontecendo.

Então, muito provavelmente, uma pessoa que tem o mapa astral pode verificar como está eixo 6-12 dela, qual signo está, pra avaliar como ela lida com está situação.

MAPA ASTRAL

A Ana Elisa Teixeira fez meu mapa astral e foi ótimo entender mais sobre astrologia e meu papel no mundo. Se você quiser saber mais informações, não deixe de acessar o instagram dela, que é @astroelisa.

+ O que podemos aprender com esta quarentena?
+ Angélica na quarentena: “Tenho tentado manter o pensamento positivo’
+ Como está o elenco de Fina Estampa atualmente

Sobre o Autor
Adolfo Nomelini
Jornalista formado pela PUC-SP e pós graduado em Comunicação em Mídias Digitais, é apaixonado por música, coxinha, televisão, seus óculos e internet. Trabalha há 8 anos com conteúdo online e passa boa parte do tempo "jogando o corpo no mundo, andando por todos os cantos e, pela lei natural dos encontros, deixando e recebendo um tanto".

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Reserve seu hotel aqui
Melhor preço para Seguro Viagem

Sobre Nós
Rafael Carvalho

Somos Adolfo Nomelini e Rafael Carvalho, dois jornalistas que trabalham com conteúdo digital há mais de 10 anos. Aqui você encontra nossas dicas de viagens pelo Brasil e o mundo.