Rio 2016: Visitamos o Parque Olímpico do Rio de Janeiro

A um mês da Olimpíada no Rio de Janeiro, o Esse Mundo é Nosso visitou o Parque Olímpico do Rio 2016 a convite do Google na última quarta, 29 de junho.

RIO 2016

Saímos da zona Sul às 8h45 e chegamos depois das 10h no Parque Olímpico, que fica na região da Barra. Em uma área de 1,18 milhão de metros quadrados, acontecerão disputas de 16 modalidades olímpicas.


CENTRO DE IMPRENSA

Nossa primeira parada no Parque Olímpico do Rio 2016 foi no MPC (Main Press Centre). Seis andares deste prédio servirão de local de trabalho para jornalistas da imprensa escrita e de agências de todo o mundo. Ao lado, está o IBC (Centro Internacional de Transmissões).

Rio 2016 (Foto: Esse Mundo é Nosso)

No total, são 25 mil jornalistas credenciados, sendo 19 mil de TV e 6 mil de imprensa escrita. Para atender aos jornalistas, há uma grande infraestrutura no local: lavanderia, minimercado, farmácia, Correios, lojas e Rio Tour.

A expectativa é que em horários de pico mais de 15 mil pessoas da imprensa circulem pelo Parque Olímpico. Para suportar toda essa estrutura, há no Parque Olímpico uma subestação de energia com 50 MVAs, sendo que 60% serão utilizados apenas pela imprensa.

Rio 2016 (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Se em Londres os Jogos Olímpicos foram das redes sociais, o do Rio promete ser o do celular e da era digital. Para isso, há um aplicativo que mostrará a agenda de torneios e resultados. Além de todos os sites terem versão mobile, para que a experiência envolva totalmente a segunda tela. As transmissões também ocorrerão em 4K e até em 8K (feita especialmente pela NHK, emissora japonesa).

Os andares do prédio são espaçosos e cheios de mesas e computadores. Há também salas específicas, como uma para os responsáveis por Mídias Sociais.

No IBC, local usado pelas emissoras de TV, estão 12 estúdios com áreas de 4200 a 5000 metros. A NBC, por exemplo, tem um espaço exclusivo para ela e seus 3 mil funcionários. Nesta parte, há restaurantes próprios e Mc Café, por exemplo.

Rio 2016 (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Os cinco países com mais jornalistas credenciados para o Rio 2016 são Brasil, Estados Unidos, Alemanha, Japão e China.

Os jogos olímpicos do Rio devem atingir uma audiência de 5 bilhões de pessoas e ter 5600 horas de transmissões de TV.

 

PARQUE OLÍMPICO

Devem estar no Brasil 12 mil atletas de 206 países diferentes, 7 mil membros de delegações e 3200 profissionais técnicos (árbitros e assistentes).

Rio 2016 (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Rio 2016 (Foto: Esse Mundo é Nosso)

O Parque Olímpico será palco de competições de 16 modalidades olímpicas: Basquete, Ciclismo de Pista, Ginástica Artística, Ginástica de Trampolim, Ginástica Rítmica, Handebol, Judô, Luta Greco-Romana, Luta Livre, Nado Sincronizado, Natação, Polo Aquático, Saltos Ornamentais, Taekwondo, Esgrima e Tênis), além das modalidades paraolímpicas.

Rio 2016 (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Durante a visita nós conhecemos a Arena Carioca 1, local com capacidade para 16 mil lugares e em que ocorrerão os jogos de basquete, basquete em cadeiras de rodas e rugby em cadeiras de rodas. Após os jogos olímpicos Rio 2016, a arena servirá de palco para shows e eventos esportivos.

Rio 2016 (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Rio 2016 (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Rio 2016 (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Há também uma megastore e uma grande área de praça de alimentação com restaurantes.

Assim como na Copa do Mundo, a Olimpíada também terá as “Fan Fest”. Sendo uma delas no Parque Olímpico, com shows e atrações durante todo o dia, e outras espalhadas pela cidade.

A Arena do Futuro, onde acontecerão as competições de handball e goalball paralímpico, tem uma estrutura de montagem parecida com o Lego. Depois dos Jogos, ela será desmontada e transformada em quatro escolas públicas: duas em Jacarepaguá e duas em São Cristóvão.

Rio 2016 (Foto: Esse Mundo é Nosso)

O Parque Aquático, com capacidade para 18 mil pessoas, tem na fachada uma obra de Adriana Varejão.

Rio 2016 (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Rio 2016 (Foto: Esse Mundo é Nosso)

12

13

 

FERRAMENTAS DO GOOGLE AJUDAM TURISTAS NO RIO 2016

Durante o Explore Rio With Google, viagem que fizemos para o Rio com o Google, a empresa apresentou algumas de suas ferramentas que irão ajudar o turista durante os Jogos Olímpicos.

GOOGLE TRANSLATE

Como no Brasil, apenas 5% das pessoas falam inglês, o Google treinou cerca de 1 milhão de moradores do Rio para aprender a usar da melhor maneira o aplicativo do Google Translate com ou sem internet. Entre as funcionalidades, está a da tradução através da câmera do celular. Outra novidade é que o Google Translate agora traduz qualquer palavra em aplicativos. Basta segurá-la e clicar em traduzir.

Rio 2016 (Foto: Esse Mundo é Nosso)

GOOGLE STREET VIEW

Com o Google Street View será possível fazer uma viagem ao passado e ver como algumas regiões do Rio de Janeiro eram nos últimos dez anos e como estão agora para os jogos olímpicos. Dá para ver a região de Deodoro e o Maracanã, por exemplo. Este serviço, porém, está restrito aos desktops.

O Street View está todo renovado na cidade. É possível ver alguns lugares de interesse, como restaurantes e pontos turísticos, por dentro.

 

GOOGLE MAPS

O Google Maps também promete ajudar muito os turistas durante os Jogos Olímpicos Rio 2016. Veja algumas dicas:

– É possível usar o aplicativo sem internet (Basta fazer o download da cidade).

– Em “Explorar”, uma das mais recentes funcionalidades do Google Maps, o turista consegue descobrir pela sua localização bares, restaurantes, entre outros locais, próximos dele e com avaliações. Os locais são divididos em grupos “Para gastar pouco”, “Para café da manhã”, “Para almoçar”…

– Ao selecionar a rota que deseja fazer, é possível ver o trajeto de carro, transporte público, a pé ou de bicicleta.

Rio 2016 (Foto: Esse Mundo é Nosso)

– Dá para ver daqui a quanto tempo o ônibus partirá.

– É possível ver também a estimativa do valor da corrida no Uber e na 99 Táxi e quanto tempo eles demorarão para te buscar.

– Se decidir ir de bicicleta, o aplicativo indica o nível de elevação das ruas.

Rio 2016 (Foto: Esse Mundo é Nosso)

– Antes de definir sua rota, use o Google Maps para identificar o trânsito, as ruas fechadas e obras na região.

– Em diversos locais em que acontecerão os jogos dá também para ver o mapa interno. Por exemplo, no Maracanã dá para ver as entradas e a disposição dos lugares.

Rio 2016 (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Pelo jeito, essa vai ser mesmo a Olimpíada do celular. É esperar pra ver! A cerimônia de abertura acontecerá no dia 5 agosto.

+ Veja todas as dicas do Rio de Janeiro
+ Conheça o Museu do Amanhã
+ Como comprar ingresso para o Bondinho do Pão de Açúcar

* O jornalista viajou ao Rio de Janeiro a convite do Google, mas todas as opiniões dadas aqui são isentas e independentes.

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM GOSTE

Adolfo Nomelini

Jornalista formado pela PUC-SP e pós graduado em Comunicação em Mídias Digitais, é apaixonado por música, coxinha, televisão, seus óculos e internet. Trabalha há 8 anos com conteúdo online e passa boa parte do tempo "jogando o corpo no mundo, andando por todos os cantos e, pela lei natural dos encontros, deixando e recebendo um tanto".

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *