Zócalo da Cidade do México

Desculpem o sumiço, mas esse lugar tem tanta coisa pra fazer, que me falta tempo e MUITO…

O relato do segundo dia no México é mais que um relato, é uma dica pra quem costuma viajar sozinho ou mesmo com uma turma pequena. Os tours oferecidos por operadores de turismo muitas vezes podem sair um pouco mais caro, mas são uma ótima oportunidade de conhecer muita gente legal e ter surpresas como as que tive…

Acordei muito cedo para meu passeio rumo às ruínas da cidade pré-hispânica de Teotihuacan, distante a uns 50Km da Cidade do México, e que custou M$390.00 (US$30). Logo pela saída, com um grupo de diversos albergues, me surpreendi como cada um era de um lugar do mundo: tinha gente de Marrocos, EUA, Argentina, Inglaterra… e o guia era super legal, usava um sombrero típico mexicano. Parecia o Ligeirinho do desenho animado.

Eu achando que íamos direto para as ruínas… que nada! Primeiro paramos em Tlatelolco, umas ruínas dentro da capital onde viviam os Astecas. Aprendi muita coisa legal… Depois, outra surpresa: fizemos uma parada no Santuário de Nossa Senhora de Guadalupe, cultuado não só por mexicanos, mas considerado o segundo lugar mais importante da Igreja fora do Vaticano. Lá havia uma enorme e nova catedral, já que a velha está afundando. Isso mesmo! A cada ano toda a Cidade do México afunda 10cm. Então as construções vão tendo que se adaptar!

Santuário da Virgem de Guadalupe

De lá partimos rumo a Teotihuacan, mas com uma escala para aprender como se faz a tequila e também o pulque, uma bebida que, para os Astecas, estava relacionada com a sexualidade e dava virilidade. O melhor do lugar foi a degustação de vários tipos de tequila, já que existem outros que não conhecemos no Brasil, como licores, tequila de limão, etc.

Degustaçao de Tequila

Em seguida, por apenas M$100 (US$7.80), almoçamos em um típico restaurante com comidas mexicanas e à vontade. Comi tanto que achei que não fosse conseguir subir as pirâmides. O melhor do almoço foi quando nosso motorista juntou os amigos e deram um show com La Bamba e outras músicas superanimadas!

Almoço em Teotihuacan

Ao chegar a Teotihuacan, as duas mega pirâmides vistas de longe já emocionavam, imagina quando subimos nelas? Teotihuacan, que significa “Lugar onde foram feitos os Deuses” é uma cidade pré-hispânica da qual não se tem muita explicação, já que quando os Astecas chegaram lá, a cidade já estava abandonada.

Teotihuacan

Existem duas grandes pirâmides, a do Sol (mais alta) e da Lua, mas os nomes não têm relação com nada, já que foi dado pelos descobridores. Mas é fantástico o lugar, tão emocionante quanto Macchu Picchu.

Teotihuacan

Teotihuacan

Cidade do México

A volta para “casa” também foi divertida, já que havia um protesto geral com milhares de trabalhadores e todas as ruas do centro estavam tomadas. Então nossa van nos deixou num metrô das redondezas, mas decidimos ir a pé, a favor da causa e gritando “¡el pueblo unido jamás será vencido!“! Muito bom!

À noite fiz minhas primeiras amizades no terraço bar do nosso albergue. Wes, um mexicano, e Elis, uma norueguesa, estao no meu quarto e passamos boa parte da noite conversando numa loucura de espanhol, português e inglês! Muito bom, tanto que combinamos de ir ao jogo do México na manha seguinte! Hasta allá!

Sobre o Autor
Rafael Carvalho
Mineiro fã de frango com quiabo e de uma boa cerveja, mora atualmente em São Paulo. É formado em Rádio e TV, pós-graduado em Jornalismo e trabalha há mais de 12 anos com Conteúdo Digital. Já passou por empresas como SBT e Jovem Pan FM. Apaixonado por viagens, fundou o Esse Mundo É Nosso e roda o Brasil e o mundo o ano todo sempre em busca de dicas para serem compartilhadas.
21 respostas
  1. Boa Noite Rafael, acabo de chegar da Colômbia, seguindo suas dicas e achei tudo maravilhoso, até as coisas não agradáveis achei divertido. Estou indo pro México em janeiro de 2015. Quais são suas dicas em relação as companhias aéreas que fazem voos pra lá mais barato? Viajando dentro do México é melhor comprar as passagens aqui ou compro lá mesmo. Abraço. Seu blog é muito dez. Nete

    1. Oi Nete, tudo bem? Muito obrigado, fico muito feliz pelo seu comentário.
      Sobre as companhias pra ir pro México, na realidade depende muito de promoção de tarifas. Dê uma olhada em sites que buscam preços de passagens para saber qual a mais barata. Normalmente TAM, Aeromexico e Copa têm bons preços. Dentro do México sugiro que compre ainda aqui no Brasil, pois com maior antecedência você encontrará melhores preços. Lá você pode voar pela Aeromexico ou Volaris.
      Abraços e estou à disposição!

    1. Olá, Soraya, obrigado pela visita!
      Programe-se mesmo para conhecer, é demais!!! Sobre o dinheiro, eu levei poucos dólares e o peso mexicano é muito difícil de encontrar por aqui. Nas minhas viagens eu costumo fazer saque no cartão de débito direto na conta corrente. É ótimo, você saque em quase qualquer caixa eletrônico, sai com moeda local e cai na hora em sua conta corrente. Não é como no cartão de crédito. Há uma taxa, mas que vale a pena pela cotação mais baixa. Quando for liberar seu cartão com o banco, pergunte a eles.
      Abraços

  2. Olá,

    Parabéns pelo blog, muito bom! Peguei o link no mochileiros.
    Estou programando um tour para o méxico em julho, por volta de 15 dias.

    Gostaria de saber como se locomoveu entre os lugares que visitou, e se você tem agências de turismo para indicar (a deste passeio parece ser boa).

    Muito obrigado!

    1. Oi Jair, muito obrigado pela visita.
      Então, na realidade eu não usei nenhuma agência, fui visitar Teotihuacan e a lucha libre com o próprio albergue na Cidade do México que faz uns passeios ótimos e em conta.
      Já em Playa del Carmen eu contratei um passeio casado com Xel-Ha e Tulum. Não me lembro o nome, mas é muito fácil encontrar no calçadão principal. Os preços variam pouco.

      Para ir de uma cidade a outra, fiz o seguinte esquema:
      Cidade do México – Puebla: ônibus saem a toda hora do Terminal Central Tapo (tem metrô até esta rodoviária)
      Puebla – Cholula: as cidades são vizinhas, dá pra ir de ônibus circular tranquilamente e voltar no mesmo dia
      Puebla – Cancún (avião; a Volaris https://www.volaris.com.mx faz o trajeto por um ótimo preço)
      Cancún – Playa del Carmen: Ônibus e vans saem do próprio aeroporto de Cancún ou da rodoviária
      Playa del Carmen – Cozumel: Uma fica a menos de 1h da outra; o trajeto é feito de ferry boat.

      Espero ter ajudado,
      abraços

  3. oi Rafael!
    Muito legal suas fotos! Obviamente vc não deve lebrar de mim, mas estava no albergue na mesma época que vc, vi vc algumas vezes no corredor ou no elevador, no dioa do protesto eu voltava de acapulco, realmente tava uma loucura aquele dia!

    abraços!

  4. oi, muito legal seu blog sobre o méxico. Estou indo para lá dia 3 de janeiro e queria saber o nome da empresa que vc fez o tour para as piramides, pois achei muito legal.Quanto tempo demorou? obrigada
    Valéria

  5. Fantásticoo!!! Ainda mais que a gente quase não gosta de história né ?!
    Não vou comentar ..
    Prefiro perguntar tudo pessoalmente em relação a esse passeio, que parece ser incrivelmente lindo!

    Saudades Rafa
    Bjo

  6. rafaaaa
    que maravilhoso! que fotos bem tiradas!
    como esse mundo é incrivel né????

    adoraria estar ai…caralhoooo

    beijosss

      1. Olá Rafael. Estava olhando seu site e tentando bolar dois roteiros de viagem, para ver qual sairia mais em conta. gostaria de te fazer umas perguntas, se não se importa. Como faço para entrarmos em contato por email?
        Abs,
        Luisa

  7. Tequila de limão? Que super!! Cuidado hein companheiro, as pirâmides aí são altas e o tombo é feio! rsrs brincadeira Rafa!! Estamos adorando as novidades, continue escrevendo, beijão =)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Melhor preço para Seguro Viagem

Sobre Nós
Rafael Carvalho

Somos Adolfo Nomelini e Rafael Carvalho, dois jornalistas que trabalham com conteúdo digital há mais de 10 anos. Aqui você encontra nossas dicas de viagens pelo Brasil e o mundo.