O que fazer em Blumenau, SC: Dicas além da Oktoberfest

Quer saber o que fazer em Blumenau? Neste post, a gente dá várias dicas das principais atrações da capital nacional da cerveja e de uma das cidades mais alemãs do Brasil.

Claro que o grande destaque de Blumenau é a Oktorbefest, mas a cidade tem muitos outros atrativos que agradam a família toda durante o ano inteiro.

Além disso, damos dicas de onde se hospedar e muito mais. Boa viagem!

Parte externa da Prefeitura de Blumenau com placa escrito Ich Blumenau
Prefeitura de Blumenau (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Aliás, antes de mais nada, preparamos um índice para que você tenha acesso rápido a vários trechos do post:

O que fazer em Blumenau, SC

Vamos finalmente às dicas do que fazer em Blumenau, em Santa Catarina.

1. Vila Germânica

Não poderíamos começar o post com o que fazer em Blumenau falando de outro lugar. Sem dúvidas, a Vila Germânica é uma das principais atrações de Blumenau, já que é aqui que acontecem alguns dos principais eventos da cidade.

Embora seja famosa por receber a Oktoberfest, a Vila Germânica pode ser visitada durante todo o ano.

Entrada da Vila Germânica, dica do que fazer em Blumenau, com construções em estilo enxaimel
Vila Germânica (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Em seus 40 mil metros quadrados, a Vila possui lojinhas de souvenirs e artesanato. Possui restaurantes típicos alemãs, cafés e cervejarias. Aliás, visitar a Vila é fazer uma verdadeira viagem à Alemanha sem sair do Brasil.

Parte externa da Vila Germânica com construções no estilo enxaimel amarelas, em Blumenau
Vila Germânica (Foto: Esse Mundo é Nosso)

No total, ela conta com quatro grandes pavilhões e uma linda parte externa.

Além disso, outros eventos como o Sommerfest e o Festival Brasileiro da Cerveja acontecem aqui.

Área externa da Vila Germânica, dica de o que fazer em Blumenau, com construção em estilo enxaimel e tapete verde
Vila Germânica (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Aliás, os eventos de Páscoa e Natal também ocorrem na Vila.

A Vila Germânica fica aberta durante todos os dias do ano.

End.: R. Alberto Stein, 199
Site oficial: parquevilagermanica.com.br
Horários: Restaurantes das 11h às 23; Café das 9h às 21h; Sorveteria das 10h às 21h; Lojas de segunda a sábado das 10h às 20h e aos domingos e feriados das 10h às 18h.

2. Rua XV de Novembro

Como praticamente toda cidade, Blumenau também tem a sua Rua XV de Novembro. Localizada no centro, ela conta com diversas lojas.

Rua XV de Novembro, em Blumenau, com construções em estilo enxaimel em dia de céu azul com nuvens
Rua XV de Novembro (Foto: Esse Mundo é Nosso)

O comércio é o grande atrativo por aqui, já que há muitas opções de lojas na região que vão de departamento até padarias e restaurantes.

Vale a pena observar que algumas construções são no estilo Enxaimel, técnica de construção alemã sem utilizar pregos e parafusos.

Nesta rua, estão o Teatro Carlos Gomes e o Castelinho da Havan.

3. Prefeitura e Relógio das Flores

Outra dica do que fazer em Blumenau é passear pela Prefeitura. Embora seja apenas a parte externa, vale a pena, já que a construção é bem bonita.

Prefeitura de Blumenau com decoração de Páscoa na frente em dia de céu nublado
Prefeitura de Blumenau (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Aproveite que está pela Av. XV de Novembro para ir andando até a prefeitura. Ao lado, está o famoso Relógio das Flores. Mas, infelizmente, quando estivemos em Blumenau, ele estava fechado para reforma.

End.: Praça Víctor Konder, 02

4. Rio Itajaí-Açu

Aliás, vale a pena também nesta mesma região andar para observar o rio Itajaí-Açu e a Ponte de Ferro Aldo Pereira de Andrade, que foi construída com material importado da Alemanha e inaugurada em 1931.

Rio Itajaí-Açu, dica de o que fazer em Blumenau, em dia nublado com Ponte de Ferro Aldo Pereira de Andrade
Rio Itajaí-Açu (Foto: Esse Mundo é Nosso)

5. Museu da Cerveja

Atualmente em reforma e com previsão de abertura pro segundo semestre de 2022, o Museu da Cerveja foi inaugurado em 1996. Com 300 metros quadrados, ele tem como objetivo contar a história da região com a cerveja, já que Blumenau é considerada a capital nacional desta bebida.

Arte mostra como ficará a parte externa do Museu da Cerveja, dica do que fazer em Blumenau
Museu da Cerveja (Foto: Divulgação)

Por lá, é possível ver algumas máquinas que eram usadas no processo da fabricação da cerveja e rótulos antigos.

End.: Av. XV de Novembro, 160

6. Cervejarias

Já que o assunto é cerveja, visitar cervejarias é outro item que não pode faltar na lista de o que fazer em Blumenau.

A primeira que visitamos foi a Bier Villa, na Vila Germânica. O menu de cervejas é bem completo com muitas opções regionais como a Faroeste e a Blumenau, mas também há boas opções para comer (End.: Vila Germânica – biervila.com.br).

A Norden Bar & Biergarten é outra ótima opção de cervejaria em Blumenau, já que possui uma área externa perfeita para dias mais quentes. Eles vendem diversas marcas e também fabricações próprias. Aliás, lá há a cerveja Hofbräuhaus, que vem direto da Alemanha (End.: R. Xavantina, 100).

Luzes acesas e mesas externa do Norden Bar & Biergarten
Norden Bar & Biergarten (Foto: Esse Mundo é Nosso)
Caneca de chopp do Norden Bar & Biergarten, dica do que fazer em Blumenau
Norden Bar & Biergarten (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Outra cervejaria que não pode faltar na sua lista é a Eisenbahn Bierhaus. O bar típico alemão remete a uma antiga estação ferroviária. Claro que não podem faltar os típicos chopes da Eisenbahn (End.: Vila Germânica – bierhausblumenau.com.br).

Se você gosta de conhecer o processo de fabricação da cerveja, pode visitar a fábrica da Cerveja Blumenau. É preciso fazer um agendamento prévio por telefone (47) 3338-5000. Além disso, lá há uma loja de fábrica com diversos itens da marca (End.: R. Arno Delling, 388 – cervejablumenau.com.br).

7. Museu Hering

Ótima pedida para dias de chuva, o Museu Hering conta a história da marca de roupas que teve início na região.

Embora não seja muito grande, o museu é moderno e bonito e traz informações interessantes sobre a Hering.

Área externa do Museu Hering com árvores e grama verde
Museu Hering (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Além disso, do lado do museu há uma grande loja da marca. Não tem descontos especiais, mas é possível encontrar produtos que vão além dos que costumamos achar nos shoppings.

End.: R. Hermann Hering, 1740
Funciona de segunda a sábado, das 10h às 16h

8. Empório Hemmer

A Hemmer também é uma marca de Blumenau. Pra quem mora em cidades como São Paulo, está acostumado a ver poucos produtos deles nos supermercados, entre eles, ketchup, mostarda e maionese.

Empório Hemmer, dica de o que fazer em Blumenau, com diversos produtos da marca
Empório Hemmer (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Na loja de fábrica da marca, é possível encontrar todos os produtos da Hemmer disponíveis no mercado. Confesso que fiquei impressionado pela quantidade de itens produzidos por eles.

Cervejas da marca Hemmer expostas em seu empório
Cervejas Hemmer (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Tem, além dos básicos, azeite, pepinos em conserva, cebolinhas em conserva, picles e diversos molhos. Além disso, há cervejas feitas pela marca.

End.: R. Heinrich Hemmer, 2773
De segunda a sexta, das 7h às 19h. Aos sábados, das 7h às 16h.
Site: emporiohemmer.com.br

9. Glas Park – Museu do Cristal

Se você gosta de cristais, mas nunca viu um sendo feito, não pode deixar de ir ao Glas Park.

Cristais expostos na Glas Park Museu do Cristal, dica do que fazer em Blumenau
Glas Park (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Na loja, que também é um Museu do Cristal, você pode acompanhar todo o processo de fabricação de uma peça de cristal. Dá para ver os funcionários preparando diversos itens.

Além disso, um deles prepara do começo ao fim um item especialmente para os clientes que estão assistindo ao processo. Quando nós fomos, ele fez um golfinho de cristal. Foi uma experiência muito legal, mas, infelizmente, não é permitido tirar fotos ou fazer vídeos disso.

Aliás, a loja também tem diversos produtos (alguns com desconto).

End.: Rua Rudolf Roedel, 233
De segunda a sexta, das 9h às 18h | Aos sábados, das 9h às 13h

10. Restaurante Moinho do Vale

O Restaurante Moinho do Vale foi super indicado pra gente, mas, infelizmente, não tivemos tempo de conhecer.

Varanda do restaurante Moinho do Vale com mesas e janelas de vidro (Foto: Instagram do restaurante)
Restaurante Moinho do Vale (Foto: Instagram do restaurante)

Ele foi construído em 1970 às margens do Rio Itajaí-Açu. Funciona de terça a sábado para almoço e jantar e aos domingos somente para o almoço.

O cardápio é bem amplo. De entradas, há croquete de carne de panela, bolinhos de camarão e hackepeter (amo esse prato alemão que parece steak tartare). Como prato principal tem robalo com molho condimentado e arroz negro com camarão e strogonoff de filé. Além disso, há massas e risotos.

End.: R. Porto Rico, 66
Site: restaurantemoinhodovale.com.br

11. Karsten

A loja de fábrica da Karsten foi um pouco decepcionante pra gente. Achávamos que iríamos encontrar diversos produtos com preços de outlet, mas não foi isso que aconteceu.

Loja da Karsten, dica do que fazer em Blumenau, com toalhas e outros produtos da marca
Loja da Karsten (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Embora a loja seja realmente muito bonita e tenha todos os itens da marca, os preços são normais. Encontramos inclusive alguns mais baratos na internet.

O grande diferencial é que ali estão praticamente todos os produtos criados por eles. Dá para encontrar de tudo.

Pra não dizer que não existe promoção, há algumas toalhas de mesas, de banho e de rosto de segunda linha, ou seja, com algum problema de fabricação, que são vendidas por peso (R$ 69,90 o quilo em maio de 2022).

Peças de segunda linha separadas para serem vendidas por quilo na Karsten
Peças vendidas por quilo (Foto: Esse Mundo é Nosso)

End.: R. Werner Duwe, 5204
De segunda a sábado, das 9h às 18h. Aos domingos, das 11h às 17h

12. Oktoberfest

Quando pensamos sobre o que fazer em Blumenau, claro que sempre lembramos da Oktoberfest, a maior festa alemã da América. Ela acontece todos os anos no mês de outubro nos pavilhões da Vila Germânica e na parte externa.

Montagem mostra pessoas aproveitando a Oktoberfest, dica de o que fazer em Blumenau
Oktoberfest (Foto: Yani Cristóvão)

Ótima oportunidade para tomar as melhores cervejas produzidas em Blumenau. Além disso, há diversos shows com bandas que tocam músicas típicas da Alemanha e, claro, tem muita comida do país.

Vale comprar uma roupa típica para curtir a festa. Aliás, durante a Oktoberfest há diversas competições, como a de quem está com a melhor vestimenta.

Durante a festa da cerveja, há ainda desfiles na rua XV de Novembro que são imperdíveis.

13. Outros festivais em Blumenau

Se você gosta de comemorações temáticas, não pode deixar de visitar Blumenau. Embora a Oktoberfest, maior festa alemã das Américas, aconteça somente em outubro, em janeiro há a Sommerfest, a Oktoberfest do verão.

Já o Festival Brasileiro da Cerveja, evento com centenas de rótulos de cerveja para degustação, costuma acontecer em março.

Durante a Páscoa, a cidade recebe decoração especial. Já no final do ano, acontece o evento Natal em Blumenau com shows e desfiles temáticos.

A maior parte dos eventos acontece sempre na Vila Germânica.

O que fazer em Blumenau ao ar livre

14. Parque das Nascentes

Se você tiver mais tempo na cidade, não pode deixar de aproveitar para conhecer os parques que estão espalhados por ela.

Mirante com vista para as montanhas no Parque das Nascentes, dica de o que fazer em Blumenau (Foto: Site oficial do parque)
Mirante no Parque das Nascentes (Foto: Site oficial do parque)

O Parque das Nascentes foi criado em 1998 e faz parte do Parque Nacional da Serra do Itajaí. Ele possui 5,3 mil hectares. Aliás, é uma das poucas áreas de Floresta Atlântica no Sul do Brasil.

Ele conta com trilhas, rios, cachoeiras e mirantes. O ingresso para entrar ao parque custa R$ 20. Visitas durante a semana precisam ser agendadas através do WhatsApp (47) 99782-1286, mas aos finais de semana não é preciso agendar.

Funciona das 8h15 às 18h.

End.: R. Santa Maria, 14000
Site: institutoparquedasnascentes.wordpress.com/

15. Parque São Francisco de Assis

Outra dica do que fazer em Blumenau é visitar o Parque São Francisco de Assis, já que está localizado no centro da cidade. Ele possui 23 hectares.

O parque conta com 4 trilhas sinalizadas, Mata Atlântica e um pequeno curso d’água.

Ele funciona todos os dias. De segunda a sexta, das 8h às 12h e das 13h às 17h. Já aos finais de semana e feriados, das 8h às 12h e das 13h às 16h.

Aliás, em dias de chuva, o Parque São Francisco de Assis não abre. A entrada é gratuita.

End.: R. Ingo Hering, 390

16. Parque Ramiro Ruediger

O Parque Ramiro Ruediger é mais uma dos pontos turísticos de Blumenau. É o maior parque público da cidade com 40 mil metros quadrados.

Lago com construção na frente em dia de céu azul com poucas nuvens do Parque Ramiro Ruediger (Foto: Site oficial do parque)
Parque Ramiro Ruediger (Foto: Site oficial do parque)

Entre as atrações do parque estão uma pista de corrida, choperia, playground, quadras de tênis e quadras poliesportivas. Além disso, há área para vôlei de areia e pista de skate.

End.: R. Alberto Stein, 416

Outras dicas do que fazer em Blumenau e região

17. Comer a Linguiça Blumenau

Quando fomos a Balneário Camboriú, já havíamos ouvido falar sobre a linguiça Blumenau, mas foi somente na própria cidade que experimentamos esta iguaria da culinária alemã característica da região Sul e adoramos.

Segundo o site da Embutidos Olho, que produz uma das linguiças mais famosas da região, ela é produzida a partir de uma seleção de carnes, pernil, paleta e toucinho suíno temperada com pimenta e alho.

Linguiça Blumenau exposta em loja da Olho Embutidos em Pomerode
Linguiça Blumenau na Olho Embutidos, em Pomerode (Foto: Esse Mundo é Nosso)

O mais legal é que a linguiça já vem pronta para o consumo. É como se fosse um salame bem cremoso. Não precisa esquentar ou fritar. É comprar e comer. Uma delícia!

Aliás, é muito fácil de encontrá-la não apenas em Blumenau, mas também em Pomerode e até em Florianópolis.

18. Vila Itoupava

Mais um lugar que acabamos não conhecendo por falta de tempo, mas que gostaríamos de ter ido é a Vila Itoupava. Fica a 25 km do centro de Blumenau e é um charme.

A arquitetura remete à Alemanha com muitas casas no estilo enxaimel e muitos de seu moradores ainda falam alemão. Ótima pedida para quem viagem em casal.

Por lá, há ainda bons restaurantes e cervejaria.

19. Pomerode

A 30 km de distância de Blumenau, Pomerode é a cidade mais alemã do Brasil. Foi colonizada por imigrantes da região da Pomerânia

Homem caminha em frente à casa de estilo enxaimel em Pomerode, SC
Pomerode (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Embora seja uma pequena cidade, Pomerode tem diversas atrações. A principal delas é a Rota Enxaimel. Num trajeto de 16 km, é possível ver cerca de 70 casas no estilo Enxaimel, ou seja, construídas sem pregos e sem parafusos.

A cidade conta ainda com boas opções de restaurantes. Além disso, por lá, está a loja de fábrica da Oxford, famosa por vender louças, cristais e porcelanas.

Também tem um tour delicioso pela fábrica de chocolates Nugali, que oferece chocolate à vontade aos visitantes. Aliás, com o mesmo nome da cidade, você também pode conhecer a Pomerode Alimentos e seus saborosos queijos.

Se você gosta de cerveja, pode aproveitar para fazer o tour pela Schornstein. Não deixe também de ir a Olho Embutidos e experimentar a famosa linguiça Blumenau.

Se você visitar a região durante a Páscoa, não pode deixar de dar um pulinho em Pomerode, já que por lá acontece a Osterfest com a maior árvore de Páscoa do mundo, um ovo gigante, feira de Páscoa e apresentações folclóricas.

20. Beto Carrero

Se você estiver em Blumenau, mas quiser ir ao Beto Carrero, precisará pegar menos de 60 km de estrada, já que a distância até Penha é de 57 km.

Nós visitamos o parque nesta mesma viagem e ficamos surpresos com o que encontramos. Embora o parque já tenha 30 anos, ele está super bem cuidado, com ótimas atrações radicais, como o novo Rebuliço e duas montanhas-russas, e muitos brinquedos para as crianças.

Pessoas se divertem no brinquedo Rebuliço no Beto Carrero World
Rebuliço (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Além disso, por lá há shows bem produzidos da turma do Madagascar e do Hot Wheels. Vale a pena a visita.

Separe um dia inteiro para conseguir aproveitar bem todas as atrações. O que me deixou surpreso também foi a grande quantidade de opções para comer. Estava acostumado com o Playcenter que tinha hambúrguer, cachorro quente ou pizza.

No Beto Carrero, há opções de comida por quilo, sanduíches naturais, hambúrgueres e muito mais.

O que fazer em Blumenau com chuva

Olha! Se tem uma coisa que temos propriedade para falar é o que fazer em Blumenau com chuva, já que praticamente só pegamos água nessa viagem rs.

Na verdade, conseguimos andar um pouco pela XV de Novembro antes da chuva apertar, mas as nossas dicas pra você aproveitar a viagem mesmo com chuva são as seguintes:

  • Loja de fábrica da Hemmer
  • Loja da Karsten
  • Glas Park Museu do Cristal
  • Museu Hering
  • Bier Villa e Eisenbahn Bierhaus, na Vila Germânica
  • Norden Biergarten
  • Tour pela Cervejaria Blumenau (mas lembre-se que é preciso agendar)

O que fazer em Blumenau no fim de semana

Embora Blumenau seja uma cidade considerada grande, dá pra fazer muita coisa estando por lá apenas em um fim de semana.

Portal de Blumenau perto da Vila Germânica com carros passando em dia nublado
Blumenau (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Se você tiver apenas dois dias na cidade, aproveite para visitar a Vila Germânica, onde acontece a Oktoberfest, e experimente as cervejas da Bier Villa e da Eisenbahn Bierhaus.

Vá também à loja de fábrica da Hemmer, ao Museu Hering e ao Glas Park Museu do Cristal. Não deixe ainda de andar pela R. XV de Novembro e passe pela Prefeitura e pelo Relógio das Flores.

Embora seja apenas um fim de semana, dá para aproveitar bastante a cidade.

Roteiro em Blumenau

Fazer um roteiro em Blumenau é bem fácil, já que a cidade não possui um número exagerado de atrações. Veja as nossas dicas:

Dia 1 do roteiro em Blumenau

  • Chegada pela manhã na cidade
  • Passeio pela XV de Novembro (lojas, prefeitura, relógio das flores)
  • Museu da Cerveja
  • Almoço e tarde no Bier Vila na Vila Germânica
  • Eisenbahn Bierhaus (Vila Germânica)
Bonecos com trajes alemãs tomando cerveja em cima de loja na Vila Germânica, dica de o que fazer em Blumenau
Vila Germânica (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Dia 2 do roteiro em Blumenau

  • Manhã na loja da Hemmer e, se sobrar tempo, na Karsten
  • Tour pela Cervejaria Blumenau (mas lembre-se que precisa agendar)
  • Glas Park (Museu do Cristal)
  • Restaurante Moinho do Vale
  • Museu Hering
  • Fim de tarde e noite no Norden Biergarten

Dia 3 do roteiro em Blumenau

  • Bate e volta para Pomerode (Se tiver tempo, vale a pena dormir na cidade)

Onde se hospedar em Blumenau

Agora que você já viu que fazer, vamos falar sobre outro ponto muito importante na sua viagem. Nós já publicamos um guia de onde se hospedar em Blumenau, com todas as dicas. Mas vamos falar de algumas aqui.

A cidade tem diversas boas opções de hospedagem, mas vou dar destaque, em primeiro lugar, ao hotel que nós ficamos.

Villa do Vale Boutique Hotel

Escolhemos o Villa do Vale Boutique Hotel, que fica localizado em um casarão da década de 50, e fomos surpreendidos. O hotel, que é considerado o melhor da cidade e um dos melhores de luxo do Brasil, é excelente e tem um ótimo atendimento. Aliás, todos os funcionários são muito simpáticos e prestativos.

Cada quarto tem uma temática diferente que faz com que a decoração também mude. Nosso quarto era o Café. Portanto, as cores remetiam a isso.

Camas de solteiro com fotos dos hóspedes do Villa do Vale Boutique Hotel
Villa do Vale Boutique Hotel (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Aliás, quando nós entramos na acomodação, havia diversas fotos nossas na cama. Além disso, tinham alguns docinhos. Sabe quando os pequenos detalhes fazem toda a diferença? Foi exatamente o que aconteceu.

Nosso quarto contava com duas camas de solteiro super confortáveis. Tinha ainda uma banheira. Os ameneties eram da L’Occitane e da Trousseau. O hotel conta ainda com uma piscina maravilhosa.

Gastronomia do hotel

A gastronomia é um capítulo à parte. A começar pelo café da manhã. Tem uma parte que é buffet e outra à la carte.

Experimentamos a tapioca de linguiça Blumenau com sour cream. Estava incrível. Mas o que realmente ganhou nosso coração foi o ovo pochê empanado servido no pão brioche com bacon e espuma de parmesão. Não sei se esses dois itens ainda estão no menu porque que ele sofreu algumas alterações recentemente.

Pães, ovos, tapioca e sucos no café da manhã do Villa do Vale Boutique Hotel, dica do que fazer em Blumenau
Café da manhã (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Além disso, nós almoçamos e jantamos no hotel. No almoço, o restaurante funciona com menu executivo (entrada, prato principal e sobremesa opcional). Nós pegamos ceviche e carpaccio de filé mignon para começar.

De principal, experimentamos o entrecot com nhoque de mandioquinha, a moqueca de peixe e camarão e o risoto de linguiça Blumenau. Difícil decidir o que mais gostamos. Estava tudo perfeito, mas amei muito o risoto e o nhoque! Tudo maravilhoso.

Risoto de linguiça blumenau do Villa do Vale Boutique Hotel
Risoto de linguiça Blumenau (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Além disso, de sobremesa experimentamos o crème brûlée de doce de leite.

À noite, o restaurante funciona com pratos à lá carte. De entrada, pedimos o hackepeter, que é típico da Alemanha e lembra muito um steak tartare, e também tartare de salmão curado.

Além disso, como principal comemos risoto de funghi com filé mignon, spaghetti com frutos do mar, polvo grelhado com arroz negro e camarão crocante com mousseline de mandioquinha. Perfeitos! O restaurante é aberto para o público em geral.

Risoto de funghi com filé mignon do Villa do Vale Boutique Hotel, dica do que fazer em Blumenau
Risoto de funghi com filé mignon (Foto: Esse Mundo é Nosso)
Spaghetti com frutos do mar do Villa do Vale Boutique Hotel
Spaghetti com frutos do mar (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Não é apenas uma hospedagem, é uma experiência.

Outras opções de hospedagem em Blumenau

Outras dicas de hospedagem em Blumenau são o Hotel Glória, o Ibis, o Quality Hotel, o Slaviero, Plaza Blumenau e Hotel 10 Blumenau.

Onde fica Blumenau?

Blumenau está localizada a 150 km de Florianópolis ou a uma viagem de 2h30 de carro. O aeroporto mais próximo é o de Navegantes, que fica a cerca de 53 km ou a menos de 1h de viagem. Aliás, dá para coincidir a viagem com outros destinos, como Balneário Camboriú.

Carros passam em frente a um banco com construção no estilo enxaimel na XV de Novembro, dica do que fazer em Blumenau
XV de Novembro (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Como chegar em Blumenau

O aeroporto mais próximo de Blumenau é o de Navegantes (54 km), o mesmo usado por quem quer viajar pra Balneário Camboriú.

Ao desembarcar, você pode pegar os ônibus executivos por R$ 55 (preço de junho de 2022) ou alugar um carro.

Os veículos partem de acordo com as chegadas dos voos, então você irá esperar bem pouco. A viagem dura cerca de uma hora e dá pra comprar online no site da empresa ou no próprio aeroporto.

Ônibus executivo que liga o aeroporto de Navegantes a Blumenau
Ônibus da linha Navegantes x Blumenau (Foto: Esse Mundo É Nosso)

O bom de alugar um carro é que você tem mais liberdade pra se locomover na cidade e até mesmo visitar Pomerode. Uma dica é comparar os preços entre as melhores locadoras no site da Rentcars, que é o que usamos nas nossas viagens. Além de economizar, você ainda pode parcelar o aluguel.

Já quem quer vir de carro de capitais do Sul ou Sudeste, basta seguir pela BR-101 até a altura de Navegantes e depois pegar o entroncamento com a BR-470 por cerca de 50 km até o destino.

Mas se você preferir, a rodoviária da cidade também é bem servida de ônibus para diversos destinos do Sul e Sudeste. Alguns deles são: São Paulo, Florianópolis, Curitiba, Gramado, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Balneário Camboriú, entre outros.

Distâncias de Blumenau até capitais e cidades importantes:

  • Pomerode: 31 km
  • Florianópolis: 153 km
  • Balneário Camboriú: 62 km
  • Curitiba: 211 km
  • Porto Alegre: 595 km
  • São Paulo: 600 km
  • Rio de Janeiro: 1050 km
  • Gramado: 576 km

Precisa de carro?

Estar de carro em Blumenau não é algo imprescindível. Dá pra se virar bem com táxi ou por aplicativo caso você não queira ou não dirija.

Mas depender dos ônibus circulares eu não acho uma boa ideia em viagens a turismo. A gente não conhece bem as rotas e pode perder muito tempo.

Por outro lado, se você estiver de carro tem a liberdade de visitar as atrações ao redor da cidade sem se preocupar com valores ou em encontrar um táxi ou aplicativo. Pode ser uma ótima ideia pra visitar Pomerode, por exemplo. Esse é um passeio que deve entrar na listinha de o que fazer em Blumenau. Vale a pena!

Ou seja, dá pra se virar bem sem carro, mas se você puder, vale alugar um pra ter mais autonomia pra conhecer as atrações da região.

Como falei anteriormente, a dica é fazer a cotação no site da Rentcars, que compara os melhores preços entre as locadoras e ainda permite pagamentos parcelados. Nós sempre usamos!

Quando ir a Blumenau?

Os meses mais chuvosos em Blumenau são janeiro e fevereiro. Já os meses mais secos são junho, julho e agosto, mas nós estivemos na cidade em maio e pegamos muita chuva. Ou seja, isso é bem relativo.

Enquanto isso, no verão, as temperaturas médias mínimas são altas (cerca de 20º em janeiro e fevereiro) e as máximas também (28º nos dois primeiros meses do ano).

Já no inverno, costuma fazer frio. Em julho, a média mínima é de 11º e a máxima é de 20º.

Aliás, se você deseja fugir da alta temporada, evite viajar pra Blumenau durante a Oktoberfest.

Os dados foram obtidos no site do Climatempo.

Quantos dias ficar em Blumenau?

Agora que você já sabe o que fazer em Blumenau, vamos falar sobre a quantidade de tempo ideal para se passar no destino.

Embora seja uma cidade grande, não há tantas atrações assim por lá.

Se você for fora da época da Oktoberfest, dois dias inteiros na cidade são suficientes para aproveitar bem. Mas claro que se tiver mais tempo, sempre haverá alguma nova atração para conhecer.

Vale a pena usar um terceiro dia para fazer um bate e volta a Pomerode.

Aliás, ficou com alguma dúvida ou tem mais dicas do que fazer em Blumenau? Deixe nos comentários!

Adolfo Nomelini
Jornalista formado pela PUC-SP e pós graduado em Comunicação em Mídias Digitais, é apaixonado por música, coxinha, televisão, seus óculos e internet. Trabalha há mais de 13 anos com conteúdo online e passa boa parte do tempo "jogando o corpo no mundo, andando por todos os cantos e, pela lei natural dos encontros, deixando e recebendo um tanto".
Vai viajar? Reserve aqui com os melhores preços

Quando você reserva com nossos parceiros, encontra os melhores preços e ainda ganha descontos, além de ajudar o nosso trabalho. Nós recebemos uma pequena comissão e você nao paga nada a mais por isso!

Hospedagens
Pelo mundo no Booking.com
Seguro Viagem
Ganhe 20% OFF em seu Seguro Viagem!
Passeios e Ingressos
Reserve experiências inesquecíveis em todo o mundo
Aluguel de Veículos
Sem iof em até 12x sem juros
Chip de Internet
Seu Chip de Internet Global para usar em todas as viagens