Buenos Aires é mesmo uma cidade muito charmosa. Além de suas ruas cheias de prédios ricos em arquitetura e do tango, que pode ser ouvido em diversos locais, a capital argentina traz surpresas que deixam a viagem ainda mais inesquecível.

Esqueça um pouco as compras, já que muitos brasileiros adoram ir à cidade devido à valorização da moeda nacional, e aproveite algumas horas na livraria “El Ateneo”, uma das mais bonitas do mundo.

Localizada em um prédio que já foi um teatro, a livraria mantém até hoje as características originais do local, e traz um café em pleno palco, rodeado por cortinas vermelhas e bate-papo. Os livros ficam expostos entre camarotes e uma arquitetura de tirar o fôlego.

Construído no final da década de 1910, o teatro tinha capacidade para receber mais de mil convidados. Lá já foi palco de espetáculos de tango e até mesmo de shows de Carlos Gardel. Além disso, o teatro também foi cinema antes de virar uma das maiores livrarias da América Latina.

 

 

 

 

 

 

 

Atualmente, a livraria possui área especial para as crianças, além de CD’s e DVD’s. Em 2008, o jornal britânico The Guardian elegeu “El Ateneo” como a segunda melhor livraria do mundo. Sem dúvida, um dos melhores lugares que eu conheci em Buenos Aires.

Onde
Av. Santa Fe, 1.860

Sobre o Autor
Adolfo Nomelini
Jornalista formado pela PUC-SP e pós graduado em Comunicação em Mídias Digitais, é apaixonado por música, coxinha, televisão, seus óculos e internet. Trabalha há 8 anos com conteúdo online e passa boa parte do tempo "jogando o corpo no mundo, andando por todos os cantos e, pela lei natural dos encontros, deixando e recebendo um tanto".

7 respostas

  1. BUENASDICAS,
    Embora este comentário seja de 2013, não pude deixar de responder. Vamos por pontos:

    1. “Embora clichê, passeio clássico e obrigatório em Buenos Aires.”

    A palavra clichê no sentido figurado, significa uma ideia muito batida/repetida. Embora seja uma livraria, está longe de ser algo comum. Foi um teatro, depois cinema, e então ganhou as prateiras e tornou-se uma livraria. E diga-se de passagem, QUE bela livraria.

    2. “Mas só pela arquitetura mesmo, já que o acervo não tem nada de excepcional.”

    Ledo engano Padawan! Como uma livraria pode não haver nada de excepcional? Isso é uma questão muito particular, obviamente. O popular “questão de gosto”. Eu fui até lá e me encantei por tudo, havia todo o tipo de literatura. Não me interessei em trazer algum livro, por se tratar do idioma espanhol.Isso, é um motivo. Mas dizer que o acervo não tinha nada de excepcional, é muito pretensioso de sua parte.

    De uma apaixonada por livros e por arte!
    Abraços

  2. Quando eu estive em Buenos Aires, fiquei dois dias de cama e acabei não indo nesse lugar. Meus amigos que foram falaram realmente que era linda, mas até então eu não tinha visto as fotos. Mas pode deixar que já está na minha listinha.

    1. Bom dia, Pedro! Obrigado pela visita no blog! Não deixe de ir lá mesmo da próxima vez. Vale muito a pena. Foi um dos lugares que eu mais gostei em Buenos Aires. Abraços

    1. Olá!! Obrigado pela visita no blog! Lá vale realmente a pena. Se você for para Buenos Aires de novo, não deixe de passar por lá! Você não se arrependerá.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Reserve seu hotel aqui
Melhor preço para Seguro Viagem

Sobre Nós
Rafael Carvalho

Somos Adolfo Nomelini e Rafael Carvalho, dois jornalistas que trabalham com conteúdo digital há mais de 10 anos. Aqui você encontra nossas dicas de viagens pelo Brasil e o mundo.