O dia em que tomamos café da manhã no Cristo Redentor

Quando estamos viajando, acordar muito cedo nem sempre é tão sofrido. Ainda mais quando precisamos colocar o celular para despertar às 4h30 para tomar café da manhã no Cristo Redentor.

Foi exatamente isso que aconteceu durante a nossa passagem pelo Rio de Janeiro a convite do Google. Ao chegar ao hotel, demos de cara com um aviso “Ok, Google. Me acorde às 4h30”. Neste caso, acordar cedo era para viver algo inesquecível.

CAFÉ DA MANHÃ NO CRISTO REDENTOR

No outro dia, às 4h30 já estávamos de pé. Uma hora depois, entramos na van e fomos rumo ao Corcovado, vendo as luzes da cidade se apagarem pouco a pouco antes do sol nascer.

Cristo Redentor (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Chegamos lá e ainda estava escuro. Uma sensação indescritível ver aquelas escadas sem ninguém. O Cristo Redentor estava fechado só pra gente. Era a minha quinta vez lá e em todas as outras eu sofri para conseguir tirar uma foto de tanta gente que se amontoava. Entrar e dar de cara com o Cristo sem ninguém te atrapalhar para tirar aquela foto básica de braços abertos é sensacional.

Cristo Redentor (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Pouco a pouco a noite foi virando dia e o amarelo foi tomando conta do céu. Nada como poder escolher se queria tirar uma foto com o Cristo de fundo ou com o Pão de Açúcar. Não tinha ninguém para atrapalhar.

Cristo Redentor (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Subindo as escadas e de costas para o Cristo, perto da capela, tomamos café da manhã. E foi assim durante mais de uma hora. A gente, o Cristo e mais ninguém. Experiência que, possivelmente, jamais se repetirá em nossas vidas.

Cristo Redentor (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Cristo Redentor (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Cristo Redentor (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Cristo Redentor (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Cristo Redentor (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Até recentemente o Copacabana Palace oferecia este serviço para seus hóspedes. Um grupo de 15 pessoas tomava café da manhã no Cristo Redentor e o valor era de R$ 850 por pessoa. Mas o próprio parque cancelou a atração. Agora só é possível viver essa experiência em eventos fechados, como o do Google.

+ Veja todas as dicas do Rio de Janeiro
+ O que fazer no Rio: Um guia completo
+ Saiba como comprar ingressos para o Cristo Redentor

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM GOSTE

Adolfo Nomelini

Jornalista formado pela PUC-SP e pós graduado em Comunicação em Mídias Digitais, é apaixonado por música, coxinha, televisão, seus óculos e internet. Trabalha há 8 anos com conteúdo online e passa boa parte do tempo "jogando o corpo no mundo, andando por todos os cantos e, pela lei natural dos encontros, deixando e recebendo um tanto".

1 Comment

  1. Roberta Gouveia disse:

    Sensacional!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *