Como desbravar Salvador em um fim de semana – Domingo

O segundo dia em Salvador, domingão, começou mais devagar. A chuva pela manhã deu uma atrasada nos nossos planos, que eram ir à Igreja do Senhor do Bonfim, Ribeira e Barra.

Igreja do Senhor do Bonfim

Igreja do Senhor do Bonfim

Igreja do Senhor do Bonfim

Grátis
É bem afastada da zona turística e o taxi sai por R$25. Além da igreja, o lugar não tem nenhum outro atrativo, mas como ir a Salvador sem visitar esse patrimônio famoso por suas escadarias e comprar algumas fitinhas de presente? Diz a lenda que você deve amarrar uma fitinha na grade da igreja e fazer pedidos… claro que eu fiz os meus!

Sorveteria da Ribeira

Sorveteria da Ribeira

Sorveteria da Ribeira

Combinamos de conhecer o bairro Ribeira e tomar o sorvete mais famoso da Bahia, com sabores exóticos como algodão doce e caipiroska. O sorvete vale o passeio (R$4 a bola), já o bairro, não gostei. Nada turístico, feio e sujo.

Praia da Barra

Cabana do João - Praia da Barra

Cabana do João - Praia da Barra

Cabana do João - Praia da Barra

Cabana do João - Praia da Barra

Praia da Barra

Praia da Barra

Essa é uma das poucas praias na região central da cidade e é linda. A vista do mar com o Farol da Barra de fundo é demais! Almoçamos na Cabana do João – O Rei do Caranguejo. O lugar é ótimo, barato e fica à beira-mar. Confesso que abusamos da comida, porque queríamos experimentar de tudo: muqueca, queijo coalho, caranguejo…

Porto da Barra

Praia Porto da Barra

Praia Porto da Barra

Pôr-do-sol no Porto da Barra

Pôr-do-sol no Porto da Barra

Bem pertinho do Farol da Barra, fica outra praia, a Porto da Barra. Foi lá que nos sentamos para tomar uma cerveja e apreciar outro pôr-do-sol inesquecível. Um adeus e tanto da Bahia para nós!

 

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM GOSTE

Rafael Carvalho

Mineiro fã de frango com quiabo e de uma boa cerveja, mora atualmente em São Paulo. É formado em Rádio e TV, pós-graduado em Jornalismo e trabalha há mais de 12 anos com Conteúdo Digital. Já passou por empresas como SBT e Jovem Pan FM. Apaixonado por viagens, fundou o Esse Mundo É Nosso e roda o Brasil e o mundo o ano todo sempre em busca de dicas para serem compartilhadas.

8 Comments

  1. Turismo Bahia disse:

    Rafael e Adolfo, adorei o post. Deixo aqui minha dica para sua próxima viagem à Salvador. Não deixem de conhecer Cachoeira-BA http://passarferias.com.br/bahia/cachoeira/
    Abraços

  2. Edwiges disse:

    Como me sinto orgulhosa de você… Parabéns… Sua descrição é perfeita… Sinto-me na companhia de vocês, desfrutando deste passeio… Você, inclusivel, me dá o prazer de viajar, mesmo quando não me é possível fazê-lo. Te amo…

  3. Adolfo disse:

    Ahhh! Esqueci de falar que é muito bom poder fazer parte do post não só como leitor, mas como viajante mochileiro hahaha!

  4. Adolfo disse:

    Muito bom, chico!
    A viagem foi sensacional e a gente pôde comprovar que um fds pode render muito!
    Que venha a próxima!
    Adorei os posts!

  5. Rafa disse:

    Muito obrigado a todos pelos comentários, fiquei muito feliz!

  6. Leandro disse:

    Adorei as fotos e o texto, muito massa! Aquela foto da comida hum! Saudades Rafa bjão!

  7. Miguel Arcanjo Prado disse:

    minto, a definição que eu citei acima é de carybé, cumpadre de jorge.

  8. Miguel Arcanjo Prado disse:

    Salvador é sempre linda e a mais linda definição para a cidade foi dada por Jorge Amado:

    A Bahia, cidade gorda, farta de cacau e fumo, está debruçada sobre o mar, fingindo não saber de nada, tomando a fresca, vendo a lua se escamando na maré de enchente, vendo a descaração na Ladeira da Misericórdia, vendo os saveiros serenos.

    Que bom que foram à minha praia mais querida, onde aprendi a nadar: o Porto da Barra, jogado pelos meus tios ao mar do alto de quebra-mar…

    Lindas fotos e ótimo texto, como sempre.

    Miguelito

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *