Como é viajar de trem pela Europa; da compra da passagem ao desembarque

Quando resolvi que viajaria para a Europa, decidi, em primeiro lugar, que iria para Londres. Depois,  que voltaria para o Brasil de Amsterdam. Assim, compraria ida e volta pela mesma companhia, mas partindo e voltando de lugares diferentes. Só depois disso, pensei se passaria por outros países e como faria estes trajetos. Nesta hora, comecei a pesquisar e a conversar com pessoas que já haviam tido esta experiência, o que não é raro encontrar, e cheguei a conclusão de que meu roteiro seria “Londres – Paris – Bruxelas – Amsterdam” e que faria todos os trajetos internos de trem.

COMO É VIAJAR DE TREM PELA EUROPA

Entrei no site da Rail Europe, comecei a simular dias e horários e percebi que há uma diferença de preço significativa entre eles (então, fique de olho e simule várias datas e horários). O site é todo em português, o que facilita muito. O que é bom também é que você tem a possibilidade de receber as passagens impressas em casa.

Como é viajar de trem pela Europa (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Como é viajar de trem pela Europa (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Fiz os seguintes trajetos de trem:  Londres – Paris | Paris – Bruxelas | Bruxelas – Amsterdam. O mais longo foi o primeiro, que durou 2 horas. Este é o trem que passa pelo Canal da Mancha. Mas nem se anime, você estará em um túnel e não verá nada.

Todas as idas às estações de trem foram tranquilas, já que elas estavam ligadas ao metrô. Outra dica é pesquisar qual é a estação mais central. Em alguns casos, há mais de uma estação na cidade.

CHECK-IN

Em Londres, eu cheguei mais cedo porque era minha primeira viagem de trem e eu não sabia como seria. Foi muito rápido o processo. Passei em um guichê, fiz o check-in, que era apenas mostrar a passagem. Depois, as malas passaram pelo Raio X e eu tive que ir para a  imigração.

Como é viajar de trem pela Europa (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Separei um parágrafo para falar apenas da imigração. Como era minha primeira viagem de trem, eu não tinha a menor ideia de que eu deveria passar pela imigração dos dois países (Inglaterra e França) ainda em Londres. Portanto, preste atenção. O passageiro recebe o carimbo de saída do país e ganha o de entrada do outro país no próprio embarque, ou seja, em Londres. Na hora que você chega ao seu destino final, não passa pela imigração. Tudo isso porque a Inglaterra não faz parte do Espaço de Schengen, que tem livre circulação entre os países.

Como nos outros casos eu só viajei dentro da área que pertence ao tratado, pude chegar às estações quase na hora do embarque (Não esqueça que ainda é preciso procurar a plataforma do seu trem) e não precisei mostrar meu passaporte para mais ninguém, nem passar por Raio X. Tudo muito rápido e tranquilo.

EXPERIÊNCIA DE VIAGEM

Falando em tranquilidade… Minhas três experiências de trem foram ótimas. Viajei de primeira classe, mas mesmo se não tivesse sido de primeira classe não teria me arrependido. As três fotos a seguir são do Eurostar, trem que liga Londres a Paris.

Como é viajar de trem pela Europa (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Como é viajar de trem pela Europa (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Como é viajar de trem pela Europa (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Na primeira classe, havia WI-FI disponível e os atendentes eram muito simpáticos. Duas viagens foram feitas pela manhã, então, havia café da manhã com diversos tipos de pães, croissant  e suco de laranja. O trecho Bruxelas – Amsterdam foi feito à noite. Para o jantar, serviram tapas da Espanha, com queijos e opções de bebidas. Tudo estava muito bom.

Vale lembrar que se sua mala for muito grande, você precisa deixá-la no compartimento que fica entre os vagões. Portanto, talvez seja melhor levar um cadeado. Eu não levei porque fiquei de olho na minha mala.

As fotos a seguir são do trem da Thalys, empresa que usei para os trechos Paris – Bruxelas e Bruxelas – Amsterdam.

Como é viajar de trem pela Europa (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Como é viajar de trem pela Europa (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Como é viajar de trem pela Europa (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Como é viajar de trem pela Europa (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Como é viajar de trem pela Europa (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Como é viajar de trem pela Europa (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Como é viajar de trem pela Europa (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Como é viajar de trem pela Europa (Foto: Esse Mundo é Nosso)

PONTUALIDADE

Todos os trens saíram pontualmente e chegaram no horário previsto. Sem aquele estresse de aeroporto, de confusão para embarque, de tumulto. Tudo muito calmo, tranquilo e confortável. Valeu a pena.

Acesse o site da Rail Europe para checar datas, horários e preços das passagens.

Espero que este post tenha ajudado a entender como é viajar de trem pela Europa.

* O jornalista viajou em parceria com a Rail Europe, mas mesmo sem o convite, teria viajado de trem pela Europa.

+ Curta nossa página no Facebook
+ Siga o @essemundoenosso no Instagram
+ Também estamos no Twitter

 

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM GOSTE

Adolfo Nomelini

Jornalista formado pela PUC-SP e pós graduado em Comunicação em Mídias Digitais, é apaixonado por música, coxinha, televisão, seus óculos e internet. Trabalha há 8 anos com conteúdo online e passa boa parte do tempo "jogando o corpo no mundo, andando por todos os cantos e, pela lei natural dos encontros, deixando e recebendo um tanto".

10 Comments

  1. JOAO FLAVIO SILVA OLIVEIRA disse:

    Ola, desculpe-me a ignorância, fiquei com duvidas quanto a imigração, estou fazendo programando uma viagem bem parecida com a sua , Londres – Bruxelas, Bruxelas – Colonia , Colonia – Amsterdã, meu passaporte sera carimbado em todos estes países ?

  2. Viajar talvez seja a melhor coisa do mundo depois de comer e de sexo rs

  3. Levi disse:

    Na vdd o Reino Unido faz parte da UE, só não é parte da Area Schengen que dá acesso livre aos países (fronteiras abertas), a Suíça nao está na UE e faz parte, tendeu ?

  4. Ilda Figueiredo disse:

    Estou adorando tudo. Vou ficar 30 dias em Firenze estudando e nos dias que não tiverem aulas gostaria de conhecer outros paises e como faço para conhecer de trem. Tipo imigração, etc. Obrigada. Ilda Figueiredo

  5. Lilian Sousa disse:

    Olá meninos, vou fazer meu 1º primeira viagem a Europa do dia 01 a 15/11/14. Comprei minha passagem chegando em Amsterdã e voltando por Paris (era o trecho que achei em promoção). Agora estou em dúvida como faço o roteiro e o meio de transporte. Pensei em ficar em Amsterdã (3 dias), Londres (4 dias), Roma (4 dias), Paris (4 dias). Poderiam me ajudar? Estou adorando o blog. Desde já agradeço. Abraço.

  6. Camila disse:

    Olá. Muito bom o post, mas você não comentou sobre a compra. Talvez por ter ido à convite da Rail, mas por acaso você sabe em que momento da compra nós fazemos a reserva dos assentos? Estou viajando com mais duas pessoas e gostaria de pegar aqueles assentos duplos virados um para o outro. Não consegui achar nenhum post específico sobre isso. Obrigada!

  7. anônimo disse:

    A maior diferença em relação aos poucos trens de viagens do Brasil são os passageiros. Ficar horas num vagão com gente escutando funk em último volume, berrando, falando merda, enchendo o saco … ninguém merece e nunca mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *