Como é voar pela companhia Taca para Lima – Peru

A Taca é uma empresa aérea centro-americana, aliada à colombiana Avianca, que voa para mais de 50 destinos em 22 países das Américas. No Brasil, a empresa atua em São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e Porto Alegre com voos diretos para Lima, onde são feitas as conexões também.

Experimentei a companhia no feriado de 15 de novembro e compartilho aqui minha experiência.

+ Veja todas as dicas de Lima

O check-in tanto em Guarulhos como em Lima foi bem tranquilo e os funcionários bastante atenciosos. A única coisa que me chamou atenção foi que, tanto aqui como lá no Peru, havia overbooking. Funcionários da Taca estavam na fila do check-in oferecendo até US$500 e hospedagem para que alguém desistisse e embarcasse no dia seguinte.

Avião da Taca em GuarulhosMas eu não tive nenhum problema. Confesso que até aceitaria se estivesse de férias, mas como era apenas um feriado, não teria como. Pelo menos os dois voos foram pontuais.

O avião de ida era mais confortável, mas de qualquer forma, as duas aeronaves eram os básicos Airbus A320, nossos velhos conhecidos da aviação doméstica brasileira. Como entretenimento, havia apenas televisores coletivos e algumas rádios individuais, nas próprias poltronas.

Avião da Taca

O serviço de bordo chamou a atenção, foi bem curioso. Tudo era doce. Pensei até no meu pai, que era diabético, e sofreria numa viagem como esta. Tirando o pãozinho oferecido, salgado, havia um bolinho doce, frutas e também “pastel”, o que confunde muita gente. Na realidade, “pastel” é bolo em espanhol e este era de pera. No meio da viagem, foi servido outro bolinho, de chocolate.

Serviço de bordo

Serviço de bordo

Serviço de bordo

Seguindo a parte curiosa do serviço de bordo, mesmo sendo 7h da manhã no Brasil – e 4h em Lima – havia bebidas alcoólicas, além de refrigerante e suco. Cerveja Cusqueña, vinho e vodka foram muito bem servidos.

Uma coisa que vale a pena ficar acordado na viagem é ver a Cordilheira dos Andes coberta de neve na região de Cuzco, além do gigante Lago Titicaca, o lago navegável mais alto do planeta, a 4 mil metros de altitude. Dá para avistar tudo isso na reta final da viagem, cerca de 1h antes de pousar em Lima.

Vista das Cordilheiras

De qualquer forma, apesar de simples, gostei muito dos serviços prestados pela Taca. A tripulação é educada e atenciosa e os voos foram bem pontuais. Com certeza voaria de novo!

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM GOSTE

Rafael Carvalho

Mineiro fã de frango com quiabo e de uma boa cerveja, mora atualmente em São Paulo. É formado em Rádio e TV, pós-graduado em Jornalismo e trabalha há mais de 12 anos com Conteúdo Digital. Já passou por empresas como SBT e Jovem Pan FM. Apaixonado por viagens, fundou o Esse Mundo É Nosso e roda o Brasil e o mundo o ano todo sempre em busca de dicas para serem compartilhadas.

14 Comments

  1. Monica disse:

    Neste mundo dos aviões, aconteceu algo nos céus que pude observar aqui da cidade onde moro. Penso que muitos simplesmente observaram e não se ativeram para algo que teria um desfecho. Ora, de repente, era comum a gente observar até 3 jatos simultâneos contrailizando os céus. O que estava acontecendo?. De repente os brasileiros todos começaram a voar?. Deu no que deu. Sumiram os jatos alguns meses depois. O salário do pecado é a morte. Quem se entrega ao pecado torna-se escravo dele. Muitos brasileiros entregaram-se às cobiças dos seus corações e queimaram boa parte de suas reservas previdenciárias nas empresas aéreas… o salário do pecado é a morte…:)

  2. José Roberto Santos disse:

    Boa noite Rafael, tudo bem? em abril eu e três amigos iremos para Havana com destino final em Santiago de Cuba, sairemos de Poa com conexão rápida me Lima, pergunto: Tem como fazer me Lima ou na chegada em Havana o Visto para Cuba ou tem que ser feito somente no consulado em SP?
    Abraços.
    José Roberto
    Harmonia-RS

  3. Adriana disse:

    De que lado do avião dá para ver a cordilheira dos andes?

  4. fred disse:

    Exelente Cia, só voo de taca para Lima, Lan é pessima!

  5. Raquel disse:

    Bom dia Rafael, gostaria de saber se exigiram o seu passaporte na hora do embarque? Pois estou com viagem marcada mas o meu passaporte esta com uma agencia para tirar o visto canadense….

  6. João disse:

    Voei na Taca também esses dias, e a comida de bordo parece ser sempre a mesma. haha

  7. sandro rosa disse:

    hola rafa,olha eu gostaria de saber ,se alem do dolra americano, em lima eles aceitao outras moesdas ex;dolara australiano etc… esperoq ue vc possa me ajuadar .

  8. sandro rosa disse:

    hola ,tb gostaria de saber onde la em lima no aeroporto onde e melhor pra mim pegar um taxi e se e muito caro ,desde ja agradeço.

    • Rafael Carvalho disse:

      Oi Sandro, tudo bem?
      Logo ao pegar sua bagagem no aeroporto de Lima, peça orientação. Mas não pare logo nos primeiros guichês que oferecem táxi, pois eles cobram até 3x mais. Ainda antes de sair do desembarque, depois de passar por esses primeiros guichês, existem outros guichês com preços bem mais em conta. Vale sempre pedir ajuda para o balcão de orientação aos turistas.
      Abraços e volte pra contar sua experiência!
      Rafael

    • Rafael Ramos disse:

      Sandro já estive em Lima 2 vezes e um dica é você pegar o táxi na área doméstica ou passar pelos insistentes taxistas credenciados e tentar conseguir algum táxi mais para à frente de onde eles costuma ficar, pois alguns taxistas não credenciados, costumam ficar por ali tb. Para Miraflores, um taxista (não credenciado), nos deu uma dica de que o valor máximo da corrida estaria entre 30 e 35 soles, o que alguns taxistas credenciados estavam querendo nos cobrar 60. A dica com taxis em Lima é negociar e negociar…Boa sorte

  9. sandro rosa disse:

    ola bao noite,olha eu gostari de saber se e facil o entendimento de nossa ligua em lima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *