Dicas da Ilha da Madeira: O que é bom saber antes de ir

A minha viagem à Ilha da Madeira, em Portugal, foi surpreendente. Lugares lindos, cidades charmosas, cultura presente e gastronomia imperdível. Difícil resumir todas as sensações que esta pequena ilha localizada no meio do oceano Atlântico me passou. Por isso, para te ajudar a organizar uma viagem pra lá, reuni algumas dicas da Ilha da Madeira neste post. Confira!

DICAS DA ILHA DA MADEIRA

Com origem vulcânica, a Ilha da Madeira, em Portugal, é a principal ilha de um pequeno arquipélago localizado no meio do Oceano Atlântico e que possui 260 mil habitantes. Embora seja pertencente a Portugal, a ilha é uma região autônoma. Sua capital é a cidade do Funchal, que possui 120 mil moradores.

Neste post, darei diversas dicas da Ilha da Madeira, além de contar algumas curiosidades sobre este local que me encantou do início ao fim a viagem.

 

| UMA PEQUENA ILHA CHEIA DE ATRAÇÕES

A Ilha da Madeira possui apenas 57 km de comprimento e 22 km de largura. Vendo assim, parece realmente ser uma ilha pequena. Entretanto, além das diversas atrações que há por lá, para ir de um lugar para o outro é preciso andar bastante, passar por túneis, subir e descer montanhas.

Em uma extensão tão pequena, fica até difícil acreditar que há vinhedos, plantas tropicais, calor e frio num mesmo lugar. Na Ilha da Madeira isso é possível. Basta andar um pouco, para mudar totalmente de cenário. Em um canto, pode estar fazendo um belo sol e céu azul. Subindo um pouco, o clima já esfria e a neblina ganha força.

Dicas da Madeira (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Embora pertença a Portugal, a Ilha da Madeira fica a 1000 km de distância do país. Já da África está a 600 km e das Ilhas Canárias a 500.

 

| COMO CHEGAR

Pra chegar á Ilha da Madeira é preciso ir de avião. Tudo bem, há alguns navios que passam pela ilha durante o ano, principalmente no inverno, mas se você deseja conhecer de verdade o destino, esqueça esta alternativa. O jeito é mesmo pegar um voo com destino ao Aeroporto do Funchal.

Durante o ano há pelo menos 11 voos diários que partem de Lisboa com destino à ilha. Na alta temporada (verão), este número passa a 15. Da capital portuguesa até lá, o voo dura 1h30. Há também voos diretos vindos do Porto e de outros lugares do mundo como Holanda, Suíça, Inglaterra, Dinamarca, Finlândia, França, Alemanha, entre outros.

Dicas da Ilha da Madeira (Foto: Esse Mundo é Nosso)

 

| O AEROPORTO

O Aeroporto da Ilha da Madeira é conhecido por ser um dos mais perigosos do mundo. Entretanto, o último acidente que ocorreu por lá foi em 1977.

A pista possui 2781 metros de comprimento. Boa parte dela está suspensa sobre o mar e inclusive há uma estrada que passa por baixo dela. No total, são 180 pilares que a sustentam em uma altura máxima de 50 metros. É uma obra da Engenharia tão importante que já foi premiada.

Dicas da Ilha da Madeira (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Um dos motivos do aeroporto ser considerado um dos mais perigosos do mundo é o fato de que ele fica localizado entre montanhas e o mar, além de ter muito vento na região, o que faz com que o avião balance muito no momento da descida. Para pousar por lá, os pilotos precisam de licença especial.

Entretanto, a minha experiência foi supertranquila. O avião pousou sem problemas e não balançou absolutamente nada. Provavelmente, no momento do pouso não ventava muito. Apesar disso, outras pessoas que viajaram comigo, mas que chegaram algumas horas depois, precisaram pousar em Porto Santo porque não havia condições do avião descer no aeroporto da Ilha da Madeira. Elas precisaram esperar um pouco por lá para depois tentar novamente o pouso na Madeira. No fim deu tudo certo.

+ Encontre seu hotel por lá com descontos de até 50%

 

| CRISTIANO RONALDO

Falando em aeroporto, vamos falar do Cristiano Ronaldo. Você não deve ter entendido muito bem essa relação, mas é que o jogador de futebol é da Ilha da Madeira e ele é tão importante por lá que o aeroporto ganhou o seu nome. Sim! O aeroporto da Ilha da Madeira se chama desde 2017 Aeroporto Cristiano Ronaldo. Fato raro dar o nome de alguém ainda vivo para um aeroporto. Claro que a mudança de nome aconteceu em meio a muitas polêmicas, mas um fato é inegável o atleta é a personalidade mais famosa da ilha e também é muito querido por seus moradores.

 

| QUANTOS DIAS FICAR

Entre as dicas da Ilha da Madeira, esta é uma das mais importantes. Não economize tempo por lá. Como eu disse, a ilha é bem pequena, mas há muitas atrações por todos os cantos e nem sempre é rápido chegar nelas. O ideal é ficar pelo menos uma semana para conseguir fazer tudo com bastante calma.

Dicas da Ilha da Madeira (Foto: Esse Mundo é Nosso)

 

| POR QUE SE CHAMA ILHA DA MADEIRA

Diz a história, que quando as primeiras pessoas chegaram por lá havia muitas árvores e por isso a região ficou conhecida como a Ilha da Madeira. Será?

 

| ONDE SE HOSPEDAR

Embora a Ilha da Madeira seja pequena, cada canto tem suas especificidades e também suas atrações. Durante a nossa passagem por lá, ficamos três dias em Calhetas no hotel Savoy Saccharum, uma região onde o sol costuma brilhar mais, e outros três dias no Funchal, no hotel Belmond Reid’s Palace, localizado bem próximo do centro da cidade.

+ Veja mais opções de hospedagem com descontos de até 50%

As duas regiões são ótimas. Entretanto, pra quem prefere ser mais independente e ter opções para sair a pé à noite, indico ficar hospedado no Funchal, já que lá estão muitos restaurantes, bares e lojinhas. De toda forma, a ilha toda é repleta de bons hotéis que irão de acordo com o propósito da viagem.

Dicas da Ilha da Madeira (Foto: Esse Mundo é Nosso)

 

| QUANDO IR

Entre as dicas da Ilha da Madeira, uma que não pode faltar é sobre a melhor época para visitá-la. Durante muito tempo, a ilha foi conhecida por ser um destino de inverno, já que muitos europeus, como os suíços, por exemplo, iam pra lá pra fugir do rigoroso inverno de seus países, já que na ilha as temperaturas não costumam ser tão baixas.

Dicas da Ilha da Madeira (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Atualmente, o destino passou a ser bem movimentado durante todo o ano, mas a melhor época para visitá-lo é no verão, entre os meses de maio e setembro. Nesta época, os termômetros atingem temperaturas mais elevadas, que podem passar dos 30 graus. Já a temperatura da água do mar chega aos 24 graus.

No final do outono e começo do inverno, o clima é mais frio, mas nada de exagero. Nós estivemos lá no final de outubro e pegamos entre 17 e 20 graus na maior parte do tempo.

Claro que no inverno há mais vento e chuva, não é uma época boa para quem procura praia ou piscinas naturais. Mesmo assim, há trilhas e outros passeios para fazer na ilha durante o ano todo. Entretanto, se quiser curtir mesmo todas as atrações, o melhor é ir entre a primavera e o verão.

 

DESCONTO NO SEGURO OBRIGATÓRIO NA EUROPA
Brasileiros são obrigados a contratar um seguro viagem na maioria dos países da Europa. Além de poder ser exigido na imigração, com ele você viaja tranquilo em caso de imprevistos de saúde, atrasos ou cancelamentos de voos. O Rafa já fraturou a coluna no exterior e precisou ser transferido de helicóptero. Já imaginou quanto custaria se ele não tivesse seguro? Sugerimos que você faça a cotação no site da Seguros Promo, que é um buscador para encontrar o melhor preço. Use o cupom ESSEMUNDOENOSSO5 e ganhe 5% de desconto, que pode chegar a 10% se você pagar no boleto.

 

| PRECISO ALUGAR CARRO?

Alugar carro não é essencial na Ilha da Madeira, mas depender de transporte público também não é o ideal. O melhor é contratar empresas para fazer os principais passeios que ficam distantes um dos outros. Não dá para chegar a pé nos lugares, mas dependendo da região o caminho de carro também não é fácil. Então, para relaxar e aproveitar bem, talvez contratar uma empresa seja o mais indicado.

 

| É UM DESTINO CARO?

Não tem como dar dicas da Ilha da Madeira sem falar de valores, né? O local não é um destino tão caro. É possível encontrar pratos com frutos do mar em ótimos restaurantes por 15 euros, mas andando pelas ruas eu vi bacalhau, por exemplo, por 7 euros (valores de novembro de 2018).

Dicas da Ilha da Madeira (Foto: Esse Mundo é Nosso)

A ilha possui também diversas opções de hospedagem, que vão de hostels e pousadas simples a hotéis 5 estrelas. É possível encontrar diárias para duas pessoas pagando de 60 a 400 euros. Na baixa temporada (outono/inverno), dá para achar hotéis 5 estrelas com diárias a 100 euros. Aproveite para encontrar o seu hotel no destino com descontos de até 50%.

Os passeios, como o jeep tour (nós fizemos o passeio com a Mountain Expedition) que dura o dia todo e visita diversas regiões da cidade e o barco que leva os turistas para ver golfinhos e baleias (fizemos com a Rota dos Cetáceos), custam, em média 50 euros por pessoa (preço de novembro de 2018).

Dicas da Madeira (Foto: Esse Mundo é Nosso)

 

| DÁ PRA ENTENDER BEM O PORTUGUÊS?

É muito fácil entender os que os madeirenses falam. O sotaque deles não é tão forte e, poucas vezes, eu precisei pedir para repetirem as frases. Fiz isso mais quando eles se empolgavam e falavam muito rápido. Eles entendem muito bem o nosso português porque estão acostumados a assistir às novelas da Globo desde pequenos.

Dicas da Ilha da Madeira (Foto: Esse Mundo é Nosso)

 

| SEGURANÇA

A Ilha da Madeira é um lugar muito seguro. Andando pelas ruas, não senti medo em nenhum momento, mesmo no centro do Funchal, tanto que é difícil ver até policiais andando por lá. O máximo é ver pessoas pedindo dinheiro ou cigarro. À noite, por exemplo, as mulheres podem andar sozinhas tranquilamente pelas ruas.

 

| PRATOS TÍPICOS

Como dar dicas da Ilha da Madeira sem falar de comida, né? Aliás, uma coisa é fato: come-se muito bem por lá. Na ilha, há muitos frutos do mar, como camarões e polvos, além de peixes, atum e o tradicional peixe espada. No quesito frutas, banana e maracujá são muito típicos. Aliás, são diversos os tipos de maracujá que existem por lá. Não deixe de experimentar também o Vinho Madeira, o bolo do caco, que é um pão delicioso quentinho e recheado com manteiga d’alho, a espetada, que é um jeito bem diferente de comer carne, as lapas grelhadas e os pratos feitos com mel de cana, como o bolo de mel e as broas de mel. Pra beber, não deixe de experimentar a poncha (falamos mais dela já já)

Dicas da Ilha da Madeira (Foto: Esse Mundo é Nosso)

+ Encontre seu hotel com descontos de até 50%

 

| RESTAURANTES ESTRELADOS

Eu falei que comer bem é algo fácil na Ilha da Madeira. A gastronomia de lá é tão rica que existem dois restaurantes com estrelas Michelin. O Il Galo D’Oro possui duas e o William tem uma.

 

| PONCHA

Desde o primeiro dia na Ilha da Madeira, ouvi falar muito da Poncha, a bebida mais tradicional de lá. Eles falavam: “Se estamos tristes, tomamos poncha. Se estamos alegres, tomamos poncha. Se estamos doentes, tomamos poncha” kkkk. Ou seja, não importa o motivo, sempre é hora de beber a poncha.

Dicas da Ilha da Madeira (Foto: Esse Mundo é Nosso)

A poncha é uma mistura de aguardente com forte teor alcoólico, mel de cana de açúcar e sumo de limão. Dá para fazer também com frutas, como laranja. Para misturar todos os ingredientes, eles usam um pau também conhecido como “caralhinho“.

O sabor é bem forte, mas lembra um pouco a nossa caipirinha. A diferença é que as duas vezes em que tomamos a poncha, ela estava sem gelo.

 

| CARRO DE CESTO

Essa não é apenas mais um das dicas da Ilha da Madeira, mas uma das atrações mais divertidas que têm por lá. Até os anos 1930, um dos meios de transporte usados na ilha para descer as montanhas era o carro de cesto.

O nome já explica muito, a pessoa senta num cesto e é empurrada por dois homens em um carrinho. É praticamente um trenó.

Dicas da Madeira (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Atualmente, o meio de transporte virou atração turística. É possível descer do Monte ao Livramento pagando 25 euros para uma pessoa ou 30 euros para duas. O trajeto de 2 km dura cerca de 10 minutos e os carrinhos podem chegar a uma velocidade 80 km/h.

+ Encontre seu hotel na região com descontos de até 50%

 

| TRILHAS

Pra quem gosta de aventura, a Ilha da Madeira também é um prato cheio. Só de trilha são mais de 2 mil quilômetros. Tem trilhas mais simples que duram menos de 1h até outras que exigem mais com 7h de duração.

 

| PASSEIO DE BARCO

Uma das atrações imperdíveis da Ilha da Madeira é o passeio de barco. O ideal é fazer o passeio normal em grupo porque esses barcos possuem permissão para chegar próximo às áreas em que os animais costumam ficar. Na verdade, a ilha tem observadores que ficam à procura dos animais e que avisam as embarcações sobre os locais em que eles estão em determinado momento. No dia em que fizemos o passeio, conseguimos avistar golfinhos e baleias da espécie baleia-piloto. Foi um dia inesquecível.

Dicas da Ilha da Madeira (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Nós fizemos o passeio com a empresa Rota dos Cetáceos. Eles dizem que se o turista não vir nenhum animal durante o passeio, eles dão outro passeio.

 

| BORDADOS

Essa lista poderia ter muitas outras atrações e curiosidades da Ilha da Madeira, mas para não ficar muito grande, vou encerrá-la falando dos bordados da Madeira. Quando eu falei pra minha mãe que iria pra lá, a primeira coisa que ela lembrou foi dos bordados.

Eu não sabia, mas os bordados da Madeiras são muito tradicionais e alguns dos mais famosos do mundo. Durante a viagem por lá, é possível visitar a fábrica de bordados Bordal e entender exatamente como tudo funciona. Eles explicam todos os passos e mostram como o trabalho é todo feito manualmente. Uma toalha de mesa com 12 guardanapos, por exemplo, pode chegar a custar quase 3 mil euros.

As peças podem demorar de um mês a um ano para ficarem prontas. O assunto é tão sério que pelo menos duas vezes por semana técnicos do IVBAM (Instituto do Vinho, do Bordado e do Artesanato da Madeira) visitam a fábrica para checar os produtos e dar um certificado de qualidade às peças.

Pra quem quiser aprender um pouco do bordado, é possível fazer um curso de 1h30 na própria fábrica que acontece todas às quintas-feiras e custa 25 euros por pessoa (preço de novembro de 2018).

 

| SEGURO VIAGEM OBRIGATÓRIO

Vale lembrar que pra viajar pra diversos países da Europa é obrigatório ter um seguro viagem. Pra Ilha da Madeira também é. Mesmo se não fosse obrigatório, é sempre importante viajar com um seguro viagem porque nunca sabemos o que pode acontecer. O Rafa, por exemplo, caiu esquiando durante uma viagem ao Chile e precisou até de helicóptero para ser transferido. Já imaginou se ele não tivesse seguro?

Então, a dica é entrar no site da Seguros Promo, que funciona como um comparador, colocar a data da viagem e o destino e decidir qual seguro mais combina com você. Não esqueça de usar o nosso cupom de desconto ESSEMUNDOENOSSO5 para ter 5% de desconto. Se tiver com tempo, escolha pagar com boleto para ter mais 5% de desconto.

Ficou com alguma dúvidas sobre as dicas da Ilha da Madeira? Deixe nos comentários!

+ Encontre seu hotel com descontos de até 50%

+ Veja todas as nossas dicas do destino
+ Confira nossos posts sobre Portugal

* O jornalista viajou a convite da Ilha da Madeira e da TAP Air Portugal, mas todas as opiniões dadas no post sobre as dicas da Ilha da Madeira são isentas e refletem a opinião dele.

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM GOSTE

Adolfo Nomelini

Jornalista formado pela PUC-SP e pós graduado em Comunicação em Mídias Digitais, é apaixonado por música, coxinha, televisão, seus óculos e internet. Trabalha há 8 anos com conteúdo online e passa boa parte do tempo "jogando o corpo no mundo, andando por todos os cantos e, pela lei natural dos encontros, deixando e recebendo um tanto".

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *