Dicas para fazer cruzeiro pela primeira vez; principais dúvidas

Cada vez mais os brasileiros têm vontade fazer cruzeiro. Com isso, aumenta o número de dúvidas sobre viagens de navio. Qual dinheiro levar, quais documentos são necessários, como funciona o check-in…

Para resolver todas essas questões, conversamos com Alex Calabria, gerente de Vendas e Marketing da Costa Cruzeiros.

DICAS PARA FAZER CRUZEIRO


QUAIS DOCUMENTOS PRECISO PARA FAZER CRUZEIRO NO BRASIL?

Muita gente acha que para fazer cruzeiro mesmo dentro do Brasil é preciso ter passaporte, mas a o RG expedido há menos de 10 anos já é suficiente ou outro documento de identificação válido em território nacional como CNH, OAB, CREA e CRM.

Dicas para fazer cruzeiro (Foto: Divulgação)

Mas e se o cruzeiro tiver embarque ou desembarque em algum porto da América do Sul? “É exigida a apresentação do RG ou do passaporte com validade mínima de sete meses antes de sua expiração e válido por, pelo menos, três meses seguintes à data de partida do último país a ser visitado”, explica Alex Calabria.

PESO DAS MALAS

Como viajamos com mais frequência de avião, acabamos imaginando que na hora fazer cruzeiro o peso das malas deve ser igual, mas não é. Em uma viagem de navio, o limite de bagagem é de 90 kg. Mas vale sempre confirmar com a empresa ou agência antes de embarcar.


POSSO LEVAR LÍQUIDOS?

Não é permitido embarcar com alimentos e bebidas adquiridos fora do navio ou nos portos: “Os responsáveis pela segurança do navio estão autorizados a recolher esses itens e devolvê-los aos hóspedes no final da viagem, no momento do desembarque”, explica Calabria.

Dicas para fazer cruzeiro (Foto: Divulgação)

COMO FUNCIONA O CHECK-IN E CHECK-OUT?

Outra dica na hora de fazer cruzeiro pela primeira vez é que é preciso ficar atento para não perder o horário de entrada no navio e também para não pegar muita fila na hora da saída, como explica o gerente de Vendas e Marketing da Costa Cruzeiros:

“O check in é feito no balcão da companhia marítima dentro do terminal de embarque. É preciso ficar atento ao horário limite para o check in. Essa informação consta no voucher do cruzeiro e deve ser verificada e cumprida pelo hóspede. Para o check out, siga a seguinte recomendação: na noite anterior ao desembarque, as malas deverão ser colocadas do lado de fora da cabine e deverão ser lacradas. Os débitos com o consumo realizado a bordo são entregues nas cabines e devem ser quitados até o dia seguinte antes do desembarque”.


PRECISO CHEGAR AO PORTO QUANTO TEMPO ANTES?

O ideal é chegar ao porto com até 4h de antecedência da saída do navio.


NO EMBARQUE ENTREGO AS MALAS, QUANDO PEGO A MINHA BAGAGEM NOVAMENTE?

Essa é uma dúvida que muita gente tem na hora de fazer cruzeiro. Por isso, é tão importante entregar as malas lacradas e com cadeados: “Somente entregue as malas aos funcionários identificados pela companhia marítima como seus agentes, que estarão uniformizados e identificados. As bagagens precisam ser etiquetadas com os adesivos recebidos pelos passageiros junto com o voucher do cruzeiro. É recomendada ainda a identificação das bagagens com fitas ou com algum item pessoal. Você pegará a mala novamente assim que embarcar. Ela estará em frente a sua cabine”.

Dicas para fazer cruzeiro (Foto: Divulgação)

NÃO FALO INGLÊS E ESPANHOL, VOU CONSEGUIR ME COMUNICAR?

Geralmente, na tripulação vai ter pelo menos alguém que fale português: “A tripulação que atua a bordo dos navios da Costa são de diferentes nacionalidades. Para os cruzeiros na América do Sul, cuja concentração de hóspedes brasileiros é maior, mais de 25% da tripulação que trabalha em áreas de atendimento direto ao passageiro como bares, restaurantes, recepção e entretenimento, também são de nacionalidade brasileira”, conta Alex Calabria, gerente de Vendas e Marketing da Costa.


NA VIAGEM DE NAVIO TUDO É COBRADO EM DÓLAR?

Geralmente os cruzeiros que passam pela América do Sul e Caribe cobram em dólar americano. “Já para os cruzeiros na Europa, as despesas são debitadas em euros”, explica Calabria.


PRECISO LEVAR DINHEIRO EM ESPÉCIE NA HORA DE FAZER CRUZEIRO?

Não, é possível usar um cartão de crédito internacional. O dinheiro em espécie só é exigido para quem quiser ir ao cassino. Alex Calabria explica exatamente o que ocorre no caso dos cruzeiros da Costa: “Nas primeiras 48 horas após o embarque, o hóspede precisará registrar um cartão de crédito por cabine ou realizar um depósito inicial de um valor mínimo de 150 euros ou USD por pessoa, dependendo da moeda vigente no cruzeiro escolhido. O depósito inicial terá de ser complementado durante o cruzeiro com sucessivos pagamentos, quando as despesas adicionais realizadas a bordo forem maiores que o valor antecipado”.


ENTÃO, PRECISO DE UM CARTÃO INTERNACIONAL?

Quem quiser usar cartão de crédito em uma viagem de navio precisa do internacional.


COMO SEI O QUE ESTÁ INCLUSO NO MEU PACOTE?

“As informações dos serviços incluídos nos cruzeiros estão disponíveis no material de embarque que o hóspede recebe assim que confirmada a reserva. Os cruzeiros da Costa incluem quatro refeições diárias (café da manhã, almoço, lanche da tarde e jantar); limpeza da cabine e participação em atividades de animação (festas, bailes, brincadeiras, concursos, espetáculos musicais e artísticos), acesso às áreas dedicadas às crianças e jovens como o Squok Club e a utilização da piscina, espreguiçadeiras, sala de ginástica, musculação, sauna da academia, biblioteca e uso de cofre individual em cada cabine. Todas as atividades a bordo são informadas no jornal Diário de Bordo que é distribuído em todas as cabines Sobre as bebidas, a Costa possui 3 tipos de tarifas que podem ou não incluir o pacote. Também é possível adquirir os pacotes de bebidas no momento da reserva do cruzeiro marítimo em Reais ou em US$ a bordo dos navios”, explica o gerente de marketing e vendas da Costa.

Dicas para fazer cruzeiro (Foto: Divulgação)

O QUE ACONTECE SE EU PASSAR MAL EM UMA VIAGEM DE NAVIO?

Os navios contam com médicos e enfermeiros disponíveis 24h todos os dias da semana: “Eles têm capacidade para fornecer suporte para atendimentos de emergência como enjoos, dores de estômago e curativos. Os custos para o atendimento são pagos à parte. É importante viajar com um seguro saúde. Em casos mais graves, os navios desembarcam o passageiro no porto de parada mais próximo para que ele receba o atendimento adequado”.

+ Encontre melhor preço do seguro viagem para cruzeiros


TODO CRUZEIRO TEM FREESHOP E CASSINO?

Sim, mas tanto o freeshop quanto o cassino só funcionam quando o navio está em navegação: “Nos portos de embarque e desembarque e nos destinos de escala, as lojas e o cassino ficam fechados”.

Ficou com mais alguma dúvida na hora de fazer cruzeiro? Deixe nos comentários!

+ Quanto custam as coisas num cruzeiro
+ Conheça o MSC Splendida
+ Como é o MSC Prezioza

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM GOSTE

Adolfo Nomelini

Jornalista formado pela PUC-SP e pós graduado em Comunicação em Mídias Digitais, é apaixonado por música, coxinha, televisão, seus óculos e internet. Trabalha há 8 anos com conteúdo online e passa boa parte do tempo "jogando o corpo no mundo, andando por todos os cantos e, pela lei natural dos encontros, deixando e recebendo um tanto".

2 Comments

  1. Fabiana Ribas Costa disse:

    Olá. Estou comprando meu primeiro cruzeiro pela Costa brasileira e ñ sei se é melhor comprar por uma agência de viagem ( decolar) ou direto no site do navio (costa).
    Terei alguma orientação ou privilégio a mais dependendo de onde compro ?
    Obrigada

  2. Patrícia disse:

    Boa tarde,

    Gostaria de saber, quanto tempo em média demora as filas para desembarque de um cruzeiro?

    E quanto ao Vouchers de bebidas que são vendidos a parte no próprio navio do Cruzeiro, são fichas? Pode adquirir voucher com cartão de crédito internacional? Como exatamente funciona? Qual procedimento mais adequado? E as bebidas são compradas por garrafa ou copo?

    Quanto às malas, li a respeito que é 90 kg, por pessoa, certo?

    No aguardo,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *