Ingresso para Torre Eiffel: Como comprar e o que esperar da visita

Só quando cheguei em Paris, num domingo de verão, que me dei conta de que não havia me preocupado em saber o que teria que fazer para comprar meu ingresso para Torre Eiffel.

Conversando com uma amiga que mora lá descobri que não seria muito fácil. Resolvi entrar no site oficial com a esperança de conseguir um ingresso para os próximos dias. Nada feito. Constatei o que depois li: é praticamente impossível comprar o ticket pelo site.

Mas como eu sou do tipo que adora visitar lugares diferentes quando viaja, mas não abre mão do basicão, acordei cedo na segunda-feira disposto a enfrentar horas de fila para comprar o ingresso para a Torre Eiffel.

Ingresso para a Torre Eiffel (Foto: Esse Mundo é Nosso)

COMO COMPRAR INGRESSO PARA TORRE EIFFEL

Quando cheguei lá, o tempo não era dos mais bonitos, assim como a fila. Mas os dois não eram dos mais feios também. São cerca de 3 filas, que se dividem entre os elevadores e as escadas. Para subir de escada a fila é menor, mas não é possível fazer o passeio completo.

Ingresso para a Torre Eiffel (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Ingresso para a Torre Eiffel (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Ingresso para a Torre Eiffel (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Foi uma hora na fila e, para a minha alegria, tempo suficiente para o tempo abrir. Só tem uma coisa que não entendi até agora. Lá embaixo só pude comprar ingresso para ir até o segundo andar (no total tem o primeiro andar, o segundo e o topo). Nos avisos, só falavam que o topo estava fechado.

Ingresso para a Torre Eiffel (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Mas quando cheguei lá no segundo andar, meio conformado de que não chegaria ao topo, descobri que poderia comprar mais um ingresso para ir até o ponto máximo. Entrei na fila que não estava tão grande para comprar, mas um homem doido resolveu escalar a Torre bem nessa hora, e eles isolaram toda a área, inclusive a fila em que eu estava. Cerca de meia hora depois, a fila foi reaberta, mais uns 20 minutos para comprar e quase 1h na outra fila para subir até o topo.

Ingresso para a Torre Eiffel (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Ingresso para a Torre Eiffel (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Ingresso para a Torre Eiffel (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Ingresso para a Torre Eiffel (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Ingresso para a Torre Eiffel (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Ingresso para a Torre Eiffel (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Ingresso para a Torre Eiffel (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Incrível como do segundo andar até o topo é uma bela subida. Parecia que o elevador não ia parar. Chegando lá, a vista é inesquecível. Aliás, o passeio todo é inesquecível. Dá para ver cada canto de Paris. Mesmo se tivesse ficado 3h na fila, eu não me arrependeria.

Vale lembrar que o ingresso só vale para o próprio dia. Então, não adianta chegar lá à noite para comprar para o dia seguinte. Mas nem ligue para a fila, escolha um dia de céu azul e suba no ponto turístico mais famoso de Paris.

PREÇOS

Os preços variam de acordo com a época do ano. Para subir até o piso superior (de elevador) o ingresso custa para adultos 15,50€ (até setembro) e 17,00€ (a partir de setembro).

HORÁRIOS

A Torre Eiffel funciona durante todos os dias do ano. Confira os horários:

Do meio de junho até o começo de setembro: (De elevador) Das 9h à 0h (23h para o topo)
No resto do ano: 9h30 às 23h (22h30 para o topo)

COMO CHEGAR

Linha 6 do metrô (Estação Bir-Hakeim)
Linha 9 do metrô (Etação Trocadéro)

Site oficial

Ingresso para a Torre Eiffel (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Ingresso para a Torre Eiffel (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Ingresso para a Torre Eiffel (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Ingresso para a Torre Eiffel (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Ingresso para a Torre Eiffel (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Ingresso para a Torre Eiffel (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Ingresso para a Torre Eiffel (Foto: Esse Mundo é Nosso)

 

+ 15 provas de que você vai amar a Torre Eiffel assim que pisar em Paris
+ Onde comer hambúguer na capital francesa: Koff
+ Les Cocottes: Restaurante de um chef premiado
+ Onde comer crepe em Paris: Crêperie de Josselin

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM GOSTE

Adolfo Nomelini

Jornalista formado pela PUC-SP e pós graduado em Comunicação em Mídias Digitais, é apaixonado por música, coxinha, televisão, seus óculos e internet. Trabalha há 8 anos com conteúdo online e passa boa parte do tempo "jogando o corpo no mundo, andando por todos os cantos e, pela lei natural dos encontros, deixando e recebendo um tanto".

4 Comments

  1. Davison disse:

    Oi. Decidi de última hora ir a Paris e…, claro q não consegui comprar tickets online para visitar a torre. Para comprar na hora, saberiam dizer se é possível comprar usando cartão de crédito ou aceitam apenas dinheiro?

  2. Isabel disse:

    Pode-me dizer a que horas foi para a fila. Vou agora a Paris e estive a ver e como as bilheteiras abrem 9h30, não sei se for para lá às 8h00 se será muito tarde.
    Obrigada.

  3. Amanda Cardoso disse:

    Lindas fotos!! Quando estive por lá, em março deste ano, conseguimos comprar para subir até o topo nos guichês que ficam no térreo mesmo. Pagamos nove euros cada pessoa, se não me engano. Uma dica que recebemos foi comprar ao entardecer, por volta das 17h30/18h00. Segundo a pessoa que nos aconselhou, é nesse horário que as agências de turismo levam seus clientes para o hotel ou para comer e isso ajuda a esvaziar um pouco. Acabamos chegando mais tarde do que isso e subimos quando já eram 19h00. Foi lindo, do mesmo modo. Vimos a cidade toda iluminada e enfrentamos zero de filas. Acho que vale subir de dia e de noite, porque é mesmo um passeio inesquecível.

    • Adolfo disse:

      Oi, Amanda! MUUITO obrigado pelo comentário e pelas dicas! É uma ótima sugestão mesmo ir no horário em que as agências levam os turistas para os hotéis. Quando eu fui, estava bem cheio lá em cima, mas deu para aproveitar a vista. E ver a cidade à noite deve ser incrível mesmo! Afinal, é a Cidade Luz! Obrigado! Bjs 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *