Khaosan Road, a rua mais maluca e divertida de Bangkok

Se você já assistiu a “Se Beber Não Case 2” ou “A Praia”, certamente tem aquela imagem de uma Bangkok caótica e maluca na cabeça. Não que a cidade seja toda assim, mas um desses lugares certamente é a Khaosan Road ( ถนนข้าวสาร), uma pequena rua que é um dos lugares mais famosos da capital da Tailândia.

Mais que “centro do universo mochileiro”, como descreve o livro “A Praia”, a Khaosan é um destino interessante para todo tipo de viajante. Local de viver a noite agitada, provar a incrível comida de rua e achar todo tipo de quinquilharia falsificada.

Khaosan Road, Bangkok (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Durante o dia, as calçadas e boa parte da Khaosan Road são tomadas por camelôs que vendem de tudo e encobrem as portas de lojas e bares. É tanta coisa, que os produtos vão de camisetas a documentos falsificados. Isso mesmo, com alguns bons dólares é possível sair dali formado em Harvard ou como agente da CIA. Mais que souvenirs, esses documentos são falsificados “de verdade”, como se você fosse realmente usá-los.

Khaosan Road, Bangkok (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Khaosan Road, Bangkok (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Quando a tarde cai, as barracas dão lugar às mesas dos diversos bares que têm promoções de happy hour com cerveja barata e música alta.

Khaosan Road, Bangkok (Foto: Esse Mundo É Nosso)

A Khaosan Road é lugar de ver aquela Tailândia estereotipada, mas que não deixa de ser super divertida. Tatuagens,  insetos para comer, massagem com peixes que comem sua “pele morta” (fish massage), jovens bêbados com sentimento de “aqui posso fazer de tudo”.

Khaosan Road, Bangkok (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Duas coisas que me fizeram virar fã da Khaosan Road foram as cadeiras de massagem que tomam as ruas à noite por um preço muito baixo (cerca de R$10) e os carrinhos de pad thai, um noodle de arroz frito feito com carnes ou camarão junto de ovos, legumes e pimenta. Simplesmente delicioso e viciante!

Khaosan Road, Bangkok (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Khaosan Road, Bangkok (Foto: Esse Mundo É Nosso)

A região é tomada por hotéis de baixo e médio custo, inclusive algumas boas opções. As ruas dos arredores têm melhores alternativas de bares e restaurantes, mesmo que um pouco mais caros.

Arredores da Khaosan Road, Bangkok (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Arredores da Khaosan Road, Bangkok (Foto: Esse Mundo É Nosso)

KHAOSAN ROAD

COMO CHEGAR
Do Aeroporto Suvarnabhumi, pode-se ir de trem expresso da Airport Rail Link até a estação Phaia Thai e depois seguir de táxi ou tuk tuk. Uma maneira mais confortável e não muito cara (com exceção do horário de pico) é seguir direto de táxi. Lembre-se de exigir o taxímetro ligado.

Se quiser definitivamente evitar o trânsito caótico, pode pegar o BTS Skytrain. Desça na estação Saphan Taksin e caminhe até Sathorn Pier. Pegue os barcos expressos para Phra Arthit. Certifique-se que seu barco para nessa estação, já que alguns pulam essa parada. Depois é só seguir a pé até a Khaosan Road.

Barco para Khaosan Road, Bangkok (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Do aeroporto Don Mueang, destino dos voos das companhias low-cost, a melhor maneira é seguir de táxi ou tuk tuk.

Tuk tuk na Khaosan Road, Bangkok (Foto: Esse Mundo É Nosso)

ONDE FICAR NA KHAOSAN ROAD
Não faltam opções para todos os bolsos e gostos na região (consulte as diárias). Procure pelo menos evitar a própria Khaosan Road, já que o barulho a noite toda pode irritar você.

Na redondeza, os hotéis mais bem avaliados no Booking.com são o excelente Riva Surya e também Nuovo City, Dewan Bangkok, Tara Place e Old Capital Bike Inn. Quem quer economizar na hospedagem, mas evitar os hostels, tem o Rambutri Village, um hotel sem luxo (e sem box no banheiro) e com uma bonita piscina.

+ Confira mais dicas de Bangkok

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM GOSTE

Rafael Carvalho

Mineiro fã de frango com quiabo e de uma boa cerveja, mora atualmente em São Paulo. É formado em Rádio e TV, pós-graduado em Jornalismo e trabalha há mais de 12 anos com Conteúdo Digital. Já passou por empresas como SBT e Jovem Pan FM. Apaixonado por viagens, fundou o Esse Mundo É Nosso e roda o Brasil e o mundo o ano todo sempre em busca de dicas para serem compartilhadas.

19 Comments

  1. Thiago Xavier disse:

    Opa tudo bem então o post já tem um tempo mas queria saber, estou com minha esposa aqui no momento, também somos mineiros, vamos ficar do meses aqui, eu queria saber existe alguma alternativa de carne para se com aqui? Carne bovina estamos morrendo d vontade de comer

    • Oi Thiago, tudo bem?
      Nem fale. No final do ano passeio dois meses na Tailândia e sofri muito pela falta de carne bovina e do queijo. Nunca percebi o quanto queijo fazia falta rs. Olha não conheço nenhum lugar na região com uma carne boa pra indicar, são aquelas de sempre. Quando me dava uma grande vontade acabava apelando pro hambúrguer mesmo.

      Abraços e boa sorte

  2. Lily Pestana disse:

    E como faz para segurar a ansiedade, hein meu amigo? Meniiiiino, to já contando os dias!! Eita trem bom, sô!!!
    Mais um post excelente!
    Você fez a fish massage? Morreu de rir? Quero fazer, mas tenho medo das crises de riso kkkk
    Beijo grande,
    Lily e Julio
    @apaixonadosporviagens

  3. Michele disse:

    Oi Rafael!!! Estou hospedado no Rambutri Village e estou achando horrível, parece um hostel mas com preço de hotel, sujo o pessoal da recepção são muito grosseiros, o valor da época que vc ficou tbm mudou bastante, quase dobrou!!! Esse foi um dos piores lugares que já fiquei e olha que já fiquei em vários hostels dividindo quarto com bastante gente!!!!
    Pelo seu blog sua experiência foi boa no hotel, achei super estranho!!!
    Só queria atualizar o pessoal p não se hospedar aqui ou vir preparado rsrsr…
    Fiquei de decepcionada com o hotel, tá todo mundo falando bem e minha experiência aqui está sendo péssima 😔

    • Oi Michele, tudo bem?
      Obrigado pelo retorno. Coincidentemente me hospedei aí nessa última noite e também vi que a qualidade e manutenção caiu muito. Como você mesma disse, agora está mais para um hostel com quartos privados. Vou atualizar o post. Sinto muito, pois como pode ver estive em 2013 e os preços e os serviços eram melhores, embora sem luxo.

      Abraços e obrigado novamente

      • Michele disse:

        Oi Rafael, tudo bem e com vc?
        Obrigada por responder! Imagina vc não foi o único a elogiar esse hotel em um blog, só queria realmente ajudar a atualizar seu blog!
        Adorei a rua, uma graça e cheia de vida, mas sem bagunça! Quero voltar pra Bangkok com mais tempo e conhecer a cidade direito, afinal um dia é uma noite é só uma passagem.
        Continue postando e dando dicas pra nós.

  4. Dedé Méssici disse:

    Parabéns pelo site, muito bem feito e muito útil, principalmente para quem está de viagem marcada para os lugares nele mencionados. Estamos indo esta semana para Tailândia e outros locais da Ásia e com certeza de grande serventia e orientação o “essemundoenosso.com.br” atrações e obrigado.

  5. Janete Delazari disse:

    Olá, Rafael… estou indo em fev 17. Penso em ficar uns 10-12 dias na Tailandia… depois Cambodja uns dias para conhecer Angkor e Vietnam, HCM City visitar um sobrinho por uma semana. Voltar para Bangkok e direto pro Brasil. Total de 28 dias de viagem. Me ajude a traçar um roteiro… duas 60tonas sem medo de andar… Já fiz reserva de 4 dias no Rambuttri Village! Obrigada!

  6. Silvana Martins disse:

    Rafael, gostei muito do seu texto, suas informações objetivas. Estou indo para a indochina e Tailândia. Parabéns!!! Continue nos dando dicas.

  7. Nagila disse:

    Olá ! boa noite!
    Estou em Bangkok, realmente muito diferente dos lugares onde já passei. Muito interessante as comidas feitas e vendidas na rua, a super população, o excesso de circulação de veículos misturados entre motos, bicicletas , taxis e outros, nas ruas estreitas, é muito intenso.
    Estou com um problema, foi retirar liquides na caixa expresso e a maquina engoliu meu cartão. Isto é terrível, pois não consegui pegar de volta e os empregado do banco me informaram que só irão me devolver amanhã. Estou muito preocupada. Não me deram nenhuma explicação sobre o acontecido. Então, vim pegar informações sobre a Tailandia e me deparei com este blog

  8. Mariana disse:

    Genteeee, estou pegando todas as dicas do blog para Bangkok! Vou em dezembro, e achei as dicas muito boas!! Obrigada!!!

  9. MIRELLA NUNES MEIRA disse:

    PARABÉÉNS!! O blog é fantástico !!

  10. wander botero disse:

    Estou indo em Agosto para Bangkok e o blog de voces é sensacional! gostando muito!!! parabéns!!!

  11. Priscilla Ribeiro disse:

    Tambem fiquei nesse hotel quando estive na Tailadia em 2011, confesso que foi o melhor lugar que me hospedei.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *