Machu Picchu limita visitantes e ingressos são vendidos pela internet

O governo peruano limitou o número de visitantes e ingressos devem ser comprados antecipadamente

Desde julho, Machu Picchu passou a limitar a 2500 seus visitantes diários. Para que isso seja respeitado, a partir de agora os ingressos para o sítio arqueológico devem ser comprados com antecedência pela internet.

No site Machu Picchu Maravilla del Mundo, do governo peruano, existe um calendário e o número de tickets disponíveis para cada dia. As entradas custam a partir de s/126 (US$45) e estão divididas em 4 tipos: a cidade inca em si, as ruínas e o museu, as ruínas e a subida à montanha Huayna e, por fim, as ruínas e a montanha Machu Picchu. Se você pretende subir o Huayna, existem grupos que partem às 10h e 11h da manhã e os ingressos são específicos.

No Brasil, o pagamento pela internet pode ser feito com um cartão Visa internacional – apenas com o sistema Verified by Visa. Melhor confirmar com seu banco se o seu tem esta particularidade.

É possível também pagar em agentes que estão listados no site, onde existe um link de ajuda para tirar as dúvidas. Vale lembrar que a reserva é cancelada caso o pagamento não seja efetuado em até 6h, por isso, caso seu cartão não seja o exigido, melhor deixar para comprar no próprio Peru. Atenção para os meses de julho e agosto, que são alta temporada.

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM GOSTE

Rafael Carvalho

Mineiro fã de frango com quiabo e de uma boa cerveja, mora atualmente em São Paulo. É formado em Rádio e TV, pós-graduado em Jornalismo e trabalha há mais de 12 anos com Conteúdo Digital. Já passou por empresas como SBT e Jovem Pan FM. Apaixonado por viagens, fundou o Esse Mundo É Nosso e roda o Brasil e o mundo o ano todo sempre em busca de dicas para serem compartilhadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *