Miguel Colorado: Cenotes e tirolesa em Campeche, México

Miguel Colorado fica a cerca de 130km de Campeche, capital do estado de mesmo nome no México. Por conta de receber voos diários da Cidade do México, essa é a porta principal para as atrações da região.

Tiramos uma manhã pra visitar os cenotes de Miguel Colorado, uma pequena vila que esconde muitas surpresas. Pra quem não sabe, cenote é um termo de origem maia que significa uma cavidade natural em que se pode acessar águas subterrâneas, ou seja, são lagoas que dão acesso a águas do lençol freático.

OS CENOTES DE MIGUEL COLORADO

Cenotes de Miguel Colorado, Campeche - México (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Apesar de aberto há pouco tempo e administrado pelos moradores da região, o parque tem uma boa estrutura, com banheiros e estacionamento. São dois tipos de pacotes pra visitantes: um mais barato para conhecer, nadar e praticar caiaque nos cenotes e outro que inclui o mesmo do anterior e mais as tirolesas. Estrangeiros pagam um pouco mais caro (veja preços e detalhes no final do post).

Cenotes de Miguel Colorado, Campeche - México (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Cenotes de Miguel Colorado, Campeche - México (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Existem dois cenotes em Miguel Colorado: o Agua Azul, que é o mais visitado, é o Los Patos, que exige um pouco mais de caminhada.

Vai pro México? Encontre o melhor preço no Seguro Viagem pro país
Use o cupom ESSEMUNDOENOSSO5 e ganhe mais 5% de desconto

 

Começamos pelas tirolesas. São quatro que cruzam o cenote Agua Azul com uma altura que chega a até 100m sobre o lago.

Cenotes de Miguel Colorado, Campeche - México (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Cenotes de Miguel Colorado, Campeche - México (Foto: Esse Mundo É Nosso)

A mais longa tem cerca de 300m. É pura adrenalina e frio na barriga. Uma delícia!

Cenotes de Miguel Colorado, Campeche - México (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Depois da aventura, o cenote em si é um convite pra amenizar o calorão dessa região, que ultrapassa fácil os 40 graus. É possível nadar nas águas clarinhas e de tom esverdeado (apesar do nome “azul”). Como há vestiários nos banheiros, vale trazer toalha e roupa de banho.

Cenotes de Miguel Colorado, Campeche - México (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Cenotes de Miguel Colorado, Campeche - México (Foto: Esse Mundo É Nosso)

No píer flutuante os visitantes podem usar os caiaques para um passeio pelo cenote. Não há limite de tempo e guias ajudam com coletes e instruções.

Cenotes de Miguel Colorado, Campeche - México (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Visitar os cenotes de Miguel Colorado foi uma boa surpresa, já que não conhecia essa região mexicana. Ótimo pra curtir uma tarde ou manhã com a família ou amigos. Infelizmente, por conta do tempo, não conseguimos ir até o cenote Los Patos, mas gostaria de ter ido. Fica a cerca de 20min de caminhada por trilha do Agua Azul.

Cenotes de Miguel Colorado, Campeche - México (Foto: Esse Mundo É Nosso)

COMO CHEGAR EM MIGUEL COLORADO

A estrada saindo de Campeche até Miguel Colorado é boa e na maioria do percurso tem mão dupla. Se estiver sem carro, basta visitar as agências do centro de Campeche e ver quais oferecem os pacotes (veja lista).

INGRESSOS

Não é preciso comprar ingresso com antecedência, basta ir diretamente na bilheteria do parque. Estrangeiros pagam 200 pesos* para o pacote completo (incluindo as tirolesas) ou 100* para os cenotes e caiaque.

+ Como é a visita às ruínas maias de Balamkú
+ Dicas de hotéis com desconto em Campeche
+ Todas as dicas pra sua viagem pela região

* Preços checados em maio de 2017
** O jornalista visitou a região de Campeche a convite do México Tourist Board, mas todas as opiniões dadas aqui são pessoais e refletem sua real experiência.

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM GOSTE

Rafael Carvalho

Mineiro fã de frango com quiabo e de uma boa cerveja, mora atualmente em São Paulo. É formado em Rádio e TV, pós-graduado em Jornalismo e trabalha há mais de 12 anos com Conteúdo Digital. Já passou por empresas como SBT e Jovem Pan FM. Apaixonado por viagens, fundou o Esse Mundo É Nosso e roda o Brasil e o mundo o ano todo sempre em busca de dicas para serem compartilhadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *