O que fazer à noite em Manaus: Dicas de bares e restaurantes

Embora tenha uma vasta gama de opções de passeios e atrações para serem visitadas durante o dia, a vida do visitante em Manaus pode ficar bem complicada quando se procura um bom bar ou restaurante. Com a gente aconteceu e já ouvi outras histórias assim. O que acontece é que quando você pede indicações sobre um lugar bacana (ao menos bonitinho) para comer ou sair à noite, os taxistas, funcionários de hotéis ou mesmo moradores nas ruas não são a melhor referência.

Ouvi inúmeras vezes que “aquele boteco (sujo) da esquina” ou “aquela banquinha ali” tinham a melhor comida. “Mas eu quero um lugar legal, pode ser turístico”, eu retrucava. E eles falavam: “Então vai pro Shopping Manauara“. Sinceramente, se você mora em outra grande cidade, o que menos quer é ir comer em um shopping, apesar deste de Manaus ter realmente bons restaurantes. Por isso a ideia deste post é facilitar sua vida quando for até lá. Vamos dar algumas opções que testamos e aprovamos, mas é claro que existem outros lugares bacanas na capital do Amazonas. Por isso, sugiro que faça como a gente, pesquise muito na internet pra não cair na história do “jantar ali na esquina”.

NOITE EM MANAUS

A região mais boêmia para o turista em Manaus sem dúvida é o entorno do Teatro Amazonas (veja o post aqui). O largo de São Sebastião é ótimo pra quem gosta de bares ao ar livre, o que não quer dizer que você evitará o calorão. O Bar do Armando é o mais famoso por ali. Na realidade é um boteco com mesas de plástico na calçada que ganhou notoriedade por estar instalado há mais de 40 anos num imóvel tombado, reunir bonecos gigantes (tipo de Olinda) e servir delícias portuguesas. O Armando faleceu em 2012, mas o estabelecimento é tocado por sua filha Ana Cláudia Soares.

Noite em Manaus - Bar do Armando (Foto: Esse Mundo É Nosso)Noite em Manaus - Bar do Armando (Foto: Esse Mundo É Nosso)

 

 

 

 

 

 

Gosto mais das opções do outro lado da praça, onde ficam bares lado a lado, como o African House e a Casa do Pensador. As mesas de madeira invadem o largo, com vista para o teatro. Os preços são razoáveis e as porções bem fartas.

Noite em Manaus - Isca de Pirarucu no O Pensador (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Se você decidiu ficar por aqui, não deixe de dar uma passadinha no quiosque do Tacacá da Gisela e levar um pra sua mesa. O tacacá é uma comida típica da região amazônica que é uma espécie de caldo servido em cuias com tucupi, goma de tapioca cozida, jambu e camarão seco. É delicioso e ainda deixa a boca um pouco adormecida por conta do jambu.

Noite em Manaus - Tacacá da Gisela (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Noite em Manaus - Tacacá da Gisela (Foto: Esse Mundo É Nosso)

* ATUALIZADO: Nosso leitor Felipe nos avisou que esses dois estabelecimentos abaixo deixaram de operar

Perto do Teatro Amazonas também ficam outras duas ótimas alternativas: Viúva Negra e O Chefão, esses para quem está a fim de gastar mais. Ambos ficam na Rua Ferreira Pena, mas não entendo por que razão o Google Maps sempre mostra a localização errada. Nós fomos parar do outro lado da cidade por conta disso e tivemos que gastar com táxi para chegar ao lugar certo. Então, para não ter erro, os dois bares ficam a apenas duas quadras do largo São Sebastião. Basta você seguir a Rua 10 de Julho, passar pelo teatro e virar na segunda rua à direita.

O Víuva Negra (Rua Ferreira Pena, 91) é um bistrô chique especializado em espumantes e champanhe, famoso na noite de Manaus. O casarão lilás é super bonito, a decoração é fina e o clima muito gostoso, principalmente para casais, embalados pela trilha sonora. A dica foi da nossa amiga Anna Bárbara, do blog Nós no Mundo.

Noite em Manaus - Viúva Negra (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Noite em Manaus - Viúva Negra (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Os pratos, embora “salgados” no preço, são deliciosos. Provamos um ceviche de pirarucu e filé mignon com massa de gorgonzola. O lugar funciona das 19h às 2h e não abre aos domingos e segundas.

Noite em Manaus - Viúva Negra (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Noite em Manaus - Viúva Negra (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Basta atravessar a rua para conferir O Chefão (Rua Ferreira Pena, 50), que leva mais jeitão de pub. O cardápio traz alguns pratos inspirados no filme O Poderoso Chefão, de Francis Ford Coppola, assim como a decoração é inspirada no longa. O clima também é meio romântico e há música ao vivo. Funciona de terça a domingo, das 17h à 1h.


Conhece alguma boa opção para aproveitar a noite em Manaus? Conta pra gente!

+ Veja mais dicas de Manaus

 

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM GOSTE

Rafael Carvalho

Mineiro fã de frango com quiabo e de uma boa cerveja, mora atualmente em São Paulo. É formado em Rádio e TV, pós-graduado em Jornalismo e trabalha há mais de 12 anos com Conteúdo Digital. Já passou por empresas como SBT e Jovem Pan FM. Apaixonado por viagens, fundou o Esse Mundo É Nosso e roda o Brasil e o mundo o ano todo sempre em busca de dicas para serem compartilhadas.

9 Comments

  1. Prof. Dr. Mike Fascina disse:

    Caro Rafael ! Parabéns pelo trabalho que desenvolve. A1 Quality ! Agora, permita-me colocar minha impressão e opinião atual, sobre a Manaus de hoje. Infelizmente…a Manaus de hoje, não é nem a sombra do que era, há cerca de 30 anos atrás. Muitos dos Clubes, classe A de então, como : o Ideal Clube, Bancrévea, Sheik Clube, União Esp. Portuguesa, Fazendário, Beasa,dentre outros que ofereciam serviço de alta qualidade, música ao vivo de altíssima qualidade, como nada se iguala hoje em dia,com The Bluebirds, The In Crowd, Embaixadores, Quarta Projeção, etc, que eram admirados por seu virtuosismo, mesmo nos EUA, Europa e demais países.Como cidadão paulistano, ex-morador da cidade de Manaus, da qual, talvez seja,o único artista que se projetou em nível nacional e internacional,sempre divulgando as belezas naturais do Amazonas e suas raízes, hoje, posso dizer…me desculpem a honestidade : Gosto de Manaus, mas…o que sinto quando vou aos “points” ditos badalados, “da moda “…é uma saudade imensa, de São Paulo !!! Eu diria que a noite e o ShowBizz de Manaus acham-se totalmente carentes de boas opções, como há alguns anos atrás. Me desculpem, mas…quando lembro do Bexiga, da Vila Olímpia, Vila Madalena,Pinheiros, Moema, etc, etc….sinceramente !

  2. Ana Paula disse:

    Não concordo com o artigo. Moro em Manaus há 1 ano e posso dizer que a cidade tem uma vasta opção de barzinhos, pubs e excelentes restaurantes. O problema é que os turistas acham que Manaus se resume ao Largo São Sebastião (que é apenas uma praça da parte antiga de Manaus).

    • Oi Ana Paula, tudo bem?
      Muito obrigado pelo seu comentário! Se puder deixar algumas indicações ajudaria muito outros leitores. Realmente precisamos voltar a Manaus pra ver as novidades da cidade!

      Abraços

  3. Thiago Guedes disse:

    Olá. Atualizando. Desde 2014, no mínimo, a região boêmia de Manaus deslocou-se para o Vieiralves e Adrianópolis (tradicionais bairros de classe média). O Centro da cidade, por conta da falta de policiamento e dificuldade de locomoção e estacionamento, deixou de ser atração há muito, inclusive alguns ótimos bares que lá ficavam, fecharam as portas.

  4. juliane disse:

    Porão do Alemão! Casa de rock mais tradicional da cidade 😉

  5. Felipe disse:

    O Chefão e o Viúva Negra fecharam… fui lá ontem e não tinha nenhum dos dois…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *