O que fazer em Kuala Lumpur: Um dia na capital da Malásia

Se você vai viajar por alguns países do Sudeste Asiático, tem grandes chances de passar pela capital da Malásia. Acontece que Kuala Lumpur é um dos maiores hubs de aviação comercial da região, ou seja, um grande centro de conexões, além de ser base operacional da companhia de baixo custo AirAsia.

Depois de passar duas vezes pela cidade, resolvi programar um dia para conhecê-la. E me surpreendi muito positivamente, fiquei até com vontade de ficar mais tempo. Kuala Lumpur é uma metrópole com cerca de 7 milhões de habitantes, cosmopolita, moderna e sede das maiores torres gêmeas do mundo, as Torres Petronas, símbolos da cidade. Devido à sua localização, é formada por uma grande mistura de povos, o que reflete em sua cultura e enche os olhos dos visitantes.

 

QUANDO IR

Quando ir a Kuala Lumpur

Assim como o Sudeste Asiático, Malásia é uma região super quente e úmida, com temperaturas médias entre 21ºC e 32ºC. Os meses mais chuvosos são entre Março e Abril e entre Setembro e Novembro, conhecidos como épocas das monções.

MOEDA E IDIOMA

Quando ir a Kuala Lumpur

O Ringgt (MYR) é a moeda corrente, mas casas de câmbio e caixas eletrônicos são facilmente encontrados. A língua oficial é o Malaio, porém o inglês, herança da colonização inglesa, é bastante falado e entendido.

ONDE FICAR

Quando ir a Kuala Lumpur

Regiões centrais com fácil acesso aos pontos turísticos são mais recomendadas, como a área do KLCC. Me hospedei no excelente Traders Hotel. Consulte aqui mais hotéis em KL comentados por hóspedes.

 

O QUE FAZER EM KUALA LUMPUR

 

BATU CAVES

É bom começar logo o dia nas Batu Caves, uma das grandes atrações da cidade, para evitar que esse centro de peregrinação hindu fique muito lotado. Além de uma gigante estátua dourada maior que o Cristo Redentor, as cavernas guardam importantes e lindos templos. Prepare-se para encontrar muitos macaquinhos também. Confira no post especial todas as dicas sobre como chegar, o que fazer e o que te espera nas Batu Caves.

O que fazer em Kuala Lumpur: Batu Caves (Foto: Esse Mundo É Nosso)

 

CENTRAL MARKET

De volta à área central, visitar o Central Market de Kuala Lumpur é uma experiência muito agradável. É um excelente local para comprar artesanato local, presentinhos e provar pratos típicos malaios. A estação Putra do LRT fica bem perto do mercado.

O que fazer em Kuala Lumpur: Central Market (Foto: Esse Mundo É Nosso)

O que fazer em Kuala Lumpur: Central Market (Foto: Esse Mundo É Nosso)O que fazer em Kuala Lumpur: Central Market (Foto: Esse Mundo É Nosso)

 

 

 

 

 

 

 

 


Endereço:
Jalan Hang Kasturi
Horário de Funcionamento: Diariamente das 10h às 22h

 

KASTURI WALK – CHINATOWN

Do lado de fora do Central Market fica o Kasturi Walk. Esse calçadão coberto tem muitas barraquinhas com artesanato, produtos locais, comidinhas e claro, coisas pirateadas. É interessante.

O que fazer em Kuala Lumpur: Kasturi Walk (Foto: Esse Mundo É Nosso)

 

KUALA LUMPUR CITY GALLERY

Mesmo com chuva, encarei a caminhada cruzando o rio até o Kuala Lumpur City Gallery, um museu que conta a história da cidade de forma diferente, também um bom centro de informações turísticas. Em frente a este bonito prédio fica o letreiro “I♥KL”, disputado pelos turistas para ser fotografado.

O que fazer em Kuala Lumpur: City Gallery (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Endereço: Jalan Raja, 27

 

MERDEKA SQUARE

Também conhecida como Praça da Independência, a Merdeka Square era originalmente parte do clube de cricket Royal Selangor. O espaço serviu de local para o anúncio da independência da Malásia em 1957. O lindo predinho do clube ainda continua em funcionamento.

O que fazer em Kuala Lumpur: Merdeka Square (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Do outro lado da avenida fica o grandioso Sultan Abdul Samad com sua Torre do Relógio.

O que fazer em Kuala Lumpur: Merdeka Square (Foto: Esse Mundo É Nosso)

 

MASJID JAMEK

Construída em 1907, a Mesquita Jamek é aberta ao público fora do horário de oração. Uma pena que durante minha visita iria acontecer um evento no local e só pude vê-la por fora.

O que fazer em Kuala Lumpur: Masjid Jamek (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Endereço: Jalan Melayu com India (Estação Masjid Jamek do LRT)

 

KUALA LUMPUR CITY CENTRE

A partir da estação Masjid Jamek, peguei o metrô (LRT) até o Kuala Lumpur City Centre (estação KLCC), uma grande área verde com hotéis, shopping centers, centros de convenções e restaurantes. É ali também que ficam as Torres Petronas. Vale caminhar e conhecer essa região moderna e criada para pedestres. O shopping Suria KLCC é uma boa opção para compras e alimentação.

O que fazer em Kuala Lumpur: KLCC (Foto: Esse Mundo É Nosso)

 

TORRES PETRONAS

O dia em Kuala Lumpur termina nas Torres Petronas, maiores torres gêmeas do mundo. Os prédios ícones da cidade são abertos à visitação (saiba tudo).

O que fazer em Kuala Lumpur: Torres Petronas (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Endereço: Kuala Lumpur City Centre

 

MENARA KL – KUALA LUMPUR TOWER

Gostaria de ter ido também visitar a Menara KL, também chamada de Kuala Lumpur Tower, mas infelizmente não deu tempo. A torre tem 421 metros e é uma das mais altas do mundo. Por ficar em cima de uma montanha, tem uma vista ainda mais privilegiada de toda a cidade. O mirante é aberto à visitação (saiba mais).

O que fazer em Kuala Lumpur: Menara KL

[Bjørn Christian Tørrissen em CC BY-SA 3.0]

Endereço: No. 2 Jalan Punchak Off Jalan P.Ramlee

+ Torres Petronas Petronas e o KLCC

+ Como chegar às Batu Caves e o que você encontrará

+ Dica de hotel em Kuala Lumpur: Traders Hotel

+ Como ir do aeroporto ao centro de Kuala Lumpur

+ Como é voar pela Malaysia Airlines

 

 

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM GOSTE

Rafael Carvalho

Mineiro fã de frango com quiabo e de uma boa cerveja, mora atualmente em São Paulo. É formado em Rádio e TV, pós-graduado em Jornalismo e trabalha há mais de 12 anos com Conteúdo Digital. Já passou por empresas como SBT e Jovem Pan FM. Apaixonado por viagens, fundou o Esse Mundo É Nosso e roda o Brasil e o mundo o ano todo sempre em busca de dicas para serem compartilhadas.

1 Comment

  1. venancio moniz disse:

    parabens a voce que ja deu um passo ate asia embora esteja so na malasya ja faz parte a asean

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *