O que fazer no Pantanal: 5 atrações pra viagem valer a pena

Tem vontade de conhecer a maior planície alagável do mundo, mas ainda não sabe o que fazer no Pantanal? Contamos aqui algumas das experiências que mais gostamos durante nossa visita à região de Corumbá, no Mato Grosso do Sul.

O Pantanal se estende pelos estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, além de algumas áreas do Paraguai e Bolívia. Reserva da Biosfera e Patrimônio Natural Mundial pela UNESCO, a região tem uma fauna riquíssima e uma flora exuberante. Uma das portas de entrada e com melhor estrutura é a cidade de Corumbá, na fronteira com a Bolívia. Pra quem não gosta muito de animais, por ser um pouco entediante, mas para os fãs de ecoturismo, é um prato cheio.

O QUE FAZER NO PANTANAL

1. ESTRADA PARQUE

O que fazer no Pantanal (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Uma das melhores maneiras de conhecer a vida selvagem pantaneira é visitando a Estrada Parque. Ao longo dos 120Km entre Corumbá e Miranda, é possível cruzar paisagens lindas e observar animais como jacaré, capivara, paca, tamanduá, quati, macaco e, com muita sorte, até a onça pintada. Dá pra fazer o passeio num tour organizado com guia (que ajuda bastante a identificar os animais e encontrar os melhores pontos de observação) ou por conta própria alugando um carro. Nas épocas de chuva, normalmente de janeiro a junho, é recomendável que o veículo seja um 4×4, já que algumas partes ficam alagadas. Percorrer a Estrada Parque leva cerca de 4h e algumas pousadas têm restaurantes ao longo do caminho.

+ Consulte agências no site da prefeitura

 

2. PASSEIOS DE BARCO

O que fazer no Pantanal (Foto: Divulgação/Fundação Turismo

Andar de barco por esses rios está para o Pantanal como o Cristo Redentor está para o Rio de Janeiro. As opções vão de passeios de chalana, barcos luxuosos e até mesmo a remo, para poucas pessoas. Os tours em barcos menores com barqueiros pantaneiros são mais interessantes já que eles têm os olhos treinados para encontrar os animais, como jacarés e aves. Você pode contratar os passeios com os hotéis (veja lista). Nós fizemos com o Passo do Lontra. Se der, assista a um pôr do sol enquanto navega. É espetacular!

 

3. FOCAGEM NOTURNA

O que fazer no Pantanal (Foto: Divulgação/Fundação Turismo)

Uma das atividades mais populares no Pantanal é a focagem noturna, que pode ser feita de carro ou de barco. Como muitos animais têm hábitos noturnos, esse é um período ideal para encontrar jacarés, lobos e, mais uma vez com muita sorte, as famosas onças pintadas. Os passeios podem ser contratados nos hotéis e pousadas da região.

 

4. UM DIA DE PANTANEIRO

O que fazer no Pantanal (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Montar num cavalo e andar pelas áreas alagadas é uma das mais autênticas experiências pantaneiras. Algumas fazendas oferecem o passeio, que costuma levar duas horas. Vivemos o dia de pantaneiro da Fazenda São João, que ainda serve um almoço com comidas típicas da região e tem redes para o merecido descanso. A Pousada Aguapé também oferece o passeio.

 

5. VISITAR UMA FAZENDA DE JACARÉS

Fazenda de Jacarés em Corumbá - Caimasul (Foto: Esse Mundo É Nosso)

No Pantanal, não muito longe de Corumbá, você pode visitar uma fazenda de jacarés e ter a sorte de segurar um desses bichos nas mãos. A Caimasul ainda não está oficialmente aberta para visitas, mas é possível agendá-las com os proprietários (saiba tudo).

 

#FICAADICA: Não esqueça de levar tênis confortáveis, boné ou chapéu, repelente e protetor solar, além de um casaco. Apesar de ser uma região muito quente, pegamos um frio digno de sul do país.

Durante nossa visita nos hospedamos por uma noite no Passo do Lontra Parque Hotel. É um hotel de selva simples, mas muito procurado principalmente por famílias de pescadores que querem estrutura para pescar nos rios da região.

+ Veja todas as dicas para visitar o Pantanal

* Os jornalistas viajaram a convite da Fundação de Turismo do Pantanal de Corumbá. Todas as opiniões dadas aqui são independentes e isentas.

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM GOSTE

Rafael Carvalho

Mineiro fã de frango com quiabo e de uma boa cerveja, mora atualmente em São Paulo. É formado em Rádio e TV, pós-graduado em Jornalismo e trabalha há mais de 12 anos com Conteúdo Digital. Já passou por empresas como SBT e Jovem Pan FM. Apaixonado por viagens, fundou o Esse Mundo É Nosso e roda o Brasil e o mundo o ano todo sempre em busca de dicas para serem compartilhadas.

6 Comments

  1. Lourdes do Rocio Pires disse:

    Adorei as dicas… estamos eu e meu marido, planejando fazer essa viagem esse ano. Gostaríamos de fazer uma rora passando por Campo Grande, Dourados, Miranda, Corumbá e Bonito… Como deve ser a ordem destas cidades para uma viagem prática e produtiva?

  2. Eu me chamo Alisson Buzinhani, fui criado no Passo do Lontra (minha família foi a fundadora do Passo do Lontra Parque Hotel e Pousada São João, junto com os Venturini – que ainda estão por lá) e conheço bem a região.
    Não sei se chegaram a comentar com vocês que na região da estrada parque no Pantanal Sul, há roteiros de aventura mais voltados para aqueles que querem se aprofundar mais região e ter uma experiência exclusiva e personalizada no Pantanal!
    Por conhcer muito bem a região, resolvi montar um roteiro diferente dos convencionais oferecidos por todas as fazendas/pousadas no Pantanal. Nosso roteiro mistura acampamento selvagem no rio Miranda com hospedagem na fazenda são joão, assim é possível explorar a natureza ao redor dos rios, a Estrada Parque e depois uma fazenda tipica do Pantanal.
    Durante o acampamento selvagem você realmente sente o que é estar na natureza selvagem, confesso que na primeira noite os turistas tem um pouco de dificuldade em dormir com os animais fazendo barulho ao redor da barraca, mas para quem quer aventura na natureza, a experiência é um prato cheio!
    Fica a dica para os mais interessados em aventura, deem uma olhada no roteiro que oferecemos (Eco Adventures Travel), garanto que será uma experiência inesquecível…

  3. Monica Salaustiano disse:

    Todos os passeios mencionados podem ser feitos na estrada parque, durante o dia vc faz o dia pantaneiro, almoço tipico em uma das fazendas turísticas da região e se tiver disponibilidade durma em uma dessas fazendas para fazer a focagem noturna.
    Na cidade vc tem a opção do city tour com visitas no museu do homem Pantaneiro, casa massa barro, Art Izu, Casa Dr Gabi, Estação natureza, portal da marinha e Cristo Rei do Pantanal, vc consegue fazer em meio dia, se der sorte de todos os locais estarem abertos, passeio de chalana incluso almoço ou somente o passeio, com duração de meio dia.
    Pronto vc conheceu Corumbá e um pouco do Pantanal

  4. Valentim disse:

    Depois de conhecer as belezas naturais do Pantanal, dê um pulo em Bonito e conheça a transparência de nossos rios, as inúmeras cachoeiras e nosso cartão postal, a Gruta do Lago Azul entre outras atrações.
    Para quem está ou vai para o Pantanal, Bonito está próximo, por estrada apenas a 200km da rota para o Pantanal.
    Aproveite a viagem e conheça esse paraíso que é Bonito.
    Abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *