Onde comer o Pastel de Belém legítimo em Lisboa, Portugal

Ir a Lisboa e não provar o Pastel de Belém é como o velho ditado de ir a Roma e não ver o Papa. Os pastéis de nata são encontrados por todo o país, mas apenas em Belém, bem ao lado do mosteiro onde surgiu essa delícia, é que eles são produzidos com o nome original.

A receita secreta surgiu no século XIX no Mosteiro dos Jerónimos. Em 1834, quando todos os mosteiros e conventos de Portugal foram obrigados a fechar, os trabalhadores decidiram iniciar a venda para sobreviver, no mesmo local onde hoje fica a loja dos Pastéis de Belém, à época um anexo de uma refinaria de cana de açúcar. A fábrica tem como data oficial de abertura o ano de 1837.

Onde comer o Pastel de Belém legítimo em Lisboa (Foto: Esse Mundo É Nosso)

A receita originária do mosteiro mantém-se até hoje secreta e apenas nesse restaurante podem levar o nome de “Pastel de Belém”.

+ Veja hotéis com desconto em Lisboa

ONDE COMER O PASTEL DE BELÉM LEGÍTIMO

Por conta da fama, é muito comum haver filas. Quanto mais tarde você for maior a chance de ter de encará-las. Ao chegar, pule a entrada onde os pastéis são vendidos “para viagem” e entre pelo labirinto de corredores em busca de uma mesa em alguns dos salões. Se estiver lotado, há fila no interior do maior desses salões. Espere um movimento ainda maior aos sábados e domingos. Durante a semana, costuma ficar mais cheio a partir do meio-dia.

Onde comer o Pastel de Belém legítimo em Lisboa (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Cada pastel de Belém custa €1.10* e é comum as pessoas já pedirem grandes porções. Se preferir, dá também pra almoçar ou jantar aqui, já que o cardápio é super variado, incluindo boas opções de vinhos.

Onde comer o Pastel de Belém legítimo em Lisboa (Foto: Esse Mundo É Nosso)

O pastel realmente é diferente dos demais que havia provado pelo país. A massa é mais dura e extremamente crocante. O creme é menos doce. Talvez por isso sobre as mesas tenham açúcar e canela pra quem desejar.

Antes de terminar a visita, vale passar numa área onde é possível ver os doces sendo desenformados por mãos de mulheres habilidosas. Pra não ficar com saudades, dá também pra pedir ao garçom uma porção para levar com você.

Onde comer o Pastel de Belém legítimo em Lisboa (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Onde comer o Pastel de Belém legítimo em Lisboa (Foto: Esse Mundo É Nosso)

+ Melhor preço no Seguro Viagem obrigatório pra Europa

COMO CHEGAR EM BELÉM

Dá pra ir tranquilamente de transporte público. Você pode ir de trem (comboio) na Linha de Cascais a partir do Cais do Sodré (estação do metrô de mesmo nome) e descer na estação Belém por 1,30€*. Ao sair do trem é só caminhar uns 600m. Dá pra comprar na hora mesmo nas máquinas de autoatendimento. Pesquise os horários no site da Comboios de Portugal.

Outra forma fácil de chegar aos Pastéis de Belém é de tram (bonde elétrico) número 15E, que começa na Praça da Figueira, no centro e próximo ao metrô Rossio, passa pelo Terreiro do Paço e Cais do Sodré. Desça na “paragem” Belém-Jerónimos (veja a rota no mapa). O tram custa 2,90€*.

PASTÉIS DE BELÉM

Endereço: Rua de Belém nº 84 a 92
Horário: Aberto todos os dias das 8h às 23h e até meia noite de julho a setembro. Nos dias 24, 25, 31 de dezembro e 1 de janeiro até às 19h.
Reservas: Podem ser feitas online.
Mais informações: Consulte o site do estabelecimento

+ Veja o que fazer nos arredores da pastelaria
+ Onde comer em Lisboa: Dicas de restaurantes

+ Onde comer bacalhau na capital portuguesa
+ Todas as dicas pra você curtir a cidade

* Para fazer o post “Onde comer o pastel de Belém legítimo em Lisboa” os preços foram checados em abril de 2017

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM GOSTE

Rafael Carvalho

Mineiro fã de frango com quiabo e de uma boa cerveja, mora atualmente em São Paulo. É formado em Rádio e TV, pós-graduado em Jornalismo e trabalha há mais de 12 anos com Conteúdo Digital. Já passou por empresas como SBT e Jovem Pan FM. Apaixonado por viagens, fundou o Esse Mundo É Nosso e roda o Brasil e o mundo o ano todo sempre em busca de dicas para serem compartilhadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *