Os profetas de Aleijadinho em Congonhas

A 78Km de Belo Horizonte, no Circuito do Ouro, a cidade de Congonhas sedia um dos Patrimônios Culturais da Humanidade (título recebido em 1985): o Santuário do Senhor Bom Jesus de Matosinhos. O grande atrativo da cidade está neste complexo, que não exige mais de um dia para conhecê-lo. A dica é visitar o lugar quando estiver de passagem pelas cidades históricas, normalmente no caminho entre Ouro Preto e São João del Rei/Tiradentes.

Embora a Basílica, as capelas dos Passos e do Santíssimo, e a Sala dos Milagres sejam lindas, todos os olhos ali se voltam para os 12 Profetas esculpidos em pedra sabão, obra de Antônio Francisco Lisboa – o Aleijadinho.

A história do Santuário do Senhor Bom Jesus de Matosinhos está ligada a um suposto milagre. Tudo começou na metade do século XVIII quando o português Feliciano Mendes, um dos mineradores da época, contraiu uma grave doença e, graças às preces ao Senhor de Matosinhos, alcançou a cura. A partir daí, Feliciano passou a se dedicar inteiramente à construção de um santuário. As obras, que levaram quase 120 anos, continuaram mesmo após sua morte e deram origem a um patrimônio visitado por milhares de pessoas todos os anos.

Eu e meu amigo Adolf fizemos uma rápida passagem pela cidade durante nosso mochilão pelas Cidades Históricas de Minas Gerais. A parada foi rápida, já que foi durante a viagem entre Ouro Preto para minha cidade natal, São Vicente de Minas. Mas durou o suficiente para admirar o complexo e, principalmente, as obras do mestre Aleijadinho.

+ Saiba mais sobre Congonhas no Descubra Minas

+ Veja tudo das Cidades Históricas mineiras

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM GOSTE

Rafael Carvalho

Mineiro fã de frango com quiabo e de uma boa cerveja, mora atualmente em São Paulo. É formado em Rádio e TV, pós-graduado em Jornalismo e trabalha há mais de 12 anos com Conteúdo Digital. Já passou por empresas como SBT e Jovem Pan FM. Apaixonado por viagens, fundou o Esse Mundo É Nosso e roda o Brasil e o mundo o ano todo sempre em busca de dicas para serem compartilhadas.

4 Comments

  1. Damião Dias da Silva disse:

    Estou precisando de uma ajuda para montar um roteiro com 7 dias fazendo um roteiro pelas cidades históricas de Minas Gerais a começar por Belo Horizonte, onde vou ficar duas diárias e as outras quatros vou ficar em Ouro Preto devido serem as duas cidades com mais infraestruturas e proximidades das outras cidades históricas. Qual é a sua sugestão para eu montar o meu roteiro. Um abraço

    • Oi Damião, tudo bem?
      Você então já está com todas as noites decididas? Se sim, uma pena, pois você talvez tenha que deixar Tiradentes de fora, já que um bate-volta de Ouro Preto pode ser bem cansativo (cerca de 2h em cada trecho). O ideal seria ficar ao menos uma noite lá.

      Mas de acordo com o que você falou, vale curtir BH nos dois primeiros dias (em um deles você pode até dar um pulo em Sabará, que é uma cidade histórica vizinha). No dia em que for para Ouro Preto, já pode combinar de visitar, no meio do caminho, o Inhotim. Com base em Ouro Preto, você pode visitar: Mariana, Congonhas e Lavras Novas. Caso queira fazer o bate-volta, dá também pra ir para São João del Rei e Tiradentes.

      Abraços e boa viagem

  2. Adolfo disse:

    Acho que o melhor de viajar de carro sem compromisso é isso. A gente decidiu de parar em Congonhas meio que por acaso, de repente. E pensar que a maioria das pessoas acha que Congonhas é só aeroporto. O mais legal é que antes de passar pela cidade, a gente conheceu de perto outras obras do Aleijadinho e acabamos deixando essa tão importante pro final. A única parte triste é estar tão perto e tão longe de BH hahaha! Mas um dia eu chego lá (literalmente). Abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *