Paraty pela primeira vez: As dicas do Henrique

A 248Km do Rio de Janeiro e 330Km de São Paulo, Paraty é um ótimo destino para quem quer voltar ao passado e lembrar a época do Brasil Colônia. O charmoso centro histórico lembra muito as cidades de Minas Gerais, como Tiradentes. A maior diferença desta cidade do litoral fluminense fica por conta da bela baía de Ilha Grande e as várias ilhas no entorno da cidade.

Nosso amigo e leitor Henrique Bezerra viajou à cidade pela primeira vez e compartilha conosco suas impressões sobre o destino:

PARATY PELA PRIMEIRA VEZ

Paraty é uma cidade encantadora tanto de dia como à noite. Eu fiquei hospedado perto do Centro Histórico, onde estão bons restaurantes e muitas das atrações.

Paraty pela primeira vez (Foto: Henrique Bezerra)

Paraty pela primeira vez (Foto: Henrique Bezerra)

Paraty pela primeira vez (Foto: Henrique Bezerra)

Ao chegar à cidade, fui caminhar pelo famoso centro, que me encantou logo de início, com suas charmosas casas históricas e arquitetura colonial. A igreja Santa Rita de Cássia, virada para o mar, é a mais famosa, embora não seja a Matriz, esta chamada de Nossa Senhora dos Remédios.

Paraty pela primeira vez (Foto: Henrique Bezerra)

Paraty pela primeira vez (Foto: Henrique Bezerra)

Paraty pela primeira vez (Foto: Henrique Bezerra)

Paraty pela primeira vez (Foto: Henrique Bezerra)

Paraty pela primeira vez (Foto: Henrique Bezerra)

Paraty pela primeira vez (Foto: Henrique Bezerra)

Ao andar pelo cais, bem cedo, vi que a maré estava muito baixa, nenhum barco conseguia sair. Tinha pouco tempo em Paraty e queria fazer o passeio de barco pelas ilhas, portanto tive que esperar a maré subir para poder fazer o tour.

Paraty pela primeira vez (Foto: Henrique Bezerra)

Paraty pela primeira vez (Foto: Henrique Bezerra)

Há vários tipos de barcos que saem diariamente e acabei escolhendo os últimos, que são maiores e têm uma boa estrutura, com cadeira, música, almoço, petiscos, bebidas e snorkel para mergulho (tudo pago à parte). Acabei pagando pelos óculos de mergulho, pois é bem legal para olhar os peixes. Pena que no dia estava a água estava turva, mas deu para aproveitar do mesmo jeito.

Paraty pela primeira vez (Foto: Henrique Bezerra)

Vale a pena fazer esse passeio, que dura cerca de cinco horas e faz quatro paradas para conhecer algumas das ilhas.

Um dos grandes atrativos de Paraty fica por conta das fotos que todos os visitantes querem fazer dos reflexos das casas quando as ruas são tomadas pela maré alta. Antigamente aproveitavam essa água para jogar os excrementos na rua, assim quando a maré subisse levaria tudo embora.

Paraty pela primeira vez (Foto: Henrique Bezerra)

Paraty pela primeira vez (Foto: Henrique Bezerra)

Estava com um casal de amigos e na hora do jantar fomos ao restaurante Banana da Terra. Cada um fez a escolha por um motivo: eu que queria pegar mais um Prato da Boa Lembrança para minha coleção e eles porque descobriram que havia um cardápio vegetariano.

Paraty pela primeira vez (Foto: Henrique Bezerra)

Logo de entrada pedimos um pastel de palmito de pupunha com gema de ovo mole e molho agridoce. Estava muito saboroso. Em seguida pedi o Prato da Boa Lembrança, que era chamado de Caiçara Antenado (peixe em tiras com mariscos, molho agridoce, mini arroz, limão em pó e toque de coentro selvagem).

Banana da Terra - Paraty pela primeira vez (Foto: Henrique Bezerra)

O casal de amigos pediu uma moqueca vegetariana de banana, palmito e pimenta de bico com farofa da terra. Eles saíram bem satisfeitos, ainda mais que me disseram que não é fácil achar algum prato especifico para vegetarianos.

Banana da Terra - Paraty pela primeira vez (Foto: Henrique Bezerra)

Paraty me encantou de primeira. O lado ruim foi que fiquei pouco tempo para aproveitar mais a cidade, mas com certeza irei voltar para conhecê-la melhor. Dentre os lugares que não fui, faltaram as cachoeiras.

Paraty pela primeira vez (Foto: Henrique Bezerra)

Paraty pela primeira vez (Foto: Henrique Bezerra)

* Agradecemos ao Henrique pelo relato e pelas lindas fotos

+ Saiba como chegar a Ilha Grande e à Vila do Abraão

+ Curta nossa página no Facebook
+ Siga o @essemundoenosso no Instagram
+ Também estamos no Twitter

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM GOSTE

Rafael Carvalho

Mineiro fã de frango com quiabo e de uma boa cerveja, mora atualmente em São Paulo. É formado em Rádio e TV, pós-graduado em Jornalismo e trabalha há mais de 12 anos com Conteúdo Digital. Já passou por empresas como SBT e Jovem Pan FM. Apaixonado por viagens, fundou o Esse Mundo É Nosso e roda o Brasil e o mundo o ano todo sempre em busca de dicas para serem compartilhadas.

3 Comments

  1. likka disse:

    Amo paraty amo esse lugar maravilhoso minha próxima morada se Deus quiser, indico para quem quiser ir e se hospedar em um hostel maravilhoso se chama, CHE LARGATO um lugar para descansar e conhecer gente do mundo inteiro bom mesmo

  2. Andréa disse:

    Sugiro o barzinho Sarau que tem comida boa, bebida boa e música muito boa!
    Tem tb uma creperia maravilhosa! Não lembro o nome, mas ela pertence a duas francesas.
    Cachoeiras, Trindade, vista do Forte… Tudo isso diz 2 dias de passeio.
    Depois, tive que voltar para as praias com menor facilidade de acesso e centros culturais.

  3. Muito legal, Henrique!
    Ainda não fui a Paraty, mas tenho muita vontade de conhecer. É um lugar super charmoso, além de não ser tão caro em comparação a outros destinos do estado do Rio de Janeiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *