Recentemente a notícia de que uma brasileira morreu após passar mal no avião fez reacender uma questão: como o nosso corpo reage durante um voo?

COMO EVITAR PASSAR MAL NO AVIÃO

Não é raro alguém ter alguma indisposição durante um voo ou até mesmo passar mal no avião. Para entender melhor o que acontece com o nosso organismo nestas situações e como podemos evitar ocorrências mais graves, conversamos com o Dr. Marco Cantero, presidente da Sociedade Brasileira de Medicina Aeroespacial.

Passar mal no avião (Foto: via Shutterstock)
Foto via Shutterstock

O médico explica que as principais causas de morte em aeronave não estão obrigatoriamente relacionadas aos voos: “São as habituais à população em geral, que são as doenças cardiovasculares, especialmente infarto do coração e AVC (Acidente Vascular Cerebral), que iriam acontecer em solo. No voo pode ter uma antecipação de um evento que aconteceria um pouco mais pra frente”, afirma. Estas situações mais graves geralmente acontecem em voos longos, acima de 4h, ou seja, na maioria das vezes em voos internacionais.

NÁUSEAS E DORES

Enquanto casos extremos são mais raros, é comum passageiros terem alguma queixa relacionada à aceleração e desaceleração do avião, como náuseas e desconforto abdominal e auditivo: “Isso está relacionado a um ambiente com menos pressão de ar. Menos pressão atmosférica leva a um aumento do volume dos gases dentro do nosso organismo”, explica o médico, que tem 11 anos de experiência como gestor de saúde na TAM e um ano na Azul.

Passar mal no avião (Foto: via Shutterstock)
Foto via Shutterstock

Ele dá dicas para evitar estes desconfortos e não passar mal no avião: “Para dores abdominais a dica é não ingerir bebidas alcoólicas em excesso e não tomar refrigerante antes e durante o voo. Dê preferência à agua. Para o desconforto auditivo tem uma dica bastante simples e efetiva que é no procedimento de descida da aeronave tapar o nariz com os dedos da mão e engolir com a boca fechada algumas vezes. Isso melhora bastante o desconforto auditivo na descida do avião”.

Já para quem tem crises de labirintite, o ideal é entrar medicado no avião, claro que usando o remédio que foi receitado por seu médico. Já os mais sensíveis a náuseas devem evitar o uso de refrigerantes.

Passar mal no avião (Foto: via Shutterstock)
Foto via Shutterstock

NÃO FICAR MUITO TEMPO PARADO EVITA TROMBOSE

Uma dica importante para evitar passar mal no avião e ter alguma complicação mais séria é tentar não ficar muito tempo sem se mexer durante o voo: “A gente recomenda que as pessoas não fiquem levantando da aeronave por uma questão de segurança, mas mexer a perna e o tornozelo, fazer os movimentos de esticar a perna e dobrá-la o máximo que for possível na sua poltrona é muito importante para evitar a trombose. A trombose está relacionada à imobilidade prolongada da pessoa dentro do avião. Então, ela entra no avião, não se mexe e 6h depois vai levantar e tem um trombo numa das veias da perna se tiver varizes, se fumar, se tiver os fatores de risco deste problema”.

DOENÇAS JÁ EXISTENTES

Segundo o médico, quando situações mais graves acontecem no voo é porque o passageiro já tem alguma doença: “Para ter um infarto dentro do avião é evidente que geralmente seja alguma pessoa com pré-disposição prévia como hipertensão, tabagismo, sedentarismo ou obesidade, que são os fatores de risco para o infarto de uma maneira geral. Dentro do avião, como tem um pouco menos de oxigênio, o infarto pode ser antecipado”.

Passar mal no avião (Foto: via Shutterstock)
Foto via Shutterstock

Para evitar que isto aconteça, é importante fazer os tratamentos de suas complicações e a diminuição dos fatores de risco: “Aquela rotina de sempre: não fumar, fazer exercício, ter uma alimentação adequada, tratar a diabetes e a hipertensão arterial. Isso é o básico para ter uma boa saúde e que vai contribuir para evitar eventos dentro do avião”.

+ Não viaje sem seu seguro internacional; feche agora com desconto

PASSAGEIRO FREQUENTE TAMBÉM TEM RISCOS

Quem está acostumado a viajar de avião já se habitua a problemas mais simples e já sabe como agir em diversas ocasiões. Entretanto, não é por ser um passageiro frequente que ele estará livre de passar mal no avião ou ter complicações mais graves: “Vai deixar de ter se fizer exercício, se comer direito, tratar sua doença crônica, emagrecer e não fumar. Essa é a lição de casa da boa saúde”, conclui o médico.

+ Micos de viagem: Saiba como não cometer gafes
+ Veja ferramentas úteis que podem salvar a sua viagem
+ Cinco dicas infalíveis para comprar dólar e outras moedas

Sobre o Autor
Adolfo Nomelini
Jornalista formado pela PUC-SP e pós graduado em Comunicação em Mídias Digitais, é apaixonado por música, coxinha, televisão, seus óculos e internet. Trabalha há 8 anos com conteúdo online e passa boa parte do tempo "jogando o corpo no mundo, andando por todos os cantos e, pela lei natural dos encontros, deixando e recebendo um tanto".
3 respostas
  1. Eu e uma amiga fizemos uma viagem a Fortaleza. E ela comprou com três escalas para economizar. Dentro do avião comecei pensar descer subir. Me deu pânico. Na época estava demais. E não procurava fazer yoga,psiquiatra. Eu tinha Oxmetro dedo estava normal 97 mas eu Iperventilava de tanto respirar errado. aeromoca me deu Oxigênio. Só sei que no pouso. Veio médico,maca, Eu disse já to bem. Me deram Diazepam. 10 m Cheguei no local de destino Bem. Meu primeiro relaxante tarja. Ja tive muitos episodios inclusive indo e voltando de paris. Mas aprendi gostar de viajar. curtir pensar nas coisas boas. Agora no voo leio,ouço musica chinesa. A meditação, monja coen, e Daniell Atala Canais do youtube mudou minha vida. Eu sou mais calma. Mais zen.
    Mas realmente viajar de avião Tem desconfortos. mas melhor de carro. Ate para Aracaju de salvador nunca fui de ônibus. adoro e queraprender curtir mais o voo. Vendo o sil lindo,a lua, as nuvens. Perfeito.

  2. PARABENS PELAS DICAS …… NÓS VIAJANTES AGRADECEMOS PELA SUA GENTILEZA, SERIA INTERESSANTE QUE MAIS PESSOAS POSTASSEM TAIS CONSELHOS QUE PUDESSEM SER UTEIS A POPULAÇÃO QUE VIAJAM COM FREQUENCIA!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Melhor preço para Seguro Viagem

Sobre Nós
Rafael Carvalho

Somos Adolfo Nomelini e Rafael Carvalho, dois jornalistas que trabalham com conteúdo digital há mais de 10 anos. Aqui você encontra nossas dicas de viagens pelo Brasil e o mundo.