Praça do Pôr do Sol: Como chegar ao fim de tarde mais famoso de SP

Sabe o famoso fim de tarde no Arpoador, no Rio de Janeiro? Pois os paulistanos também adotaram um lugar pra curtir o final do dia. A Praça do Pôr do Sol em São Paulo, como próprio nome já diz, tem o pôr do sol mais famoso da capital.

Localizada no Alto de Pinheiros, seu nome verdadeiro é Praça Coronel Custódio Fernandes Pinheiros, mas por conta da fama há muitos anos já foi apelidada apenas de Praça do Pôr do Sol. Por ficar no alto de uma das ladeiras do bairro, a vista do horizonte é garantida, algo difícil numa cidade com tantos prédios como São Paulo.

Praça do Pôr do Sol em SP (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Durante a semana, o clima é mais tranquilo, mas nas férias, feriados e fins de semana, constuma encher bastante, quando o público é predominantemente de jovens. Eles fazem piqueniques, tocam violão ou se sentam em rodas com os amigos para beber alguma coisa vendida pelos ambulantes.

Praça do Pôr do Sol em SP (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Praça do Pôr do Sol em SP (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Nos dias mais cheios, não é difícil encontrar pessoas consumindo maconha na Praça do Pôr do Sol. O cheiro é constante e a polícia faz vista grossa, mas mesmo assim o clima é bem calmo, tanto que é comum encontrar famílias com crianças pequenas.

Vale muito a pena! Traga algumas coisinhas e faça um piquenique.

COMO CHEGAR À PRAÇA DO PÔR DO SOL

A Praça Coronel Custódio Fernandes Pinheiros fica a cerca de 2km do metrô Vila Madalena (Linha Verde) ou da estação Faria Lima (Linha Amarela). Dá pra ir a pé, mas é preciso uma meia hora de caminhada e algumas subidas íngremes. Se vier de transporte público, talvez seja melhor pegar um táxi ou Uber (não pague a corrida por meio desse link) a partir dessas estações. Caso queira ir de ônibus, trace a rota no site da SPTrans.

Já se vier de carro, há alguns lugares pra estacionar ao redor da praça, mas costuma faltar vaga nos fins de semana e pode ser preciso parar em ruas um pouco mais afastadas.

+ Frank & Charles: Um dos melhores hambúrgueres da cidade
+ Almoço executivo no Terraço Itália: Coma bem a pague menos
+ Todas as dicas pra curtir o melhor da capital paulista

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM GOSTE

Rafael Carvalho

Mineiro fã de frango com quiabo e de uma boa cerveja, mora atualmente em São Paulo. É formado em Rádio e TV, pós-graduado em Jornalismo e trabalha há mais de 12 anos com Conteúdo Digital. Já passou por empresas como SBT e Jovem Pan FM. Apaixonado por viagens, fundou o Esse Mundo É Nosso e roda o Brasil e o mundo o ano todo sempre em busca de dicas para serem compartilhadas.

2 Comments

  1. Anselmo A. Santos disse:

    boa tarde,

    qual seria o melhor horário para fotografar o por do sol?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *