Qual a voltagem nas cidades do Brasil? Como saber antes de viajar?

Mesmo em tempos em que celular e muitos outros eletrônicos são bivolt ainda há muita gente que se preocupa com a voltagem nas cidades do Brasil na hora de viajar. Acontece que existem ainda muitos aparelhos sem essa configuração e que simplesmente podem queimar ou não funcionar fora do local onde você mora.

Entre os equipamentos mais simples que normalmente não são bivolt e que fazem parte da bagagem estão secador de cabelo, chapinha, ventilador, aquecedor, repelente elétrico… tudo depende do destino e do que você vai usar na viagem.

Qual a voltagem nas cidades do Brasil (Foto: Esse Mundo É Nosso)
Aparelho novo em que ainda é preciso escolher a voltagem entre 127v ou 220v

Por isso a gente vai ajudar você a saber a voltagem nas cidades do Brasil, pelo menos nas principais ou mais visitadas.

Mas como os dados são muito contraditórios nas informações divulgadas pelas distribuidoras de energia e até mesmo pela ANEEL, a ideia é que esse seja um “post vivo”, em constante atualização. Se você encontrar alguma discrepância ou quiser informar se na sua cidade a tensão é 127V ou 220V, deixe seu comentário.

A VOLTAGEM NAS CIDADES DO BRASIL

Antes de começarmos a lista de Estados e principais cidades, vale falar um pouco sobre os termos técnicos e também o motivo de existirem essas diferenças entre as regiões do país.

| VOLTAGEM OU TENSÃO?

O termo “voltagem” é de uso popular no Brasil, mas o correto seria Diferença de Potencial Elétrico ou então Tensão Elétrica, como explica o Centro de Referência para o Ensino de Física (CREF), da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Essa é a maneira correta de se referir, mas como “voltagem” é de uso coloquial e mais comum entre nós, em alguns momentos continuaremos a usar essa palavra nesse texto.

| POR QUE EXISTEM DUAS “VOLTAGENS” NO BRASIL?

No Brasil existem diferentes tensões entre as cidades porque a rede elétrica foi implantada por diferentes empresas sem um padrão no começo do século XX, como explica a Super Interessante. Isso nunca foi padronizado porque o custo seria muito alto.

Ainda vale dizer que, embora muito se ouça falar em 110V, no Brasil existem apenas duas tensões: 127 volts e 220 volts. Esse é outro engano comum entre a população que ocorre porque por aqui existia a tensão 110V, que está sendo extinta, dando lugar à de 127V.

A VOLTAGEM NOS ESTADOS E CIDADES

ESTADO VOLTAGEM NAS PRINCIPAIS CIDADES

ACRE

127V – Rio Branco, Cruzeiro do Sul e demais cidades
ALAGOAS 220V – Maceió, Maragogi, São Miguel dos Milagres e demais cidades
AMAPÁ 127V – Macapá e demais cidades
AMAZONAS 127V – Manaus, Parintins, Tabatinga, Tefé e demais cidades
BAHIA

127V – Salvador, Ilhéus, Itacaré e Feira de Santana

220V – Porto Seguro (Caraíva, Trancoso e Arraial d’Ajuda), Morro de SP e Praia do Forte

CEARÁ

220V – Fortaleza, Jericoacoara, Canoa Quebrada, Aquiraz, Juazeiro do Norte e demais cidades

DISTRITO FEDERAL

220V – Brasília e demais cidades

ESPÍRITO SANTO

127V – Vitória, Vila Velha, Guarapari, Conceição da Barra, Colatina, Itaúna e demais cidades

GOIÁS

220V – Goiânia e demais cidades

MARANHÃO

220V – São Luís, Barreirinhas, Alcântara e demais cidades

MATO GROSSO

127V – Cuiabá, Chapada dos Guimarães, Nobres e a maioria das cidades

MATO GROSSO DO SUL

127V – Campo Grande, Bonito, Corumbá e demais cidades

MINAS GERAIS

127V – Belo Horizonte, Ouro Preto, Mariana, Tiradentes, Diamantina, Juiz de Fora, Uberlândia, Uberaba, Caxambu, São Lourenço, Monte Verde, São João del Rei e a maioria das cidades

PARÁ

127V – Belém, Santarém, Marabá, Alter do Chão, Altamira e demais municípios

PARANÁ

127V – Curitiba, Foz do Iguaçu, Cascavel, Ponta Grossa, Ilha do Mel e a maioria das cidades

220V – Rio Negro e Guarapuava

PARAÍBA

220V – João Pessoa, Campina Grande e demais cidades

PERNAMBUCO

220V – Recife, Porto de Galinhas, Olinda, Fernando de Noronha, Tamandaré, Petrolina e demais cidades

PIAUÍ 220V – Teresina e demais cidades
RIO DE JANEIRO

127V – Rio de Janeiro, Niterói, Búzios, Cabo Frio, Arraial do Cabo, Ilha Grande, Angra dos Reis, Paraty, Trindade, Petrópolis, Teresópolis e a maioria das cidades

220V – Nova Friburgo

RIO GRANDE DO NORTE

220V – Natal, Tibau do Sul (Pipa) e demais cidades

RIO GRANDE DO SUL

110V – Porto Alegre, Rio Grande, Canoas, Torres e alguns outros municípios

220V – Gramado, Canela, Caxias do Sul, Bento Gonçalves, Bagé, Pelotas, Uruguaiana e outros municípios

RONDÔNIA

127V – Porto Velho, Vilhena, Guajará-Mirim e demais cidades

RORAIMA

127V – Boa Vista

SANTA CATARINA

220V – Florianópolis, Balneário Camboriú, Joinville, Blumenau, Bombinhas e demais cidades

SÃO PAULO

127V – São Paulo, ABCD, Guarulhos, Campinas, Guarujá, São Vicente, Praia Grande, Ilhabela, Ubatuba, Brotas, Ribeirão Preto e a maioria dos municípios

220V – Santos, Jundiaí, Bertioga, Caraguatatuba, São José dos Campos, Mogi das Cruzes, Vinhedo e algumas outras cidades

SERGIPE

127V – Aracaju e a maioria dos municípios

TOCANTINS

220V – Palmas e demais regiões, incluindo Jalapão

Qual a voltagem nas cidades do Brasil

RESSALVAS QUANTO À VOLTAGEM

Vale dizer os números que citamos acima são as tensões elétricas que encontramos normalmente nas tomadas dessas cidades. Nada impede que um destino com padrão 127V tenha tomadas 220V. Na minha casa, inclusive, em São Paulo, o chuveiro é 220V, enquanto todas as demais instalações são 127V.

Nesses casos, principalmente em hotéis, o mais importante mesmo é ficar atento(a) se há sinalização nas tomadas de qual a voltagem ou até mesmo confirmar com algum funcionário. Você pode ver hotéis, pousadas, apartamentos e diárias com descontos no link abaixo.

+ Veja hotéis com descontos pelo país

Tem mais alguma dúvida sobre a voltagem nas cidades do Brasil? A que você procura não apareceu na lista? Viu alguma discrepância? Deixe seu comentário!

*Fontes: ANEELABRADEE

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM GOSTE

Rafael Carvalho

Mineiro fã de frango com quiabo e de uma boa cerveja, mora atualmente em São Paulo. É formado em Rádio e TV, pós-graduado em Jornalismo e trabalha há mais de 12 anos com Conteúdo Digital. Já passou por empresas como SBT e Jovem Pan FM. Apaixonado por viagens, fundou o Esse Mundo É Nosso e roda o Brasil e o mundo o ano todo sempre em busca de dicas para serem compartilhadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *