Quem já visitou Lima sabe muito bem por que a culinária do Peru é uma das mais admiradas e premiadas do mundo. É impossível não babar com as delícias da cidade. Se você ainda não teve a chance ou está com saudades deste tipo de cozinha, não pode deixa de visitar o Suri Ceviche Bar, em São Paulo. Claro que os preços não são tão baixos como os de lá, mas vale a pena extrapolar uma vez na vida.

Suri Ceviche Bar (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Embora o ceviche logo nos remeta ao Peru, quem comanda o estabelecimento é o chef colombiano Dagoberto Torres, que viu no Suri a realização de seu sonho após viajar pela América Latina em busca de referências e teve a chance de trabalhar em vários restaurantes de Bogotá e inclusive no DOM, onde atuou ao lado do renomado Alex Atala.

Nascido em Chaparral, interior da Colômbia, Dagoberto teve como seu primeiro negócio uma barraquinha de cachorro-quente, aos 14 anos. Pouco depois, abriu uma pizzaria, formou-se em técnico profissional em cozinha e abriu um restaurante de culinária colombiana contemporânea. Em 2009, ao chegar a São Paulo, viu seu sonho tornar-se realidade com o Suri Ceviche Bar, “que apresenta o ceviche não tradicional, mas com múltiplas referências latinas”, como diz em seu própria biografia.

Localizado em uma casa do bairro de Pinheiros, o Suri é charmoso, pequeno e não é difícil ter fila de espera, o que não é tão ruim quando se está acompanhado de um pisco sour, tradicional bebida sul-americana preparada à base de pisco e limão. Mas isso pode ser driblado por meio de uma reserva, disponível inclusive pela internet. Dividido em dois ambientes, você pode escolher sentar-se em uma mesa ou no próprio balcão, de forma mais descontraída.

Suri Ceviche Bar (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Logo ao chegarmos, pedimos o couvert de chips variados (de batatas e banana da terra) acompanhados de guacamole e molho picante (cerca de R$10 por pessoa).

Couvert - Suri Ceviche Bar (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Como éramos três adultos e queríamos provar diversos pratos, decidimos pedir vários e dividir entre todos nós. De entrada (a partir de R$25), pedimos anillos de calamares (anéis de lula empanados em panko e cajun com molho de cebola rostisada) e também kantuta (lagostim salteado acompanhado por manteiga de ají amarillo e tiras de pastel).

Anillos de calamares e kantuta - Suri Ceviche Bar (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Foi então que chegou a hora da grande atração da casa. Pedimos três ceviches (a partir de R$25): o clasico (peixe branco com cebola roxa, coentro e milho, acompanhado de batata doce), o de la casa (camarão, lula e salmão com emulsão de abacate, leite de coco e coentro) e o playa blanca (vieiras, lula e peixe branco com leite de coco, laranja, cebola roxa, ceoulette e massagô). Simplesmente incríveis!

Ceviche clasico - Suri Ceviche Bar (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Ceviche de la casa - Suri Ceviche Bar (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Ceviche playa blanca - Suri Ceviche Bar (Foto: Esse Mundo É Nosso)

A sobremesa também é tão bem apresentada e gostosa como os demais pratos. Pedimos a famosa urabá (torta de banana, sorvete de creme e bananas carameladas), pan de piña (pudim de pão e abacaxi com três leites) e um sorvete de chocolate.

Urabá - Suri Ceviche Bar (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Pan de piña - Suri Ceviche Bar (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Sorvete - Suri Ceviche Bar (Foto: Esse Mundo É Nosso)

O menu de bebidas inclui drinks como pisco sour, mojito e margarita, além de cervejas, vinhos, espumantes, sucos e chás. Sem dúvida uma excelente opção de gastronomia latina em plena cidade de São Paulo. O cardápio está sempre variando e com novidades, por isso alguns pratos encontrados aqui podem não estar mais disponíveis.

SURI CEVICHE BAR

Rua Matheus Grou, 488 – Pinheiros – São Paulo
(11) 3034-1763
suri.com.br

+ Veja  mais dicas de São Paulo

+ Confira relatos de viagens ao Peru

 

 

Sobre o Autor
Rafael Carvalho
Mineiro fã de frango com quiabo e de uma boa cerveja, mora atualmente em São Paulo. É formado em Rádio e TV, pós-graduado em Jornalismo e trabalha há mais de 12 anos com Conteúdo Digital. Já passou por empresas como SBT e Jovem Pan FM. Apaixonado por viagens, fundou o Esse Mundo É Nosso e roda o Brasil e o mundo o ano todo sempre em busca de dicas para serem compartilhadas.
0 resposta
  1. O ceviche do Suri é o melhor que comi em São Paulo, é autentico, picante!!! Sugiro que o chef prepare mais comidas peruanas, como a Causa Limeña, Chupe de Camarones, pulpo al olivo etc. etc. A comida peruana é muito rica e não se resume no Ceviche. È preciso que o brasileiro conheça mais dessa culinária maravilhosa!!! Viva o Perú!!

  2. Que delicia… mas sabe que os pratos são bem diferentes dos que vejo aqui na America do Norte… eu gosto de ir nos peruanos aqui do Canadá ou EUA, pois é a culinária que mais lembra a brasileira com arroz, feijão e essas coisas gostosas 🙂
    Gostei desse outro lado peruano que eu não conhecia!

    1. Oi Mirella, muito obrigado pelo comentário.
      Já estive 2 vezes em Lima e outra pelas cidades do interior do Peru e realmente existem diferenças. Talvez o que você tenha provado aí seja mais parecido com a região andina, onde os frutos do mar não são tão presentes. Tanto que a primeira vez que fui a Cuzco, não vi um ceviche sequer. Já em Lima, a comida é mais fresca, cheia de frutos do mar e peixes. Acho que talvez daí venha a diferença! E esse restaurante tem o sabor do Peru, autêntico como nunca tinha visto.
      Beijos

      1. Maravilha… vou repassar a dica pro meu irmão que mora aí!!! Eu ainda não experimentei ceviche, mas esse seu post me deixou com vontade 😉
        Abs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Reserve seu hotel aqui
Melhor preço para Seguro Viagem

Sobre Nós
Rafael Carvalho

Somos Adolfo Nomelini e Rafael Carvalho, dois jornalistas que trabalham com conteúdo digital há mais de 10 anos. Aqui você encontra nossas dicas de viagens pelo Brasil e o mundo.