Alberobello, na Itália: A cidade das trulli, casinhas que são um charme

Se tem uma coisa que me arrependi desta viagem que fiz pra Itália foi de não ter reservado mais tempo para Alberobello, na região da Puglia. A cidade é muito bonitinha e as casinhas brancas, conhecidas como trulli, são um charme à parte.

Sabe quando você sente que está em um lugar único no mundo? Esta foi a sensação que tivemos durante as horas que passamos em Alberobello.

Neste post damos as principais dicas da cidade.

Alberobello, na Itália (Foto: Esse Mundo é Nosso)

ALBEROBELLO, NA ITÁLIA

Nós estávamos em Matera, na região da Basilicata, e íamos para Otranto, na Puglia, mas como alugamos um carro, decidimos no caminho parar em algumas cidades e, claro, não tinha como não desviar um pouco o caminho para ir até Alberobello. Valeu muito a pena.

+ Encontre seu hotel na cidade com descontos

Alberobello, na Itália (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Alberobello é famosa pelas centenas de trullis, que são aquelas casinhas brancas de calcário com telhado em formato de cone. Diz a história que estas casas eram feitas assim antigamente para evitar que os moradores pagassem impostos.

DESCONTO NO SEGURO OBRIGATÓRIO NA EUROPA
Brasileiros são obrigados a contratar um seguro viagem na maioria dos países da Europa. Além de poder ser exigido na imigração, com ele você viaja tranquilo em caso de imprevistos de saúde, atrasos ou cancelamentos de voos. O Rafa já fraturou a coluna no exterior e precisou ser transferido de helicóptero. Já imaginou quanto custaria se ele não tivesse seguro? Sugerimos que você faça a cotação no site da Seguros Promo, que é um buscador para encontrar o melhor preço. Use o cupom ESSEMUNDOENOSSO5 e ganhe 5% de desconto, que pode chegar a 10% se você pagar no boleto.

Quando chegava algum cobrador, eles desmontavam o teto dando a impressão de que as casas estavam em reforma ou abandonadas.

Alberobello, na Itália (Foto: Esse Mundo é Nosso)
Alberobello, na Itália (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Uma das dicas, além de andar à toa pela cidade, é subir no segundo andar de algumas lojas (que não cobram nada por isso) para ter uma visão de cima de toda a cidade. É lindo. Aliás, atualmente essas casinhas são, em geral, restaurantes, lojas, museus e hotéis.

O centrinho de Alberobello é dividido em dois: Aia Piccola e Monti. Pode ficar tranquilo que a cidade é bem pequena e dá pra fazer tudo a pé.

Muitas casas da cidade possuem símbolos supersticiosos e mágicos, alguns deles para proteger os moradores ou para reverenciar algum deus.

Alberobello, na Itália (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Pra quem tem criança em casa e assistiu ao segundo filme dos Detetives do Prédio Azul, algumas cenas do longa foram feitas na cidade. No trailer já dá para ver.

+ Encontre seu hotel na cidade com descontos

| O QUE VER EM ALBEROBELLO

Como ficamos poucas horas na cidade, não conseguimos conhecer tudo, mas entre os pontos principais da cidades estão: os trulli siameses, a Igreja de Sant’Antonio e a Igreja de Cosme e Damião. Mas a dica é mesmo andar sem rumo para conhecer bem o centrinho da cidade e seus moradores. Aliás, Alberobello é Patrimônio da Humanidade pela UNESCO.

Alberobello, na Itália (Foto: Esse Mundo é Nosso)
Alberobello, na Itália (Foto: Esse Mundo é Nosso)

| CHEGANDO DE CARRO

Nós chegamos de carro saindo de Matera. Foi bem fácil achar um estacionamento próximo ao centrinho para deixar o carro. Pra pagar, foi aquele esquema tradicional de pegar na máquina um papel e colocar no carro.

+ Encontre seu hotel com desconto na cidade

O aeroporto mais próximo de Alberobello é o de Bari.

Alberobello, na Itália (Foto: Esse Mundo é Nosso)

| OUTRAS CIDADES AO REDOR

| MARTINA FRANCA

Antes de chegar em Alberobello, uma dica é passar por Martina Franca, que fica a cerca de 20km da cidade dos trulli. Voltei apaixonado por lá. A cidade é pequena e tem todo aquele estilo de cidadezinha do interior, mas é a Itália que eu tenho no meu imaginário, sabe?

Alberobello, na Itália (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Na verdade, ouvimos falar de Martina Franca porque assistimos ao programa Giro do Giuseppe, no GNT. O chef Giuseppe Gerundino, que é italiano, foi até a cidade para mostrar uma verdadeira burrata. Desviamos nosso caminho para ir a Martina Franca para comer a tal burrata. Na verdade, foi no trajeto que fizemos saindo de Otranto e indo pra Calabria.

+ Encontre seu hotel na cidade com desconto

Quando chegamos, descobrimos que a loja (e praticamente a cidade toda) fechava durante o almoço. Fiquei olhando pelo vidro pra dentro da loja com cara de cachorro arrependido no caminhão de mudança pra ver se alguém me notava. Até que veio um vendedor perguntar o que eu queria. Contei toda a minha história misturando português, espanhol e italiano. Ele se sensibilizou com meu drama rsrs e vendeu a burrata pra gente. Só que tivemos que comê-la no carro kkkk. Mesmo assim estava incrível. Pra quem quiser saber, o nome da loja é Pioggia.

Martina Franca, na Itália (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Saindo de lá, resolvemos passear mais um pouco pela cidade e acabamos descobrindo um centrinho lindo, todo enfeitado com guarda-chuvas coloridos. Comemos um orichiette incrível, aquela massa meio no formato de uma conchinha que vinha com uma burrata no molho num restaurante chamado Il Giglio. Foi inesquecível e bem barato.

Martina Franca, na Itália (Foto: Esse Mundo é Nosso)

| POLIGNANO A MARE

Outra cidade próxima de Alberobello e que vale muito a pena conhecer é Polignano a Mare. Além de ter uma praia linda, é na cidade que está localizado um famoso (e instagramável) restaurante dentro de um penhasco. Na verdade, o restaurante está localizado na Grotta Palazzase. Aliás, por isso ele recebe este nome.

Grota Palazzase (Foto: Instagram/Grota Palazzase)
Grota Palazzase (Foto: Instagram/Grota Palazzase)

Uma pausa para falar do restaurante Grotta Palazzase. Há duas opções de menu degustação: um de 180 euros (+ 70 euros para vinhos) e outro de 220 euros (+ 100 euros para vinho).

+ Encontre seu hotel na cidade com desconto

Polignano a Mare está a 30 km de Alberobello. Por isso, acabamos apenas parando rapidamente na cidade durante o trajeto, mas vale a pena conhecê-la com calma. Não deixe de passar pela famosa ponte Lama Monachile. Lá de cima há uma vista linda da praia de Cala Porto. Outra praia famosa é a Cala Paura.

Polignano a Mare (Foto: Esse Mundo é Nosso)

A cidade também é conhecida por ser a terra de Domenico Modugno, autor e intérprete do clássico Volare. Ahh, lá em Polignano a Mare, nós comemos a focaccia barese. Ela é aberta e tem muito tomate. Estava uma delícia. Vale a pena experimentar. Nós comemos num lugar que é meio “fast food” de focaccia chamado Fcazz e Birr.

DESCONTO NO SEGURO OBRIGATÓRIO NA EUROPA
Brasileiros são obrigados a contratar um seguro viagem na maioria dos países da Europa. Além de poder ser exigido na imigração, com ele você viaja tranquilo em caso de imprevistos de saúde, atrasos ou cancelamentos de voos. O Rafa já fraturou a coluna no exterior e precisou ser transferido de helicóptero. Já imaginou quanto custaria se ele não tivesse seguro? Sugerimos que você faça a cotação no site da Seguros Promo, que é um buscador para encontrar o melhor preço. Use o cupom ESSEMUNDOENOSSO5 e ganhe 5% de desconto, que pode chegar a 10% se você pagar no boleto.


Está na listinha de cidades que pretendo voltar com bastante calma.

Polignano a Mare (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Ficou com alguma dúvida sobre Alberobello? Deixe nos comentários!

+ Veja todas as nossas dicas do país
+ Quando viajar pra Roma: Melhor época
+ Dicas da Costa Amalfitana
+ Dicas de Cinque Terre

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM GOSTE

Adolfo Nomelini

Jornalista formado pela PUC-SP e pós graduado em Comunicação em Mídias Digitais, é apaixonado por música, coxinha, televisão, seus óculos e internet. Trabalha há 8 anos com conteúdo online e passa boa parte do tempo "jogando o corpo no mundo, andando por todos os cantos e, pela lei natural dos encontros, deixando e recebendo um tanto".

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *