Alter do Chão, Pará: Dicas essenciais pra sua viagem pra lá

Antes de planejar sua viagem, é bom prestar atenção nas nossas dicas de Alter do Chão. Localizada no Pará, a região é famosa pelas lindas praias de rio e já foi descrita pelo jornal britânico The Guardian como o Caribe Amazônico.

Mas este destino é muito mais do que os lindos rios. Tem ótima gastronomia, comunidades incríveis e paisagens naturais inesquecíveis. Neste post, respondemos as principais dúvidas que tivemos antes de ir pra lá.

ALTER DO CHÃO: DICAS ESSENCIAIS

Pra ficar mais fácil de entender as nossas dicas de Alter do Chão, vou dividi-las em tópicos.

| ONDE FICA ALTER DO CHÃO?

Antes de dar as dicas de Alter do Chão, vamos entender onde a cidade está localizada. Na verdade, Alter do Chão é um distrito de Santarém, uma das maiores cidades do Pará. Está na parte oeste do estado, na região conhecida como Baixo-Amazonas. Alter é banhada pelo Rio Tapajós.

Alter do Chão: Ilha do Amor (Foto: Esse Mundo é Nosso)
Ilha do Amor em Alter do Chão (Foto: Esse Mundo é Nosso)

| COMO FAÇO PRA CHEGAR?

A gente fez um post com todos os detalhes e dicas de como chegar em Alter do Chão, mas a forma mais fácil é ir de avião até Santarém e de de lá alugar um táxi, pegar um táxi ou transfer até Alter. Tem voos que saem de Belém, Brasília e Manaus. Aliás, como eu já disse, Alter é um distrito de Santarém. São menos de 40 km de distância entre elas. Tem ainda a opção de chegar de barco. Duas noites de Manaus até lá e três noites de Belém.

Pra quem prefere economizar, existe uma linha de ônibus que liga Santarém a Alter do Chão. Eles circulam durante todo o dia (até às 22h30) e saem a cada meia hora da região do Rio Tapajós Shopping.

Alter do Chão: Dicas essenciais (Foto: Esse Mundo é Nosso)
Praia do Cajueiro em Alter do Chão (Foto: Esse Mundo é Nosso)

O táxi do aeroporto de Santarém a Alter do Chão custa em média R$ 100, á noite costuma ser mais caro (preços checados em setembro de 2019).

| PRECISA ALUGAR CARRO?

Em Alter do Chão, dá para contratar diversos passeios, mas pra quem preferir ter mais liberdade, alugar um carro pode ser o ideal. Com ele, você poderá sair do aeroporto de Santarém e ir até Alter do Chão e depois na cidade dará para conhecer praias mais distantes como Ponta das Pedras e Pindobal.

A gente sugere que você consulte no site da Rentcars, que funciona como um buscador dos melhores preços entre as seguradoras. A gente sempre usa e ainda dá para parcelar em 12x. Vale fazer a cotação online.

| DEVO FICAR EM ALTER DO CHÃO OU SANTARÉM?

Essa dica de Alter do Chão é muito importante na hora de organizar o seu roteiro. O ideal, sem dúvida, é ficar hospedado em Alter do Chão (veja opções de hotel com desconto). Vale pegar um dia para conhecer Santarém, lá tem um mercadão bem legal e dá para ver os botos. Mas não vale a pena ficar hospedado na cidade, já que o trajeto de carro até Alter do Chão leva quase 1h. Fica muito cansativo para ir e voltar todos os dias.

Orla de Santarém (Foto: Esse Mundo
Orla de Santarém (Foto: Esse Mundo é Nosso)

| QUAIS OS MELHORES HOTÉIS DE ALTER DO CHÃO?

Alter do Chão tem cerca de 30 pousadas, as mais bem avaliadas são os hotéis Mirante da Ilha, Borari, Sombra do Cajueiro, Coração Verde e Vila Arumã.

Veja outras opções de hospedagem com desconto.

| QUAL A MELHOR ÉPOCA PRA IR?

Essa é uma das principais dicas de Alter do Chão. Na verdade, a região ganha diferentes atrativos na época seca e na época de cheia. Pra quem quer curtir as praias de água doce, a época seca, que vai de agosto a fevereiro, é a melhor. Já pra quem quer ver as matas alagadas, como a Floresta Encantada, o ideal é ir na época de cheia, que vai de março a julho.

Alter do Chão - Dicas essenciais: Floresta Encantada (Foto: Esse Mundo é Nosso)
Floresta Encantada em Alter do Chão (Foto: Esse Mundo é Nosso)

A alta temporada começa em agosto e vai até março, mas as épocas mais movimentadas são durante o Sairé (ou Çairé), a festa religiosa e folclórica da região que acontece sempre no terceiro sábado de setembro, no Réveillon e no Carnaval.

Sairé em Alter do Chão (Foto: Esse Mundo é Nosso)
Sairé em Alter do Chão (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Vale lembrar que, independente da época do ano, sempre faz muito calor no Pará.

A gente fez um post bem completo sobre quando ir pra Alter do Chão. Vale a pena dar uma lida com calma para decidir o mês da sua viagem.

| VALE A PENA IR PRA ALTER DO CHÃO NA ÉPOCA DE CHEIA?

Alter do Chão tem duas paisagens bem diferentes: a da época da seca (de agosto a fevereiro), com as praias, e das cheias (de março a julho), com as matas alagadas. Portanto, pode ser um destino para quem quer qualquer uma das opções.

Nesta época, há muitos passeios de barco pela Floresta Encantada. Tem também trilhas e visitas a comunidades, além de banhos de rio. Lembre-se apenas que a Ilha do Amor estará submersa e não haverá praias como na outra época do ano.

Alter do Chão - Dicas Essenciais: Floresta Encantada (Foto: Esse Mundo é Nosso)
Floresta Encantada (Foto: Esse Mundo é Nosso)

| LÁ PEGA CELULAR?

Uma importante dica de Alter do Chão sobre celular: o sinal da cidade não é muito bom. Quando fomos, em setembro de 2019, a Claro só funcionava na praça para fazer ligações. Já a Tim também só pegava por lá, mas funcionava o 4G. A Vivo é a que pega melhor. Em alguns restaurantes, o Wi-Fi é bom. Em Santarém, todas as operadoras funcionam bem.

| TEM QUE LEVAR DINHEIRO VIVO OU ACEITA CARTÃO?

A maior parte dos lugares aceita cartão, mas como o sinal às vezes não é tão bom, é sempre recomendável estar com dinheiro. Em Alter tem caixa eletrônico da rede 24h. Então, dá pra sacar lá mesmo.

| PRECISO FAZER PASSEIOS?

Sim. Para chegar a algumas praias de Alter do Chão é preciso fazer passeios de barcos. A ATUFA (Associação de Turismo Fluvial de Alter do Chão) realiza esses tours. É possível ir até a sua sede na orla, perto do restaurante TY, para obter mais informações e fechar o passeio.

Alter do Chão - Dicas essenciais: Comunidade de Coroca (Foto: Esse Mundo é Nosso)
Passeio pela comunidade de Coroca pra ver as tartarugas (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Pra quem quiser o contato de alguém para visitar Santarém ou ir em algum outro lugar de Alter, conhecemos por lá o Henrique, que é guia e turismólogo. Entrem em contato com ele através do Instagram ou pelo WhatsApp é 93 99204-1046. Ele faz diversos passeios pela região, além do serviço de transfer.

| QUANTOS DIAS DEVO FICAR?

Pra conseguir aproveitar bem Alter do Chão, o ideal é ficar pelo menos cinco dias. Assim, dá para fazer os passeios, ter um dia livre para relaxar e ainda conhecer Santarém.

Alter do Chão - Dicas Essenciais: Ponta  Grande (Foto: Esse Mundo é Nosso)
Ponta Grande em Alter do Chão (Foto: Esse Mundo é Nosso)

| ONDE COMER?

A gastronomia do Pará é uma das melhores do Brasil na nossa opinião. Muito peixe com tucupi e jambu, além do açaí. Não deixe de ir no TY Comedoria e Bar,o filhote com crosta de castanha e tucupi reduzido estava incrível e a coxinha de frango com jambu também (veja o perfil deles no Instagram).

A Casa do Saulo fica na praia de Carapanari e vale a visita pelo lugar e pela comida (veja o perfil deles no Instagram). Ele abriu também um restaurante em Alter do Chão que vale a visita, o Tapiri do Saulo, mas, mesmo assim, não deixe de ir na Casa do Saulo.

Casa do Saulo (Foto: Esse Mundo é Nosso)
Peixe com jambu e tucupi na Casa do Saulo (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Outros lugares que não fomos, mas nos indicaram são o Restaurante do Italiano,e Tribal. O restaurante do hotel Belo Alter também é bom e tem acesso exclusivo à praia.

Em Santarém, nós amamos o Piracaia (veja o perfil no Instagram), que é um buffet delicioso só com comidas típicas do Pará (R$ 38,90 por pessoa – preço de setembro de 2019) e o Nossa Casa, também com comida típica.

| TEM VIDA NOTURNA AGITADA?

A vida noturna de Alter do Chão, no Pará, não é muito agitada. Os bares e restaurantes costumam ficar abertos até cerca de 23h. Os principais bares da cidade, com música ao vivo, ficam na praça, como o Mãe Natureza, Butikin e Italiano.

Toda quinta à noite tem a Quinta do Mestre, no final da orla, com roda de carimbó e comidas típicas. Começa às 21h e vai até meia-noite.

| TEM ESTRUTURA PARA CRIANÇAS?

Alter do Chão é um destino relativamente tranquilo para crianças. Embora, tenha os passeios de barco, os rios têm as partes bem rasas e tranquilas, ótimo para as crianças brincarem e nadarem.

| A ILHA DO AMOR TEM FÁCIL ACESSO?

É muito fácil chegar na Ilha do Amor. Nas épocas ainda não tão secas, como agosto e setembro, é preciso atravessar um pequeno trajeto de barco com os catraieiros (R$ 5 por embarcação e cerca de 5 minutos de viagem) ou com lancha rápida (R$ 10 por lancha e cerca de 1 minuto de viagem). Vale lembrar que a Ilha do Amor durante a época de cheia fica coberta de água e não tem areia nem barracas.

Alter do Chão - Dicas Essenciais: Ilha do Amor (Foto: Alessandra Fratus)
Ilha do Amor (Foto: Alessandra Fratus)

Ficou com alguma dúvida sobre as dicas de Alter do Chão? Deixe nos comentários!

+ Veja todas as nossas dicas sobre o destino
+ Como chegar: O jeito mais fácil de ir até lá
+ Quando ir: Saiba qual é a melhor época

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM GOSTE

Adolfo Nomelini

Jornalista formado pela PUC-SP e pós graduado em Comunicação em Mídias Digitais, é apaixonado por música, coxinha, televisão, seus óculos e internet. Trabalha há 8 anos com conteúdo online e passa boa parte do tempo "jogando o corpo no mundo, andando por todos os cantos e, pela lei natural dos encontros, deixando e recebendo um tanto".

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *