Cemitério do Père-Lachaise e outras atrações sombrias de Paris

Visitar cemitérios pode até parecer assustador, mas alguns deles possuem tantas esculturas e monumentos, além de ser onde estão enterrados nomes importantes da nossa história, que acabam virando verdadeiros museus a céu aberto. Um deles é o Cemitério do Père-Lachaise, em Paris.

Neste post, damos dicas de como fazer a visita e o que esperar deste passeio diferente, além de listar outras atrações bem diferentes da capital francesa.

CEMITÉRIO DO PÈRE-LACHAISE EM PARIS

Por Suzana de Almeida Leite

O cemitério do Père-Lachaise é o maior cemitério de Paris e o mais visitado no mundo. Apesar de estar em uma área afastada dos pontos turísticos, na região nordeste da cidade (20° distrito), o cemitério do Père-Lachaise é um passeio interessante por ser um museu a céu aberto.

Cemitério do Pere-Lachaise (Foto: Shutterstock)

Foto via Shutterstock

Nele encontramos jazigos, esculturas e monumentos belíssimos. Porém, o que mais atrai os turistas são os túmulos de vários personagens da música, da arte, da ciência e de muitas outras áreas. Alguns nomes que estão no cemitério do Père-Lachaise: a cantora Édith Piaf, o roqueiro Jim Morrison, o músico Fréderic Chopin, os escritores Molière e Oscar Wilde, o pintor Eugène Delacroix, entre outros.

Cemitério do Pere-Lachaise (Foto: Shutterstock)

Foto via Shutterstock

Muitos brasileiros que vão a Paris fazem questão de conhecer o cemitério do Père-Lachaise para visitar o túmulo do fundador da doutrina espírita, Allan Kardec. Seu túmulo é considerado um dos mais visitados e é com certeza o mais florido do cemitério. É engraçado observar a curiosidade dos franceses para entender a agitação em torno deste jazigo. Ao contrário do Brasil, onde o espiritismo foi amplamente difundido, na França, Allan Kardec é pouco conhecido.

O cemitério do Père-Lachaise é muito grande, então se prepare para andar bastante. Na entrada, são distribuídos gratuitamente mapas para localizar os túmulos mais ilustres. Assim, os visitantes podem selecionar os túmulos que desejam visitar sem perder muito tempo.

+ Encontre seu hotel em Paris com desconto e cancelamento grátis

CEMITÉRIO DO PÈRE-LACHAISE
Site oficial

16 Rue du Repos, 20° distrito
Metro: Père-Lachaise, linhas 2 e 3; Philippe-Auguste, linha 2

 

OUTROS PASSEIOS SOMBRIOS EM PARIS

| CEMITÉRIO DE MONTPARNASSE

Bem menor que o cemitério do Père-Lachaise e localizado em uma área mais turística, no 14° distrito, o cemitério de Montparnasse é uma boa opção para quem estiver andando pelo bairro de Montparnasse. Suas vielas também estão cheias de obras-primas. Além de contemplar as obras de arte, os visitantes enchem os olhos com as mais de 1.200 árvores espalhadas entre os túmulos. O passeio é realmente encantador e quase nos esquecemos de que estamos em um cemitério.

Cemitério de Montaparnasse (Foto: Shutterstock)

Foto via Shutterstock

No cemitério de Montparnasse também estão enterrados personagens importantes, entre eles: o casal de filósofos Simone de Beauvoir e Jean Paul Sartre, o cantor Serge Gainsbourg e o criador da enciclopédia Pierre Larousse. Busque no mapa a localização dos túmulos mais famosos.

Endereço: 3, boulevard Edgar-Quinet, 14° distristo
Metro: Raspail – linhas 4 e 6

| MUSEU DOS ESGOTOS DE PARIS

Paris foi uma cidade pioneira no mundo ao construir um moderno sistema de coleta de esgoto subterrâneo. A partir de 1854, o engenheiro Eugène Belgrand ampliou e modernizou as galerias que abrigam os condutores de água e esgoto. Antes, o esgoto era jogado a céu aberto, pelas ruas e no Rio Sena.

+ Hotéis em Paris com desconto e cancelamento grátis

O Museu dos Esgotos conta toda essa história em detalhes, através de maquetes, fotos e mapas. O mais legal é que o museu se encontra no subsolo, dentro das galerias! Descemos uma escada de 42 degraus e começamos o tour pelo conjunto das galerias. O passeio é apenas uma amostra de uma rede de esgoto que tem no total 2500 km de canos. Não se preocupe, você não vai ver o esgoto jorrando e nem vai se molhar. Cheiro ruim você vai sentir, mas o odor nem é tão forte. Se você já passou ao lado do Rio Tietê, em São Paulo, e sobreviveu, também vai sobreviver a este passeio.

Como todos os passeios nesta lista, o tour foge do padrão, mas as galerias de Paris são muito importantes. Esse moderno sistema de esgoto não só deixou Paris mais bela e cheirosa, mas também salvou muitas vidas. O esgoto ao ar livre era um dos principais causadores de doenças e sua canalização melhorou consideravelmente a vida dos parisienses. Além disso, essas galerias já serviram de refúgio durante as grandes guerras e ponto de encontro secreto dos revolucionários franceses. Enfim, o subsolo parisiense é testemunha da história.

Endereço: Pont de l’Alma, 7° distrito
Metrô: Pont de l’Alma – linha 9

| CONCIERGERIE

A Conciergerie é um palácio que fica na Ilha de la Cité, no 1° distrito, bem próximo a Catedral de Notre-Dame. O edifício de arquitetura gótica foi residência e sede do poder real francês do século X ao século XIX.

Bom, até aí, nada de assustador. Por que será que este Palácio entrou na nossa lista de passeios sinistros em Paris? Este edifício ganha ares mais sombrios na Idade Média, quando o rei Carlos V decide se mudar do Palácio para outra residência. A partir de então, o Palácio se transforma em uma prisão.

Conciergierie (Foto: Shutterstock)

Foto via Shutterstock

Foi durante a Revolução Francesa que o Palácio teve seu período mais agitado. A Conciergerie era conhecida como a “antessala da morte”, pois todos os prisioneiros detidos nas diferentes prisões de Paris eram reunidos ali para serem julgados pelo Tribunal Revolucionário. Caso fossem considerados culpados, os prisioneiros viviam neste edifício os últimos dias de suas vidas, antes de serem decapitados na guilhotina.

O museu tenta recriar este ambiente de terror ao mostrar as celas escuras e pequenas com bonecos representando os prisioneiros da época. O grande destaque é a cela onde a rainha Maria Antonieta passou seus últimos dias. Quem já fez o passeio ao Palácio de Versalhes, onde ela vivia, vai ficar impressionado ao comparar o luxo de Versalhes à simplicidade da prisão.

Endereço: 2, Boulevard du Palais, 1° distrito
Metrô: Citè – linha 4
Châtelet – linhas 1, 7, 11 e 14
Saint-Michel – linha 4

 

VIAJE PRA FRANÇA COM SEGURANÇA

Não esqueça que para entrar na Europa brasileiros são obrigatos a contratar um seguro de saúde. Esse seguro é barato e, além de garantir uma tranquilidade na sua viagem, pode evitar com que você tenha dores de cabeça na imigração, caso ele seja solicitado. Faça a cotação e encontre os melhores preços entre as principais seguradoras do Brasil. Use o código ESSEMUNDOENOSSO5 e tenha um desconto de 5% na compra!

 

+ Hotéis em Paris com desconto e cancelamento grátis
+ Veja todos os nossos posts de Paris
+ Principais pontos turísticos da cidade
+ Ingressos para a Torre Eiffel: Como comprar

Booking.com

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM GOSTE

Adolfo Nomelini

Jornalista formado pela PUC-SP e pós graduado em Comunicação em Mídias Digitais, é apaixonado por música, coxinha, televisão, seus óculos e internet. Trabalha há 8 anos com conteúdo online e passa boa parte do tempo “jogando o corpo no mundo, andando por todos os cantos e, pela lei natural dos encontros, deixando e recebendo um tanto”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *