Centro Histórico de Paraty: Dicas do que fazer por lá

Andar pelo centro histórico de Paraty é fazer uma viagem pelo tempo. As pedras de pé de moleque, os casarões antigos e conservados com suas grandes janelas e as igrejas nos remetem aos anos do Brasil colônia.

O melhor de tudo é que o espaço é aberto apenas aos pedestres. Os carros não passam por lá. O que deixa tudo ainda mais charmoso. Neste post, vamos dar dicas de como conhecer o centro histórico de Paraty e o que fazer para conseguir aproveitar.

CENTRO HISTÓRICO DE PARATY

| HISTÓRIA

Antes de darmos as dicas do centro histórico de Paraty, vale contar um pouco da história da região.

A cidade foi fundada no século XVII. Em 1667, surgiu então a Villa de Nossa Senhora dos Remédios de Parati.

Centro histórico de Paraty (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Durante muitos anos, seus engenhos de cana-de-açúcar eram responsáveis pela economia da região. Até hoje a cachaça da cidade é muito famosa. No século XVIII, Paraty chegou a ter mais de 150 alambiques.

Por muito tempo também, a cidade foi importante para a rota do ouro no Brasil, já que servia como porto para enviar para Portugal, além de ter uma estrada que ligava Paraty a Ouro Preto. Como a inauguração da Estrada Real, que ligava o Rio de Janeiro diretamente a Ouro Preto, a cidade perdeu sua função nesta fase.

Depois, durante os séculos XVIII e XIX, Paraty também foi importante para o ciclo do café. Entretanto, com novos portos e com a chegada de uma nova ferrovia, a cidade perdeu importância e acabou se tornando abandonada e decadente.

Paraty (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Até os anos 1950, só era possível chegar à cidade de barco. Até que nos anos 70, com a inauguração da Rio-Santos, começou a ganhar grande destaque entre o turismo devido à conservação do centro histórico e da beleza natural da região. Desde 1958 o conjunto histórico de Paraty foi tombado pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional)

Atualmente a sua população chega a quase 40 mil pessoas.

| O QUE FAZER NO CENTRO HISTÓRICO DE PARATY

Agora que já sabemos mais sobre a história da cidade, vamos falar das principais atrações do centro histórico de Paraty.

HOTÉIS

Sem dúvida, o centro histórico de Paraty é a melhor região para se hospedar na cidade. Ficar em algum hotel no centrinho ou bem próximo dele é uma mão na roda, já que, com certeza, você irá várias vezes ao centro seja para ver a parte histórica, as lojas ou para comer em algum restaurante.

Carpe Diem Hotel Boutique (Foto: Divulgação))
Carpe Diem Hotel Boutique (Foto: Divulgação))

A gente se hospedou na Carpe Diem, que é um hotel boutique localizado do lado do centro, confortável, bem decorado e com funcionários super simpáticos. Foi ótimo porque fomos várias vezes no centrinho, inclusive à noite, e sempre podemos voltar a pé sem pressa e curtindo a cidade.

IGREJAS

No centro histórico de Paraty estão muitas igrejas. A Igreja Matriz é a de Nossa Senhora dos Remédios, que tem estilo neoclássico. Lá está a praça da Matriz com alguns bares e restaurantes. Mas a igreja mais famosa é a de Santa Rita. Ela é um dos cartões postais da cidade e fica ainda mais linda vista através do mar. As igrejas de Nossa Senhora das Dores e do Rosário e São Benedito também estão no centro histórico de Paraty.

Centro histórico de Paraty (Foto: Esse Mundo é Nosso)

RESTAURANTES

O centro histórico de Paraty é um dos melhores lugares para se comer bem na cidade. São muitos restaurantes espalhados por lá, entre eles estão a Casa do Fogo (Rua Cel. José Luiz, 390), Celeiro (Rua do Comércio, 58), Pippo (Largo do Rosário, 01), La Dolce Vita (Rua do Comércio, 315), Thai Brasil (Rua do Comércio, 308 A), Quintal das Letras (Rua do Comercio, 362) e a Banana da Terra (Rua Dr. Samuel Costa, 198).

Centro histórico de Paraty (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Além disso, há muitas sorveterias espalhadas pelo centro histórico de Paraty como a Pistache (R. Tenente Francisco Antonio, 179) e a Miracolo (R. Ten. Francisco Antonio, 216) e os famosos carrinhos de doces.

Centro histórico de Paraty (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Aproveite também para experimentar a caipirinha Jorge Amado, feita com a cachaça Gabriela, nos bares espalhados pelo centrinho. Tem muitos na Praça da Matriz.

+ Encontre seu hotel na cidade com desconto

LOJAS

O centro histórico de Paraty é perfeito não apenas para quem gosta de fazer compras, mas também para quem gosta de ver artesanato e experimentar bebidas e comidas típicas da região.

Não deixe de entrar nas lojinhas com produtos de decoração, artesanato e imãs. Há também muitos armazéns que vendem bebidas típicas, como a cachaça Gabriela, geleias, pimentas, queijos e patês.

Tem ainda algumas marcas famosas como Havaianas e Hering.

ANDAR SEM RUMO

Mas vou falar que o mais legal mesmo no centro histórico de Paraty é andar sem rumo tomando cuidado para não tropeçar nas pedras de pé de moleque. Parar para tirar fotos dos casarões, todos muito conservados, e das janelas, aproveitar o final do dia com o sol iluminando ainda mais as ruas ou à noite quando as luzes se acendem é lindo.

Paraty (Foto: Esse Mundo é Nosso)

+ Encontre seu hotel na cidade com desconto

Em algumas épocas do ano, a água do mar invade o centro histórico e parece até mesmo um pouco Veneza. Os moradores costumam improvisar umas pontes para que as pessoas consigam andar. Fica ainda mais fotogênico. É lindo demais.

CASA DE CULTURA E TEATRO DE BONECOS

Outras atrações imperdíveis de Paraty são a Casa de Cultura (Dona Geralda, 177) e o Teatro de Bonecos no Teatro Espaço (Rua Dona Geralda 42).

Antes de ser a sede da Casa de Cultura, a construção serviu como armazém, residência, escola e sede do Paratiense Atlético Clube. Atualmente, com entrada franca, a Casa de Cultura é palco de diversas exposições, além de aulas e cursos para os moradores.

O Teatro de Bonecos é feito pelo grupo Contadores de Estórias há mais de 30 anos. No site tem informações atualizadas dos horários e valores dos ingressos.

Pra quem gostar, existe a possibilidade de fazer um tour guiado de duas horas pelo centro histórico.

+ Hotéis na cidade com desconto; encontre o seu

+ Veja as nossas dicas do destino
+ Quando ir: Qual a melhor época para ir pra lá
+ Mais dicas do Rio de Janeiro

Ficou com alguma dúvida sobre o centro histórico de Paraty? Deixe nos comentários!

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM GOSTE

Adolfo Nomelini

Jornalista formado pela PUC-SP e pós graduado em Comunicação em Mídias Digitais, é apaixonado por música, coxinha, televisão, seus óculos e internet. Trabalha há 8 anos com conteúdo online e passa boa parte do tempo "jogando o corpo no mundo, andando por todos os cantos e, pela lei natural dos encontros, deixando e recebendo um tanto".

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *