Como chegar na Liberdade de metrô; veja as dicas

São Paulo é uma cidade cheia de atrações para todos os gostos, mas entre as principais está a Liberdade, o bairro da colônia do Japão na cidade. Além de ser famoso por sua feirinha, por lá há lojas com produtos japoneses e restaurantes especializados. Neste post, vamos dar dicas de como chegar na Liberdade usando o metrô.

COMO CHEGAR NA LIBERDADE

O bairro da Liberdade está localizado na região central de São Paulo. Por isso, se você quer dicas de como chegar na Liberdade, a melhor maneira é de metrô. No coração do bairro está a estação que leva o mesmo nome de Japão – Liberdade.

A estação está localizada na Linha Azul do metrô, fica uma estação depois da . A linha Azul liga a Zona Norte até a Zona Sul de São Paulo. De um lado, está, por exemplo, a estação Portuguesa – Tietê, onde está localizada a Rodoviária do Tietê. Já de outro, está a estação Jabaquara, onde fica a rodoviária de mesmo nome.

Como chegar na Liberdade de metrô (Foto: Divulgação/Prefeitura de São Paulo)
Como chegar na Liberdade de metrô (Foto: Divulgação/Prefeitura de São Paulo)

Para facilitar, vamos separar em alguns tópicos cada região da cidade para saber o jeito mais fácil de como chegar na Liberdade.

| DE METRÔ ATÉ A LIBERDADE

REGIÃO DA AVENIDA PAULISTA

Pra quem estiver na região da Avenida Paulista há duas opções para chegar na Liberdade usando o metrô. O jeito mais fácil é pegar o metrô na Linha Verde nas estações Consolação, Trianon-Masp ou Brigadeiro e ir até o Paraíso. De lá trocar para a Linha Azul (sentido Tucuruvi) e descer na Liberdade.

A outra opção é mais recomendada para quem estiver na região do metrô Consolação, ou seja, final da Avenida Paulista. Nesse caso, é possível pegar o metrô na estação Paulista (Linha Amarela) e seguir até a República (sentido Luz). Lá, é preciso mudar para a Linha Vermelha (sentido Corinthians – Itaquera) e ir até a . Na , é preciso fazer transferência para a Linha Azul (sentido Jabaquara) e descer na estação Liberdade.

REGIÃO CENTRAL

Quem estiver na Marechal, Santa Cecília, República, Anhangabaú ou Sé, deve pegar o metrô até a e lá trocar para Linha Azul (sentido Jabaquara) e descer na Liberdade.

ZONA LESTE E OESTE

Se estiver na Barra Funda, a forma mais fácil de chegar na Liberdade é indo de metrô até a . Lá, é preciso fazer a transferência para a Linha Azul (sentido Jabaquara) e descer na estação Liberdade.

Saindo da região do Morumbi, Butantã, Pinheiros, Oscar Freire e Fradique Coutinho, é preciso pegar o metrô em alguma dessas estações da Linha Amarela (sentido Luz) e descer na República. De lá, é necessário fazer transferência para a Linha Vermelha no sentido Corinthians – Itaquera, descer na e trocar para a Linha Azul (sentido Jabaquara) e ir até a Liberdade.

ZONA SUL E ZONA NORTE

A dica de como chegar na Liberdade para quem estiver na Zona Sul ou na Zona Norte é pegar o metrô na Linha Azul. Quem estiver na Zona Norte ou na região da Rua 25 de março (Estação São Bento) ou da Luz deve pegar o metrô na Linha Azul no sentido Jabaquara e descer na Liberdade.

Como chegar na Liberdade de metrô (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Já para os que estiverem na Zona Sul (Jabaquara, Conceição, São Judas, Saúde, Praça da Árvore, Vila Mariana e Santa Cruz, por exemplo), o ideal é pegar o metrô na Linha Azul no sentido Tucuruvi e descer na estação Liberdade.

Quem estiver na região da Avenida Ibirapuera e de Moema, deve pegar o metrô na Linha Lilás no sentido Chácara klabin, descer na Santa Cruz e fazer a transferência para a Linha Azul no sentido Tucuruvi para chegar até a Liberdade.

Veja mais informações sobre as linhas e horários no site oficial do Metrô de São Paulo.

Ficou com alguma dúvida de como chegar na Liberdade de metrô? Deixe nos comentários!

+ Veja mais dicas de São Paulo
+ O que fazer na cidade
+ Dica de rodízio japonês no bairro

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM GOSTE

Adolfo Nomelini

Jornalista formado pela PUC-SP e pós graduado em Comunicação em Mídias Digitais, é apaixonado por música, coxinha, televisão, seus óculos e internet. Trabalha há 8 anos com conteúdo online e passa boa parte do tempo "jogando o corpo no mundo, andando por todos os cantos e, pela lei natural dos encontros, deixando e recebendo um tanto".

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *