Embalse el Yeso em Cajón del Maipo, Chile: Todas as dicas do passeio

Tão pertinho de Santiago, no Chile, o Embalse El Yeso, na região de Cajón del Maipo, é daqueles cenários de tirar o fôlego que eu só imaginaria que fossem possíveis de ser visto no país em região mais distantes como o Deserto do Atacama ou na Patagônia.

Mas não! Embalse El Yeso fica a apenas 100km da capital chilena e é um daqueles ótimos programas pra um passeio de um dia que valem a pena praticamente o ano todo. Nesse post vamos falar sobre a melhor época, como chegar e todas as dicas pra sua visita à região de Cajón del Maipo.

EMBALSE EL YESO EM CAJÓN DEL MAIPO

Eu me arrependo por não ter conhecido antes esse lugar. Já tinha ido a Santiago três ou quatro vezes e, sempre com a desculpa de ter pouco tempo, deixei o passeio a Embalse El Yeso para uma próxima oportunidade. Finalmente conheci o lugar a convite da Gol, que tem diversos voos diários entre o Brasil e o Chile. Se soubesse já teria ido logo na primeira vez.

Embalse El Yeso em Cajón del Maipo, Chile (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Como falaremos abaixo, até dá pra ir de carro em certas épocas do ano, mas nós fomos num tour com uma agência saindo cedinho da capital chilena. A maioria das agências costuma fazer o passeio pela manhã. Você pode ver em detalhes a beleza desse tour no vídeo abaixo:

+ Inscreva-se no nosso canal do YouTube pra mais vídeos como esse

 

O TOUR SAINDO DE SANTIAGO

Fomos com a Sousas Tour, que oferece esse passeio diariamente quase o ano todo, eles só não levam turistas pra lá no pico do inverno (principalmente em julho e agosto) devido à dificuldade de acesso por conta da neve. Mas é sempre bom checar antes pois as condições variam muito.

Nossos guias falavam português fluente e tornaram o tour muito agradável. Normalmente há algumas paradas no caminho, tanto para conhecer a região de Cajón del Maipo (que tem início a apenas 15km de Santiago) tanto para caso alguém enjoe. Então vale apostar no remedinho, pois no meu grupo algumas pessoas passaram mal com a subida da Cordilheira dos Andes.

Embalse El Yeso em Cajón del Maipo, Chile (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Parada no caminho pro Embalse El Yeso

Antes de chegarmos ao destino final, a van ainda parou num pequeno centro de conveniência para irmos ao banheiro e também comprar algumas coisas, como água, já que lá não há nenhum tipo de comércio.

Centro de conveniência antes de chegar ao Embalse El Yeso

Mas irei falar dessas paradas mais abaixo, já que a estrela aqui é Embalse el Yeso e vamos começar com ele.

+ Encontre hotéis no Chile com até 50% de desconto

 

O EMBALSE EL YESO

O Embalse é uma enorme represa que serve como reservatório de água e abastece cerca de 70% da população de Santiago. Ele levou mais de 10 anos pra ser construído e foi inaugurado em 1964. Hoje tem capacidade para até 253 milhões de metros cúbicos de água (isso mesmo, 253 BILHÕES de litros).

Embalse El Yeso em Cajón del Maipo, Chile (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Esse espelho d’água cercado pelos Andes, que pode variar de tons entre o azul, verde e acinzentado dependendo da incidência da luz solar, é de tirar o fôlego logo à primeira vista. Difícil se segurar dentro da van e esperar ela parar no primeiro mirante.

Embalse El Yeso em Cajón del Maipo, Chile (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Após uma parada e muitas fotos do alto, seguimos para uma espécie de prainha de pedras, onde é possível caminhar até o lago. Durante o verão é possível até mesmo (tentar) entrar um pouquinho na água do Embalse el Yeso, mas já garanto que ela é sempre gelada.

Embalse El Yeso em Cajón del Maipo, Chile (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Por falar em verão, o cenário muda muito ao longo das estações. Por isso, se você quer ver os Andes ainda com neve, prefira o finalzinho do inverno ou a primavera.

De volta à prainha, ali as agências costumam servir um piquenique para os clientes. O da nossa, como dá pra ver nas fotos abaixo, foi pra ninguém colocar defeito! Nada como fazer um brinde com esse cenário de fundo.

Embalse El Yeso em Cajón del Maipo, Chile (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Embalse El Yeso em Cajón del Maipo, Chile (Foto: Esse Mundo É Nosso)

 

CAJÓN DEL MAIPO

Durante a viagem de ida e de volta do Embalse el Yeso, nós fizemos algumas paradas ao longo do caminho para conhecer as belezas de Cajón del Maipo, que é um vale cercado pelos Andes onde corre o Rio Maipo. Um dos lugares mais bonitos foi o Mirador Valle, que fica a poucos minutos da represa. Pensa num lugar fotogênico!

Embalse El Yeso em Cajón del Maipo, Chile (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Mirador Valle

Além dele, conhecemos também a Puente El Toyo e o Tunel Tinoco. A estradinha é simples, mas em grande parte asfaltada e bem sinalizada. Só no trajeto final mesmo é que há muitas curvas e alguns trechos são de estrada de terra batida.

Embalse El Yeso em Cajón del Maipo, Chile (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Embalse El Yeso em Cajón del Maipo, Chile (Foto: Esse Mundo É Nosso)

 

| NÃO SE ESQUEÇA DO SEGURO VIAGEM PRO CHILE

Outra dica que eu posso te dar é de não esquecer de fazer um Seguro Viagem pro Chile. Eu já senti na pele o que foi precisar dele aqui mesmo no país quando eu caí esquiando e precisei ser levado de helicóptero para o hospital onde fiquei internado com uma fratura na coluna. Já imaginou quanto me custaria isso?

O seguro é barato e cobriu os meus gastos. Sugiro que você faça a cotação no site da Seguros Promo, que é um buscador e encontra os melhores preços entre as seguradoras. Como são nossos parceiros, use o cupom ESSEMUNDOENOSSO5 para ter mais descontos.

 

| QUANDO IR AO EMBALSE EL YESO

Eu fui em novembro e segundo os guias a primavera (de setembro a dezembro) é justamente a melhor época do ano. Além de temperaturas mais agradáveis, você ainda terá chance de ver o Embalse el Yeso e muitas outras paisagens de Cajón del Maipo ainda com neve na Cordilheira dos Andes.

Embalse El Yeso em Cajón del Maipo, Chile (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Já no verão e no outono, o cenário também é bonito, mas as chances de neve são bem menores. No inverno, por conta da neve, a estrada pode ficar até mesmo interditada e os passeios não acontecerem. Vale sempre checar antes de arriscar!

Em qualquer época, se sua visita for aos fins de semana ou em períodos de férias é comum encontrar muitos moradores de Santiago que vêm passar o dia ou até mesmo acampar por aqui. Por isso é bom sair cedo pra não pegar o lugar tão cheio, que é o que as agências fazem.

+ Veja hotéis com descontos no Chile

| O QUE LEVAR

  • Protetor solar pois o sol é cruel até no frio;
  • Protetor labial para encarar o clima seco;
  • Chapéu ou boné;
  • Tênis confortável. Apesar de os trajetos a pé serem bem curtos, o relevo é acidentado e cheio de pedras;
  • Óculos escuros;
  • Casaco, pois mesmo em novembro o vento era forte e gelado; então é bom garantir até mesmo no verão um agasalho;
  • Água, caso não queira comprar no caminho.

 

| COMO CHEGAR AO EMBALSE EL YESO E CAJÓN DEL MAIPO

Como falei no começo do texto, uma das formas mais práticas é por meio de uma agência. Nós fizemos com a Sousas Tour, mas há inúmeras que fazem o passeio.

Se você quiser alugar um carro e ir por conta própria, até dá. São cerca de 100km a partir de Santiago por uma estrada, em sua maior parte, pavimentada. Eu só evitaria caso seja época sujeita a neve.

O trecho final é de terra, mas mesmo assim tinha uma boa manutenção. Só caso decidir ir de carro até a prainha, fica atento(a) pois há muitas pedras e você pode acabar ficando atolado.

Você pode comparar diárias de diversas locadoras de automóveis no Chile no site da Rentcars, que é um buscador de preços brasileiro que encontra os melhores preços. Você ainda paga em reais, sem IOF e pode até mesmo parcelar. A contratação pode ser feita online e nós sempre usamos em nossas viagens.

Embalse El Yeso em Cajón del Maipo, Chile (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Tem mais alguma dúvida sobre o passeio ao Embalse el Yeso e Cajón del Maipo saindo de Santiago? Deixe seu comentário que faremos o possível pra responder!

+ Veja hotéis em Santiago com até 50% de desconto
+ Encontre o melhor preço no seguro viagem
+ Dicas e atrações da capital chilena
+ Todas as dicas pra curtir Santiago e região

* O jornalista viajou a convite da GOL e se hospedou em Santiago no Hotel Galerias, mas todas as opiniões dadas aqui são isentas e refletem sua real experiência.

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM GOSTE

Rafael Carvalho

Mineiro fã de frango com quiabo e de uma boa cerveja, mora atualmente em São Paulo. É formado em Rádio e TV, pós-graduado em Jornalismo e trabalha há mais de 12 anos com Conteúdo Digital. Já passou por empresas como SBT e Jovem Pan FM. Apaixonado por viagens, fundou o Esse Mundo É Nosso e roda o Brasil e o mundo o ano todo sempre em busca de dicas para serem compartilhadas.

5 Comments

  1. HIRIS Ribeiro disse:

    Obrigada pelas dicas do post, Estou indo agora em dezembro e preciso saber o preço médio do passeio que fizeram pela agência, já ouvi dizer que por agencia eles param muito em lojinhas e restaurantes que possuem convênio, tornando o passeio muito comercial, por isso pensei em ir de carro, gostaria de saber qual a melhor opção.

    • Oi, Hiris, tudo bem?
      Então, o passeio custa em média uns R$ 200/300 convertendo, mas é sempre bom checar certinho de acordo com a sua data. Eu fiz com a http://sousastour.com/ . O passeio que eu fiz não parou em lojinhas, não. Parou antes de chegar ao Embalse onde havia um último ponto de apoio pra quem queria ir ao banheiro, etc. As últimas paradas faziam parte do roteiro, pra fotos etc. Eu gostei bastante.

      Sobre carro, se não for época de neve também é fácil fazer, já que só um pequeno trecho é de estrada de terra.

      Abraços

  2. Samara disse:

    Excelente artigo muito interessante seu post.

  3. Amei, Rafa! Adorei a sua foto na estrada. Ficou super poética. Mil beijos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *