Como é a imigração em Doha, Qatar: Visto, documentos e dicas

Com muitos brasileiros viajando para o Qatar, seja numa conexão de voo ou para conhecer o país, é comum surgir a dúvida de como é a imigração em Doha. Como é o processo? Quais documentos exigidos? Precisa de visto? E teste de Covid-19?

Mesmo após a Copa do Mundo, os voos diários saindo de São Paulo têm levado cada vez mais turistas para explorar o país do Oriente Médio. Nós mesmos encontramos muitos brasileiros na nossa última viagem, quando ficamos quatro dias em Doha.

Mulher com mala no aeroporto a caminho da imigração em Doha, Qatar
Foto: Unsplash

Então esse post é para ajudar você que quer tirar todas as dúvidas sobre documentação e o trâmite imigratório, independente se irá sair do aeroporto ou não.

Brasileiro precisa de visto para o Qatar?

Vamos começar do começo. Talvez a dúvida mais comum seja se brasileiro precisa de visto para entrar no Qatar. E a boa notícia é que não!

Desde 2017, o Qatar não exige visto de brasileiros para estadias de até 30 dias e não é mais preciso pagar nenhuma taxa pra visitar o país. O Brasil se juntou a outras 80 nacionalidades elegíveis ao visto gratuito na chegada.

Mas o processo não exige a retirada desse visto no desembarque, basta seguir diretamente para a imigração em Doha. Apesar de serem apenas 30 dias de permissão, é possível ainda estender por outros 30 dias mediante ao pagamento de uma taxa.

Mais abaixo vamos listar quais são então os documentos exigidos, mas antes vamos falar de algo comum entre a maioria dos passageiros que passam pelo Aeroporto Internacional Hamad, em Doha.

Passageiros em Conexão em Doha

Passageiros em trânsito, durante uma conexão em Doha, também não precisam de visto. Aliás, nesse link damos dicas de o que fazer na cidade caso queira passear por lá.

Se você vai apenas fazer a troca de avião para seu próximo voo, não precisará comprovar nenhuma documentação por aqui. É só passar pelo raio-x e seguir direto para o próximo portão de embarque.

Famoso urso amarelo por onde passam os passageiros antes da imigração em Doha
Aeroporto de Doha (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Já se você decidir aproveitar as horas de espera para passear pela cidade, aí sim terá que passar pelo mesmo processo de imigração em Doha como os demais passageiros que ficarão por mais tempo no país. Aliás, nós explicamos todos os detalhes no próximo tópico.

Mas antes, se você tem uma conexão mais longa e quer sair do aeroporto para turistar, uma boa dica é pegar um hotel perto do aeroporto de Doha para facilitar na hora de ir para o próximo voo. Nesse link anterior nós damos várias dicas.

Digo isso por que o processo de embarque é o mesmo dos passageiros comuns, ou seja, você deverá chegar com antecedência e passar novamente pela imigração nesse caso.

Como é a imigração no aeroporto de Doha, Qatar

O Aeroporto Internacional Hamad é um dos mais movimentados do mundo principalmente por conta da Qatar Airways, que voa pra diversos países. Então ele é um importante hub de conexão de voos, que é quando é feita a troca de aeronaves.

Como já disse, nesses casos os passageiros não passam pela imigração em Doha. Basta seguir para o próximo portão de embarque.

Mas seja por conta das longas conexões ou até mesmo a curiosidade de conhecer um novo destino, muita gente acaba pegando alguns dias para passear no Qatar ou até mesmo deixa o aeroporto por algumas horas e retorna depois. Aí sim será preciso passar pelos trâmites imigratórios.

Justamente por conta do grande movimento, é comum pegar alguma fila na imigração. Na nossa última viagem ao país, esperamos por mais de 30 minutos até sermos atendidos. Basta seguir as placas de “retirada de bagagem” (baggage claim) para chegar até lá.

De forma geral, a imigração é tranquila, exige poucos documentos de brasileiros e é difícil que eles façam muitas perguntas. Basta entregar a documentação e fazer a coleta de digitais.

1. Documentos para a imigração em Doha

A lista abaixo se refere a exigências para passageiros brasileiros a turismo:

  • Passaporte válido por pelo menos 6 meses a partir da data de chegada;
  • Comprovante de estadia (reserva de hotel, por exemplo);
  • Passagem de saída do Qatar;
  • Seguro Viagem (não é exigido se você for ficar menos de 30 dias, mas algum agente pode implicar com a falta dele. Além disso, ele é barato e eu jamais viajaria sem).

Sobre o Seguro Viagem

Apesar de não exigido se você for passar menos de 30 dias no país, ele é algo importante e pode ser motivo de uma certa implicância na imigração.

De toda forma, por conta do baixo custo, eu não indico ninguém a viajar sem. Já pensou quanto uma simples consulta pode te custar fora do Brasil?

Eu mesmo tenho uma história. Caí em uma estação de esqui no Chile, quebrei a coluna e precisei de helicóptero, além de ficar alguns dias internados. Isso me custaria dezenas de milhares de dólares se eu não tivesse um seguro que eu paguei menos de R$ 100.

Além disso, ainda em tempos de Covid-19, ele é altamente recomendado para viagens a qualquer país. A nossa sugestão é que você faça a cotação no site da Seguros Promo, que é nossa parceira, para conseguir o melhor preço. Use o cupom ESSEMUNDO15 para ter até 20% de desconto.

Você não paga nada a mais e ajuda nosso trabalho. Mas não falamos dele só porque somos parceiros, é porque viajar com seguro é realmente muito importante.

Outra coisa que pode ser pedida na imigração é que você comprove que tem dinheiro para sua estadia no Qatar. É algo bem comum em vários países.

Embora o governo não estipule um valor mínimo, é sempre bom você ter alguma quantia em dólares ou euros, ou então um cartão internacional para comprovação.

Prédios altos no skyline da capital do Qatar
Doha (Foto: Esse Mundo É Nosso)

2. Entrevista para entrar no Qatar

O agente não me fez absolutamente nenhuma pergunta na imigração em Doha. Apenas entreguei os documentos, fiz a coleta de impressões digitais e pronto!

Mas pode ser sim que ele te pergunte o motivo da viagem, o nome e endereço do seu hotel, se você possui seguro viagem e peça pra ver a passagem de saída do Qatar.

Essas são as perguntas mais comuns em qualquer país. É só manter a calma e entregar tudo direitinho, mesmo que você não domine o inglês.

3. Precisa de teste de Covid-19 no Qatar?

Também não é exigido mais nenhum teste negativo de Covid-19 ou comprovante de vacinação de brasileiros em viagens ao Qatar. Nem mesmo de febre amarela, como acontece em muitos países.

Mas se você vier do Afeganistão ou Paquistão, deverá apresentar o certificado de vacina contra pólio. Se tiver mais dúvidas, consulte o site da embaixada em Brasília.

4. Itens proibidos de entrar no Qatar

Além de questões alfandegárias comuns na imigração em qualquer país, como limites de quantias em dinheiro ou número de produtos, o país tem algo bem peculiar.

Os turistas são proibidos de entrar no Qatar com:

  • Bebidas alcoólicas;
  • Drogas;
  • Pornografia;
  • Material ou imagens religiosas;
  • Cigarros eletrônicos;
  • Produtos de origem suína;
  • Drones (a menos que você tenha uma permissão antecipada junto ao Ministério do Interior do Qatar);

Muitas dessas proibições têm relação com o fato de esse ser um país islâmico. Em alguns casos há apenas o confisco dos produtos e em outros até penalidades, como prisão.

Então é melhor evitar qualquer dor de cabeça.

Vista da orla do Corniche em Doha com prédios e rua vazia
Corniche, Doha (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Seguro Viagem obrigatório na imigração em Doha

Logo após a Copa do Mundo de 2022, o Governo do Qatar passou a exigir a contratação de seguro viagem para turistas que fiquem mais de 30 dias no país.

E esse seguro só pode ser feito com empresas credenciadas e autorizadas por eles. Se for o seu caso, você pode encontrar a lista de seguradoras no site do Visit Qatar.

Mas é bom saber que não são aceitos seguros de outros países, mesmo que tenham uma alta cobertura médico hospitalar. Valem apenas as seguradoras credenciadas na lista emitida pelo governo .

Tem mais alguma dúvida sobre a imigração em Doha, no Qatar? Então dê uma olhada nas perguntas abaixo ou deixe seu comentário que faremos o possível para ajudar.

Perguntas Frequentes

É preciso visto pro Qatar?

Brasileiros a turismo não precisam de visto para viajar para o Qatar por até 30 dias. Saiba mais todos detalhes sobre exigência de
visto
.

Preciso de visto numa conexão em Doha?

Se você tem apenas uma conexão em Doha, ou seja, não irá deixar o aeroporto e apenas pegará um outro voo, também não precisa de visto para o Qatar. Confira como é o processo para passageiros em trânsito no aeroporto de Doha.

O que brasileiro precisa para entrar no Qatar?

Brasileiros não precisam de visto para entrar no Qatar para viagens de até 30 dias. Dentre a documentação, o principal é ter
passaporte válido, passagem de saída do país, comprovante de hospedagem, entre outros. Veja a lista de documentos completa.

O que é preciso para viajar para o Qatar?

Embora não seja exigido visto de brasileiros, é preciso separar a documentação correta para imigração em Doha. Entre as principais
exigências estão passaporte válido por no mínimo seis meses, passagem de retorno, comprovante de hospedagem, entre outros.

Rafael Carvalho
Mineiro fã de frango com quiabo e de uma boa cerveja, mora atualmente em São Paulo. É formado em Rádio e TV, pós-graduado em Jornalismo e trabalha há mais de 16 anos com Conteúdo Digital. Já passou por empresas como SBT e Jovem Pan FM. Apaixonado por viagens, fundou o Esse Mundo É Nosso e roda o Brasil e o mundo o ano todo sempre em busca de dicas para serem compartilhadas.
Vai viajar? Reserve aqui com os melhores preços

Quando você reserva com nossos parceiros, encontra os melhores preços e ainda ganha descontos, além de ajudar o nosso trabalho. Nós recebemos uma pequena comissão e você nao paga nada a mais por isso!

Hospedagens
Pelo mundo no Booking.com
Seguro Viagem
Ganhe 20% OFF em seu Seguro Viagem!
Passeios e Ingressos
Reserve experiências inesquecíveis em todo o mundo
Aluguel de Veículos
Sem iof em até 12x sem juros
Chip de Internet
Seu Chip de Internet Global para usar em todas as viagens

Comentários:
Maxi disse:

Boa Tarde Rafael, excelente artigo.
Tenho um stopover de um dia e 1/2 em doha na ida para o Japão e uma conexão de quase 13 horas na volta, 5 semanas depois. A empresa aérea não deixa claro se é possível sair do aeroporto também na segunda passagem por Doha para compras ou descanso em hotel(na volta). Vou procurar a informação junto à embaixada mas sabe se é possível visitar a cidade tanto na ida quanto na volta? Obrigado.

Oi, Maxi, tudo bem?
Muito obrigado, fico feliz em ajudar. Você pode sair sim tanto na ida como na volta. Aproveitando, envio nossa sugestão de o que fazer numa conexão em Doha com todas as atrações que valem ser visitadas!
Abraços e ótima viagem

Karina disse:

Olá Rafael, tudo bem?

Ótimo artigo, me tirou algumas dúvidas, mas ainda fiquei com essa, a comprovação de hospedagem e passagens de saída do Qatar precisam ser apresentadas impressas? Ou posso mostrar apenas na tela dos aplicativos no celular?

Obrigada!

Oi, Karina, tudo bem?
Pode ser sim no celular! Eu sempre gosto de levar impresso por garantia, vai que não tem bateria ou acesso à internet, por exemplo. Mas tente ao menos ter os arquivos de forma offline.

Abraços

Dandara disse:

Rafael, achei extremamente informativo seu texto, mas acabou me gerando uma dúvida. Eu posso levar meu terço para Doha?

Oi, Dandara, tudo bem?
Então, eu não levaria não. Mas se você faz muita questão, tente ao menos um que seja, na medida do possível, menos religioso. Lembro que minha avó tinha uns que não tinham a cruz, por exemplo. Só por desencargo de consciência e uma viagem tranquila.

abraços

Larissa Assis disse:

Rafael, li seu texto e achei muito bom, me esclareceu várias dúvidas. Só fiquei com dúvida em relação ao seguro viagem, eu tenho uma conexão de 12 horas e vou precisar sair do aeroporto para ir até o hotel descansar. É necessário contratar um seguro mesmo assim?

Oi, Larissa, tudo bem?
Muito obrigado! Você não é obrigada a contratar o seguro das empresas que o governo sugere, mas eu jamais viajaria sem. É tão barato e você não corre risco de ter dores de cabeça se alguma imigração implicar ou, ainda mais grave, por algum imprevisto de saúde.

Abraços