Lavaux e os terraços de vinhedos na Suíça que são patrimônio

Lavaux é uma das regiões vinícolas mais famosas da Suíça, localizada acima do Lago Léman, numa pequena faixa de cerca de 30Km entre Montreux e LausanneSt-Saphorin, Dézaley e Epesses são algumas das pequenas vilas produtoras que mais parecem ter saído de um filme.

Pouco conhecido dos brasileiros, já que quase toda a produção fica no país, o delicioso vinho branco Chasselas é grande estrela, a uva símbolo daqui, responsável por cerca de 70% do mercado local.

A beleza que se mistura à história é tamanha, que Lavaux, com seus terraços de vinícolas que remontam dos tempos romanos, foi declarada Patrimônio da Humanidade pela UNESCO.

+ Está lembrando do Seguro Viagem? Ache o melhor preço

Região de Lavaux, Suíça (Foto via Shutterstock)

Foto via Shutterstock

E não é pra menos, o cenário é belíssimo. Além de circular pelas cidadezinhas medievais, quem visita a região pode conhecer de perto o passo a passo da produção de vinho e, claro, fazer degustações.

Região de Lavaux, Suíça (Foto via Shutterstock)

Foto via Shutterstock

Região de Lavaux, Suíça (Foto via Shutterstock)

Foto via Shutterstock

Na pequena Grandvaux, os fãs de quadrinhos encontrarão o local onde faleceu Hugo Pratt, desenhista italiano que chegou a morar no Brasil. Ele foi o criador de Corto Maltese, personagem que ganhou uma estátua que parece admirar do alto as águas do Lago Léman.

Corto Maltese - Região de Lavaux, Suíça (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Região de Lavaux, Suíça (Foto: Esse Mundo É Nosso)

 

EXPERIÊNCIA

Em meio às vinhas, o Vinorama é uma espécie de “restaurante – adega – museu” que não apenas conta a história do vinho Chasselas e das vinícolas de Lavaux, como também oferece degustações de mais de 280 vinhos da região. É uma experiência e tanto.

Vinorama - Região de Lavaux, Suíça (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Vinorama - Região de Lavaux, Suíça (Foto: Esse Mundo É Nosso)

São vários pacotes de vinhos harmonizados com frios e petiscos da região. Consulte preços e como chegar no site.

Vinorama - Região de Lavaux, Suíça (Foto: Esse Mundo É Nosso)

 

COMO CHEGAR

O Train des Vignes é uma maneira mais turística, mas muito bonita de se chegar à região de Lavaux. Ele parte de Vevey e em pouco mais de 10 minutos, serpenteando pelas vinhas chega até Puidoux-Chexbres. Dali é possível fazer degustações em muitas adegas.

Train des Vignes - Região de Lavaux, Suíça (Foto: Swiss Image)

Os trens regionais ligam as cidades de Montreux e Lausanne às vilas de Cully, Epesses, Rivaz, St-Saphorin, entre outras. É só escolher a estação e explorar as vinícolas de Lavaux (consulte no site da SBB, a companhia de transportes da Suíça).

Outra forma interessante e mais independente pode ser vir de carro, que foi como nós fizemos. O bacana é que tivemos mais flexibilidade para subir e descer as encostas e visitar vilas mais distantes da linha férrea, ainda mais que estava chovendo no dia. Além disso, é possível chegar de ferry pela estação Rivaz-St-Saphorin.

+ Onde ficar na região de Lavaux? Veja os melhores hotéis
+ Conheça Vevey, uma das joias da Riviera Suíça onde viveu Charlie Chaplin

+ Todas as dicas para você curtir o melhor da Suíça

* O jornalista viajou a convite do Switzerland Tourism e da Swiss International Air Lines. Todas as opiniões dadas aqui são independentes e isentas.

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM GOSTE

Rafael Carvalho

Mineiro fã de frango com quiabo e de uma boa cerveja, mora atualmente em São Paulo. É formado em Rádio e TV, pós-graduado em Jornalismo e trabalha há mais de 12 anos com Conteúdo Digital. Já passou por empresas como SBT e Jovem Pan FM. Apaixonado por viagens, fundou o Esse Mundo É Nosso e roda o Brasil e o mundo o ano todo sempre em busca de dicas para serem compartilhadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *