Matera, na Itália: Dicas, história e o que fazer na cidade

Matera, na Itália, é um daqueles lugares que só de ver já é uma experiência. A cidade, que fica na região da Basilicata, é uma das mais antigas do mundo e já serviu de cenários para diversos filmes como A Paixão de Cristo, de Mel Gibson, e, mais recentemente, Mulher Maravilha. Neste post, damos dicas sobre a cidade e contamos a sua história.

MATERA, NA ITÁLIA: DICAS

| A HISTÓRIA DE MATERA

A parte histórica de Matera, na Itália, é conhecida como Sassi de Matera e foi considerada Patrimônio Mundial pela UNESCO em 1993, mas a história da cidade é uma mistura de muita pobreza e reviravoltas.

Matera,  na Itália (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Matera, considerada a terceira cidade mais antiga do mundo, é toda escavada em calcário e habitada desde a era paleolítica. Até a década de 1950, muitas pessoas ainda moravam em cavernas e a cidade era muito pobre. Foi aí então que estas pessoas foram retiradas destes locais e transferidas para lugares um pouco mais estruturados e as Sassi passaram por uma grande restauração.

Sassi (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Nesta época, antes das pessoas serem retiradas das cavernas, a cidade foi considerada uma vergonha nacional. Uma matéria do The Guardian conta bem essa transformação pela qual a cidade passou. O título diz “O Milagre de Matera”.

+ Encontre seu hotel na cidade com desconto

Chega a ser desesperador imaginar que até 1950 existiam literalmente “homens da caverna” na Itália. O jornal conversou com um destes moradores, que relembrou que na sua infância havia famílias com dez crianças dormindo nas cavernas ao lado de mulas e morrendo de fome.

Matera,  na Itália (Foto: Esse Mundo é Nosso)

As moradias eram escuras, não havia iluminação natural nem ventilação e água, ou seja, tudo era propenso à contaminação de doenças como a cólera e a malária. A maioria de seus moradores, como explica a matéria, eram camponeses e agricultores.

O primeiro a denunciar a péssima estrutura em que as pessoas viviam em Matera foi o escritor Carlo Levi, que estava exilado próximo a Matera na época da ditadura de Mussolini. Mas foi só em 1950 que o primeiro ministro fez uma visita à cidade e a considerou uma desgraça nacional.

Matera na Itália (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Foi aí que, como contei lá no começo do post, o governo tirou os moradores das cavernas e os levou para as áreas mais novas da cidade. Imagine a adaptação de uma pessoa que vivia numa caverna sem luz natural e de repente chegou em um lugar com água em uma torneira. Ao mesmo tempo, as pessoas perderam uma pouco de sua identidade.

Matera,  na Itália (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Com o tempo, as sassi voltaram aos holofotes, mas de maneira positiva. Muitos filmes foram feitos lá, como A Paixão de Cristo e, em 2017, Mulher Maravilha. Além disso, com o tempo, muitos artistas e escritores procuraram Matera para viver e reformaram as sassi transformando-as em cavernas modernas.

Mais recentemente, muitos hotéis e restaurantes surgiram na região e ela foi escolhida como a Capital da Cultura da Europa em 2019, o que fez com que a cidade entrasse na mira dos turistas.

+ Encontre seu hotel na cidade com desconto

Confesso que quando cheguei a Matera eu sabia bem pouco sobre a sua história. Vi as cavernas, mas demorei a me convencer de que muitas pessoas viveram ali em situação precária até a década de 1950. Era difícil de acreditar que há tão pouco tempo ainda havia gente morando naquelas cavernas. A sensação que dava era de que aquilo era cenário de um filme pré-histórico.

Matera na Itália (Foto: Esse Mundo é Nosso)

| O QUE FAZER EM MATERA

A dica principal de Matera, na Itália, é andar sem rumo (e se perder) pela parte histórica, além disso vale a pena tentar se hospedar dentro da área antiga. Nós ficamos no hotel Palazzo Gattini, que é muito bem localizado e fica em uma dessas “cavernas” antigas, mas totalmente restaurada. Aproveite para ver o valor das diárias com descontos.

Sassi (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Além de andar (e se perder) muito, vale a pena entrar em alguma das cavernas que estão abertas para visitação. Nós fomos na Casa Grota, que se mantém parecida com o que era no século XVIII. Ela está localizada em Sasso Caveoso, perto da Igreja de San Pietro Caveoso. É difícil acreditar que as pessoas realmente moravam ali naquela situação.

Casa Grota (Foto: Esse Mundo é Nosso)
Casa Grota (Foto: Esse Mundo é Nosso)

A cidade é dividida em Sasso Barisano e Sasso Caveoso. Entre os pontos principais estão a Catedral, Piazza Vittorio Veneto, Castelo Tramontano, Palombaro Lungo, além das diversas igrejas.

Aproveite também para curtir o pôr do sol com as casas de pedra como cenário. Será inesquecível.

| QUANTOS DIAS?

Nós ficamos apenas dois dias na cidade. Confesso que ficaria mais um dia para ver tudo com bastante calma, mas três dias são suficientes para conhecer bem.

Matera na Itália (Foto: Esse Mundo é Nosso)

| COMO CHEGAR EM MATERA

Nós fomos para Matera de carro saindo de Nápoles. São 251 km e cerca de 3h de viagem. Bari fica a cerca de 70 km, é onde está o aeroporto mais próximo.

Matera na Itália (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Depois de Matera, nós seguimos rumo a Otranto, na região da Puglia. E antes passamos por Alberobello, de onde já fizemos um post, e Polignano a Mare.

| ONDE FICAR

A dica é tentar ficar hospedado na área mais antiga para sentir bem a história da cidade. Claro que essa região é um pouco mais cara, mas vale muito a experiência.

Palazzo Gattini (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Como contei mais acima, nós ficamos no Palazzo Gattini, um ótimo hotel localizado bem próximo da praça principal de Matera. É ótimo.

| SEGURO OBRIGATÓRIO COM DESCONTO

Todo turista brasileiro que entra na Itália, assim como em grande parte dos países da Europa, precisa ter feito um seguro viagem. Ele é obrigatório e pode ser exigido no momento da imigração.

A nossa dica é a Seguros Promo. Sempre fazemos os nossos seguros com eles. É só entrar no site, colocar os dados da sua viagem e comparar na mesma até três tipos diferentes de seguro. Desta forma, fica mais fácil de escolher o que tem mais a ver com seu perfil de viajante.

No momento do pagamento, use o nosso cupom ESSEMUNDOENOSSO5 para ter 5% de desconto (Faça a cotação agora mesmo). Se estiver com bastante antecedência da viagem, escolha pagar via boleto para ter mais 5% de desconto.

Ficou com alguma dúvida de Matera? Deixe nos comentários!

+ Veja mais dicas do país
+ Dicas de Alberobello

+ Cinque Terre: O que fazer e onde se hospedar

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM GOSTE

Adolfo Nomelini

Jornalista formado pela PUC-SP e pós graduado em Comunicação em Mídias Digitais, é apaixonado por música, coxinha, televisão, seus óculos e internet. Trabalha há 8 anos com conteúdo online e passa boa parte do tempo "jogando o corpo no mundo, andando por todos os cantos e, pela lei natural dos encontros, deixando e recebendo um tanto".

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *