Em uma viagem a Lima, hospedar-se em Miraflores é quase obrigatório entre os visitantes. Como já contamos aqui,  esse distrito da capital peruana é o mais badalado, com restaurantes, bares, lojas, shoppings e atrações históricas e culturais.

 

Durante nossa viagem, nos hospedamos no Hostel Pariwana, no coração de Miraflores, em frente ao Parque Central. O albergue, que tem uma outra unidade em Cusco, é um dos melhores exemplos de hospedagem boa e barata. Com diárias entre US$10 (dormitórios) e US$40 (privado com banheiro), o hostel é muito limpo, seguro, alto astral e com muitos serviços.

Parque Central de Miraflores - Lima

Pariwana Hostel Lima (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Os dormitórios compartilhados são de dez, oito ou seis camas. Já os quartos duplos ou de casal podem ser com ou sem banheiro. Entre os serviços oferecidos estão uma agência de turismo na recepção, computadores, wi-fi grátis, café da manhã incluso, toalhas e roupas de cama em todos os quartos, armários individuais nos dormitórios, guarda volumes, sala de TV, lavanderia, transfer para o aeroporto, jogos, bar, além de uma equipe que fala inglês e espanhol.

Pariwana Hostel Lima (Foto: Esse Mundo É Nosso)

A grande atração fica no terraço do Pariwana, onde funciona o bar e é servido o café da manhã, além de ter churrasqueira, mesa de ping pong, pufes e espreguiçadeiras. O clima ali é animado durante o dia e a noite, com música alta e gente de todos os cantos do mundo.

Pariwana Hostel Lima (Foto: Reprodução/Facebook)

Pariwana Hostel Lima (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Pariwana Hostel Lima (Foto: Reprodução/Facebook)

Pariwana Hostel Lima (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Nossa estadia foi num quarto duplo com banheiro e gostamos muito do serviço prestado. Claro que existem algumas coisas que quem se hospeda em hostels já está acostumado, como toalha que não seca tanto e o fato de o chuveiro dar uma “alagadinha” no banheiro. Mas nada que estrague a imagem do albergue.

É um ótimo lugar para quem quer curtir o melhor de Lima, se hospedar no melhor ponto de Miraflores, pagar muito barato e curtir o clima festivo do Pariwana.

A Fernanda Souza, do blog Preciso Viajar, esteve na unidade de Cusco e faz o relato de como foi a hospedagem.

 

Sobre o Autor
Rafael Carvalho
Mineiro fã de frango com quiabo e de uma boa cerveja, mora atualmente em São Paulo. É formado em Rádio e TV, pós-graduado em Jornalismo e trabalha há mais de 12 anos com Conteúdo Digital. Já passou por empresas como SBT e Jovem Pan FM. Apaixonado por viagens, fundou o Esse Mundo É Nosso e roda o Brasil e o mundo o ano todo sempre em busca de dicas para serem compartilhadas.

0 resposta

  1. Grande dica, Rafael.
    Estou montando o roteiro para um mochilão no Peru no próximo ano e provavelmente irei me hospedar no Pariwana, tanto em Lima quanto em Cusco.
    Tenho uma dúvida: o serviço de transfer que o hostel oferece é só na saída do hostel para o aeroporto ou eles também buscam na chegada ao aeroporto?

  2. Uau! Nada melhor do que ficar num hostel com uma indicação. Quando viajo, geralmente fico em hostels e já peguei umas "buchas" por aí! Por isso quando encontro um bom eu também recomendo. Rsrs.
    Vou anotar sua indicação! Obrigada pelas dicas! 😉

  3. O melhor é comentar aqui no blog né? Vou transcrever para cá o comment do facebook:

    "Já fiquei neste hostel no final de 2009. Acabei de ler o post e vejo que continua do mesmo jeito!!! Gostei muito de lá, e a localização é perfeita!!! Não há espaço melhor para interação do que aquele terraço!! 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Reserve seu hotel aqui
Melhor preço para Seguro Viagem

Sobre Nós
Rafael Carvalho

Somos Adolfo Nomelini e Rafael Carvalho, dois jornalistas que trabalham com conteúdo digital há mais de 10 anos. Aqui você encontra nossas dicas de viagens pelo Brasil e o mundo.