Ponta da Barra em Laguna: A pesca com botos e dica de restaurante

A Ponta da Barra, em Laguna, Santa Catarina, é um dos lugares mais bonitos da cidade, localizada a cerca de 120km de Florianópolis. O canal que liga a Lagoa do Imaruí ao mar tem ótimos restaurantes com uma vista linda.

Além disso, é ali que acontece uma rara parceria entre pescadores e botos, que trabalham juntos na pesca. Esse fenômeno já ganhou destaque até na imprensa internacional, como contaremos abaixo.

PONTA DA BARRA EM LAGUNA

A Ponta da Barra fica a menos de 4km do Centro de Laguna. Dessa lado do canal, é onde fica o Molhes, local onde ficam os pescadores. Eles contam com a ajuda dos botos (uma espécie de golfinho) para a pesca artesanal, principalmente de tainha.

+ Encontre hotéis com descontos de até 50% em Laguna

Ponta da Barra, em Laguna (Foto: Esse Mundo É Nosso)

A PESCA COM BOTOS EM LAGUNA

Essa interação entre homens e botos acontece da seguinte forma: os animais cercam as presas com movimentos circulares e depois empurram os peixes no sentido dos pescadores. Por fim, os botos fazem um movimento acima da superfície, como um mergulho diferente que serve de sinal para os profissionais lançarem suas tarrafas.

Pesca com botos na Ponta da Barra, em Laguna (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Pesca com botos na Ponta da Barra, em Laguna (Foto: Esse Mundo É Nosso)

E por que os botos fazem isso? Especialistas dizem que eles aprenderam que, quando os pescadores jogam as redes e os cardumes se desorientam, os botos se beneficiam capturando um número maior de peixes. O curioso é que muitos dos golfinhos têm nomes, como o “Tafarel” e o “Chega-Mais”.

Pesca com botos na Ponta da Barra, em Laguna (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Esse raro fenômeno de cooperação só acontece em outros dois lugares do mundo: na Mauritânia, na África, e em Myanmar, na Ásia. Laguna já ganhou destaque até em programas gringos, como na BBC e no Animal Planet:

 

RESTAURANTES NA PONTA DA BARRA

Do outro lado do canal da Ponta da Barra, ficam alguns ótimos restaurantes com vista. Pra chegar lá, basta pegar o barquinho (aqui chamado de bote) até lá. Custa menos de R$2 por passageiro. Se quiser ir de carro, precisará pegar a balsa, que fica um pouco mais distante.

Nós almoçamos no Geraldo Restaurante, que há décadas serve pratos deliciosos, principalmente frutos do mar. Você aprecia a gastronomia enquanto observa os botos e Laguna do outro lado do canal.

Ponta da Barra em Laguna: Geraldo Restaurante (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Geraldo Restaurante na Ponta da Barra

Como estávamos num grupo grande, provamos diversos pratos. De entrada, pedimos casquinha de siri e camarão no azeite.

Ponta da Barra em Laguna: Geraldo Restaurante (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Casquinha de siri

Ponta da Barra em Laguna: Geraldo Restaurante (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Camarão do Geraldo Restaurante

Além disso, provamos também uma variedade à milanesa de camarão, lula, mexilhão e batatas.

Ponta da Barra em Laguna: Geraldo Restaurante (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Petiscos do Geraldo Restaurante

Como prato principal, experimentamos a famosa tainha, o incrível camarão com catupiry e ainda camarão à parmegiana. Todos os pratos estavam deliciosos.

Ponta da Barra em Laguna: Geraldo Restaurante (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Camarão com catupiry

Outros restaurantes vizinhos que parecem bons são o Marbelle e o Boião, mas infelizmente ainda não os visitamos.

Ponta da Barra, em Laguna (Foto: Esse Mundo É Nosso)

+ Veja hotéis com desconto e cancelamento grátis em Laguna
+ Farol de Santa Marta: Cenário de cartão postal pertinho daqui
+ Confira mais dicas da Rota da Baleia Franca

* O jornalista viajou a convite do Sebrae/SC, mas todas as opiniões dadas aqui são isentas e refletem sua real experiência.

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM GOSTE

Rafael Carvalho

Mineiro fã de frango com quiabo e de uma boa cerveja, mora atualmente em São Paulo. É formado em Rádio e TV, pós-graduado em Jornalismo e trabalha há mais de 12 anos com Conteúdo Digital. Já passou por empresas como SBT e Jovem Pan FM. Apaixonado por viagens, fundou o Esse Mundo É Nosso e roda o Brasil e o mundo o ano todo sempre em busca de dicas para serem compartilhadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *