#vemprarua Por que minha indignação tem a ver com as suas viagens

Saúde, educação, segurança, transporte público… essas são antigas pautas de reivindicações, mas que eu não me lembro de ter visto serem pedidas com tamanha indignação pelo povo nas ruas. Mas esse blog não é sobre viagens? E o que você, leitor, tem a ver com isso?

Em minhas viagens por aí sou o canarinho oficial, que faz a maior propaganda do Brasil. Mas vira e mexe me deparo com questões delicadas, aquelas verdades que doem quando somos questionados. Há menos de um mês, por exemplo, no Vietnã, um canadense pai de família me disse que conhecia nosso país, mas que não tinha boas lembranças. As marcas que ficaram nele foram da desorientação que teve ao chegar em São Paulo e não conseguir ao menos ler um cardápio (em inglês), do assalto que seu amigo sofreu no Rio de Janeiro e do sufoco que passou por ter que virar uma noite com os filhos no aeroporto de Cumbica durante uma conexão vindo de Foz do Iguaçu.

Hoje mesmo, enquanto eu estava no metrô indo para a manifestação na Avenida Paulista, vi a triste cena de um casal de gringos completamente perdidos na novíssima Linha Amarela do metrô por não encontrarem um simples “exit” que apontasse a saída da estação.

#vemprarua Manifestação em São Paulo (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Uma pesquisa divulgada recentemente mostra que Bangkok, a capital da Tailândia, receberá 16 milhões de turistas estrangeiros em 2013. Número incrível pra uma cidade se pensarmos que o Brasil inteiro recebeu menos de 6 milhões no ano passado. Em sua coluna na rádio BandNews FM, o Ricardo Freire, um mestre no ramo das viagens, lembrou muito bem de que não é só exportar avião que é sinônimo de um país desenvolvido. As nações mais ricas do mundo são as que mais investem em turismo e estão de olho nos turistas vindos de fora. Só pensar em EUA, França, Inglaterra

Então quer dizer que eu mostro minha indignação com o país só porque os gringos pensam isso ou aquilo da gente? Não, pelo contrário. Quem aqui já tentou chegar às Cidades Históricas de Minas? As estradas são terríveis e os minúsculos aeroportos que facilitam o acesso são insuficientes (o de São João del Rei não tem voos diários; o de Diamantina deixou de operar comercialmente).

Estive em São Luís do Maranhão recentemente. Encontrei uma cidade que me surpreendeu pelos investimentos privados em construção civil e serviços. Mas o que dizer da administração pública? Fui em busca de um dos Centros Históricos mais famosos do Brasil e o que vi foi um bairro sucateado. Longe dali, mesmo na área nobríssima da Ponta D’Areia, era difícil circular por tantas ruas esburacadas e que viravam rio ao primeiro sinal de chuva. Uma simples caminhada pela famosa orla da Lagoa da Jansen terminou num acidente que quase virou uma tragédia. Minha amiga caiu em um bueiro e se machucou toda. Por pouco não foi levada pela tubulação sabe lá pra onde.

Esses são apenas alguns poucos exemplos do descaso com o nosso país, seja pra quem mora nessas cidades ou deseja visitá-las. Poderia me estender e cansar você com inúmeros casos, como o deslocamento nas maiores cidades, os aeroportos que parecem da velha União Soviética, a falta de segurança, as praias – nossos principais cartões postais – poluídas… tudo isso a um custo altíssimo!

Quantas vezes você não pensou em viajar pro exterior porque se fosse ao Nordeste gastaria o dobro da viagem internacional? Alguns me dizem que isso é falta de patriotismo meu, que o céu do vizinho pra mim é mais bonito que o que eu tenho. Não, minha resposta é que viajar pelo Brasil não é fácil, não é pra qualquer um. Dói no bolso, quando não dói em outras partes…

Não basta ser “gigante pela própria natureza”. Turistas procuram um lugar bom e esse lugar pode ser a nossa casa!

#vemprarua Manifestação em São Paulo (Foto: Esse Mundo É Nosso)

+ Curta nossa página no Facebook

Veja a opinião de outros blogueiros de viagem sobre as manifestações

Fernanda do Preciso Viajar

Thiago do Rodei

Patricia do Turomaquia

Jonathan do Eu vou de Mochila

Pedro  do Blog Sem Destino

Heloísa do Mi Bloguito

Dani do Danipolis

Guilherme do Viajando Com Eles

Douglas no Turismo Backpacker

Cris Marques no Dentro do Mochilão

João do Pra ver em Londres

Natalia do Destino Provence

André do Meu destino

Jr Caimi do Tip Trip

Débora do Your passport please

Lucila do Mochila Cult

Gleiber do Andarilhos do Mundo

 

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM GOSTE

Rafael Carvalho

Mineiro fã de frango com quiabo e de uma boa cerveja, mora atualmente em São Paulo. É formado em Rádio e TV, pós-graduado em Jornalismo e trabalha há mais de 12 anos com Conteúdo Digital. Já passou por empresas como SBT e Jovem Pan FM. Apaixonado por viagens, fundou o Esse Mundo É Nosso e roda o Brasil e o mundo o ano todo sempre em busca de dicas para serem compartilhadas.

14 Comments

  1. Michele Trindade disse:

    Falou tudoooo!!!!

    Amo suas dicas, bjs :*

  2. Carlos Eduardo disse:

    Sou de São Luis do Maranhão e concordo plenamente com o que vc falou da cidade. Abraços!

  3. gleiber disse:

    Falou tudo. O turismo não decolou por aqui justamente porque o país ainda não decolou, apesar do governo dizer o contrário, enganando o povo nos últimos anos com a propagando do "milagre econômico brasileiro". Estamos ainda muito longe… Mas é cada passo de uma vez, né? Quem sabe já tenhamos dado o primeiro?

  4. Ótimo texto Rafa! O seu e o meu texto se completam. As viagens tem muito a ver com a qualidade de vida dos brasileiros!

  5. Vitor disse:

    Excelente o texto!
    É exatamente isso que eu penso do Brasil! Um país que poderia ser um dos mais visitados do mundo, dentro das limitações de distância para os grandes centros.
    Temos menos visitantes que a Argentina, se fizermos uma comparação JUSTA!
    Viajar para o Brasil hoje é muito difícil. Um hotel mais ou menos em qualquer capital do país custa bem mais caro que um hotel em qualquer lugar da Europa, com exceção das absolutamente lotadas Londres e Paris.
    Então continuo viajando apenas para a Europa! Como eles não entendem que lá é mais barato, me chamam de riquinho!
    Abraço! E parabéns pelo blog!

  6. Dani disse:

    O texto é ótimo e realista… Mas eu ainda invisto metade das minhas férias no turismo pelo Brasil, apesar dos pesares… rs

    • Muito obrigado, Dani!
      Eu morro de vontade também, mas ainda é caro pra mim. Então só consigo dar uns pulos nos feriados mesmo.

      • Dani disse:

        Pois é, Rafa… se for na categoria de "ecotursimo", o preço é mais alto ainda… A minha próxima viagem sairá "cara", mas vou encarar mesmo assim, pq tem mais de 10 anos que quero ir pro lugar…rs Vamos em frente!
        ;-P

  7. Marcelo disse:

    É isso aí! Quanto mais a gente viaja mais a gente percebe o quanto falta por aqui, das coisas mais simples(calçadas) às mais complexas(aeroportos).

  8. Rodrigo disse:

    Muito bom Rafa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *