Willis Tower: Chicago aos seus pés no prédio mais alto dos Estados Unidos

O clichê “algumas imagens valem mais do que mil palavras” serve bem para este post. Uma das grandes atrações de Chicago é a Willis Tower (antiga Sears Tower), o prédio mais alto dos Estados Unidos, com 109 andares. Lá no 103º andar, há um skydeck reservado para tirar fotos e ver a cidade do alto.

Conheça a Willis Tower

Tudo isso já valeria a pena não somente pelas lindas fotos, mas pela sensação de ver Chicago de tão alto. Porém, a grande diferença da Willis Tower está no fato de ela ter algumas “varandas” totalmente de vidro. Sim, você pisa no vidro e vê a cidade, literalmente, aos seus pés. Olha para cima e vê o céu. Olha para frente e vê os prédios. Dá a sensação de estar flutuando pela cidade. Confesso que fiquei com um pouco de medo e até tonto, mas foi uma sensação incrível.

Willis Tower em Chicago (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Willis Tower em Chicago (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Willis Tower em Chicago (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Willis Tower em Chicago (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Willis Tower em Chicago (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Willis Tower em Chicago (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Preço e fila

Antes de falar da fila, vamos direto ao preço. Para subir neste prédio, você terá que pagar 18 dólares . Se já estiver na região do Millennium Park, você consegue ir a pé sem precisar de transporte público.

Willis Tower em Chicago (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Willis Tower em Chicago (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Para subir ao prédio, prepare-se para ter a mesma paciência de quem visita o Empire State, de Nova York, como já contamos aqui no blog. A fila é bem longa. No sábado em que eu fui, esperei por cerca de 2 horas para conseguir subir. O processo começa ainda fora do prédio, depois você desce e pega mais uma fila imensa para comprar os ingressos. Quando você acha que acabou, há outra fila para entrar de fato à torre. E ainda tem outra fila para assistir a um filme sobre o prédio. Mas como neste dia estava muito cheio, eles pularam o filme para as pessoas que estavam na mesma fila que eu.

Pelo menos, durante a fila há uma série de elementos para distrair, como informações sobre quantos banheiros há no prédio, o número de pessoas que circulam por lá diariamente e até mesmo quais estados do país as pessoas conseguem ver lá de cima.

Willis Tower em Chicago (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Elevador da Willis Tower em Chicago (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Para encerrar de vez o assunto fila, quando você já está lá em cima disputando um espaço das diversas janelas, ainda precisa de paciência para entrar, enfim, na parte mais esperada: o balcão/varanda de vidro.

Apesar do sacrifício,  é um passeio inesquecível e que tem que ser feito por quem vai pela primeira vez a Chicago! Para encerrar, as fotos valem mais do que o post:

Willis Tower em Chicago (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Willis Tower em Chicago (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Willis Tower em Chicago (Foto: Esse Mundo é Nosso)  Willis Tower em Chicago (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Willis Tower em Chicago (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Willis Tower em Chicago (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Willis Tower em Chicago (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Willis Tower em Chicago (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Willis Tower em Chicago (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Willis Tower em Chicago (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Willis Tower em Chicago (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Curiosidades

– O skydeck, que fica no 103º andar e tem 412 metros, recebe por ano 1 milhão e 300 mil visitantes.

– De lá, é possível ver quatro estados norte americanos.

– As antigas Torres Gêmeas, de Nova York, eram mais baixas do que o arranha-céu de Chicago. Porém, quando o projeto das Novas Torres Gêmeas ficar pronto, elas serão maiores do que a Willis Tower.

– Por mais de 20 anos, este foi o prédio mais alto do mundo.

Endereço

233 S. Wacker Dr.
Entrada do Skydeck pela Jackson Blvd. (parte sul do prédio)
Chicago, IL 60606

Saiba como chegar ao prédio

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM GOSTE

Adolfo Nomelini

Jornalista formado pela PUC-SP e pós graduado em Comunicação em Mídias Digitais, é apaixonado por música, coxinha, televisão, seus óculos e internet. Trabalha há 8 anos com conteúdo online e passa boa parte do tempo "jogando o corpo no mundo, andando por todos os cantos e, pela lei natural dos encontros, deixando e recebendo um tanto".

Leave your comment

  1. Anna Bárbara disse:

    Oi Adolfo!!
    Morro de subir nesse prédio!!! Deve ser uma sensação muito louca essa de ficar pisando em um piso de vidro com a cidade aos seus pés!!!!
    Bjs, Anna

  2. Luciano disse:

    Putz, que fila enorme! Quando fomos a fila era praticamente inexistente e como tínhamos o City Pass fomos direto ao elevador. Contamos nossa experiência com o City Pass, que vale muito a pena, aqui: http://malasepanelas.com/chicago-city-pass/ e lá no Skydeck aqui: http://malasepanelas.com/chicago-willis-tower-sky
    Mas mes mo com fila é um passeio imperdível!
    Abraço

    • Adolfo disse:

      Oi Luciano! Muito obrigado pelo comentário! Eu li seu post sobre o City Pass! Pra mim não valeria a pena porque eu fiquei só dois dias e acabei não indo no Aquário, no museu e no planetário! Mas acho que vale mesmo pra quem quiser ir nesses lugares. Você viu o tamanho dessa fila? Acho que estava grande porque, além de ser sábado, foi bem no fim de semana da maratona de Chicago! Mas com certeza esse passeio vale muito a pena!! Abs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *