Soi Cowboy em Bangkok, a rua proibida de Se Beber Não Case

Se você assistiu ao segundo filme de Se Beber Não Case e ficou com aquela imagem da noite proibida da capital da Tailândia, ela se passa na Soi Cowboy em Bangkok, o “Red Light District” daqui.

Não sou fã de prostituição, muito menos adapto. Mas essa rua faz parte da realidade da cidade. O bizarro é encontrar engravatados realmente em busca de programas, mas ao mesmo tempo casais de turistas sentados em alguma das casas de shows apenas para conhecer o famoso lugar.

Foi por conta da curiosidade mesmo que fomos à rua Soi Cowboy em Bangkok. E o clima realmente é pra turistas. Não nos sentimos ameaçados ou acoados em nenhum momento. Por outro lado, em cada entrada dessa pequena rua havia policiais. Ela fica um pouco distante dos melhores bairros pra se hospedar (veja hotéis com desconto), mas como o táxi e principalmente o Uber é bem barato por aqui, não nos importamos de ser longe.

Soi Cowboy em Bangkok (Foto via Shutterstock)

Foto via Shutterstock

Um dos atrativos são os letreiros de neon, em sua maioria de cor vermelha. Mas como fomos no mês da morte do rei, infelizmente eles estavam desligados, mas os clubes estavam funcionando.

+ Não vá pra Ásia sem Seguro Viagem: ache o melhor preço

A SOI COWBOY EM BANGKOK

Na entrada de cada bar, as meninas e algumas travestis tentam pescar os clientes. Não estranhe se alguma delas vier, te abraçar, dizer que você “é o amor da vida dela”… Basta um sorriso e depois é só continuar a caminhada!

Soi Cowboy em Bangkok (Foto via Shutterstock)

Foto via Shutterstock

Decidimos ir ao Silac, que havíamos lido que era um dos cenários de Se Beber Não Case (não sei confirmar se foi mesmo). Primeiro ficamos no bar na calçada… até ganharmos segurança. A entrada era gratuita e o ambiente não era nem um pouco sombrio. Havia alguns homens sozinhos, alguns casais ocidentais e as meninas dançavam no pole dance (todas com roupa).

Claro que elas estão ali para conseguir alguns programas. Mas se quiser, assim como nós, apenas entrar, tomar uma cerveja e ir embora, não há problema algum. O preço das bebidas é bem mais alto que no restante da cidade. Uma cerveja sai por cerca de 150 bahts (15 reais).

Outra casa de shows bem famosa e enorme é a Baccara. São três andares, piso de vidro e meninas dançando uniformizadas. O clima também é bem descontraído.

Soi Cowboy em Bangkok (Foto via Shutterstock)

Foto via Shutterstock

Muita gente vem a Soi Cowboy em busca dos famosos shows de ping pong de Bangkok, quando garotas usam técnicas de pompoarismo para lançar bolinhas com a vagina. Se é seu caso, não será muito fácil encontrar. Esses shows são meio que secretos na cidade. Alguns homens na rua até oferecem te levar até eles, mas é preciso pegar um táxi com esse agente… Eu não encarei, todo cuidado é pouco com os golpes na noite na cidade.

Soi Cowboy em Bangkok (Foto via Shutterstock)

Foto via Shutterstock

De um modo geral foi interessante ver essa rua que levou a fama da prostituição de Bangkok ao mundo. Como disse no começo, não sou cliente nem um defensor da prostituição. Mas ela existe, assim como em Amsterdam ou em qualquer outra cidade do Brasil. E a noite na Soi Cowboy tem fama internacional.

+ Encontre seu hotel com desconto em Bangkok
+ Quanto custa viajar pra Tailândia?
+ O que fazer na capital tailandesa: Roteiro completo
+ Todas as dicas pra sua viagem ao país

Booking.com

Rafael Carvalho

Mineiro fã de frango com quiabo e de uma boa cerveja, mora atualmente em São Paulo. É formado em Rádio e TV , pós-graduado em Jornalismo em Comunicação Hipermídia e trabalha há mais de 10 anos com Conteúdo Digital. Apaixonado por viagens, fundou o Esse Mundo É Nosso e roda o Brasil e o mundo o ano todo sempre em busca de dicas para serem compartilhadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *