Cachoeiras em Visconde de Mauá: Conheça as melhores

As cachoeiras em Visconde de Mauá são um prato cheio para quem ama natureza. Espalhadas pelas vilas de Mauá, Maringá e Maromba, elas são uma das principais atrações da região.

Cachoeira do Escorrega, Santa Clara e Poção da Maromba são apenas algumas das melhores cachoeiras de Visconde de Mauá. Aqui falamos das principais, damos dicas de como chegar e o que fazer.

Partiu, cachoeira?

Melhores Cachoeiras em Visconde de Mauá, RJ

Antes de mais nada, vale uma dica. Estar de carro é essencial para conhecer as cachoeiras em Visconde de Mauá, já que elas ficam espalhadas e é preciso pegar estrada para chegar até elas.

Cachoeiras em Visconde de Mauá: Poção dos 7 Metros em Maromba com homem sentado nas pedras
Poção dos 7 Metros (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Nós estávamos com um carro comum de passeio, nada de 4×4. Não tivemos muita dificuldade, mesmo nas estadas de terra. Mas vale dizer que visitamos a região na época seca, durante o inverno.

Se não for seu caso e você não for amante de longas trilhas, uma sugestão é pegar um tour como alguma agência da região.

Todas as cachoeiras ficam em Visconde de Mauá?

Como eu já disse, a região de Visconde de Mauá engloba diversas outras vilas da Serra da Mantiqueira, como a Maringá de Minas Gerais, Maringá do Rio de Janeiro e Maromba. Portanto, as cachoeiras estão espalhadas por todos esses pontos.

Mas o bom é que todas essas vilas ficam bem próximas umas das outras, então é rápido circular entre elas.

Mapa das cachoeiras em Visconde de Mauá indicando quais ficam em MG e no RJ
Mapa das cachoeiras de Visconde de Mauá (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Dito tudo isso, vamos às cachoeiras:

Cachoeira do Escorrega

Sem dúvidas, a Cachoeira do Escorrega é uma das mais famosas cachoeiras em Visconde de Mauá.

Cachoeiras em Visconde de Mauá: Pessoas sentadas e em pé nas pedras em meio a árvores e em frente à Cachoeira do Escorrega
Escorrega (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Ela fica num espaço bem amplo. Além disso, o mais legal daqui é que você se senta (ou deita) nas pedras lisas e vai escorregando até chegar na água. Uma experiência muito divertida!

Homem desce de barriga na Cachoeira do Escorrega em Visconde de Mauá
Cachoeira do Escorrega (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Perto da Cachoeira do Escorrega há algumas barraquinhas e lojinhas de artesanato. Além disso, por lá há alguns restaurantes.

Ela costuma estar sempre bem movimentada, já que é uma das mais famosas da região.

Por isso, provavelmente será necessário que você pague pra estacionar. A boa notícia é que há estacionamento. Um pouco antes de chegar à cachoeira, vimos vagas por R$ 10. Já bem pertinho, o valor era de R$ 15 o dia todo (preços de 2021), que foi onde paramos.

Vista de cima da Cachoeira do Escorrega com árvores e pedras em Visconde de Mauá
Cachoeira do Escorrega (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Onde fica: A Cachoeira do Escorrega está a cerca de 2 km depois da vila de Maromba, sentido de quem vem de Maringá e Mauá. Há sinalização.

Cachoeira dos Macacos

Seguindo por uma estrada de fácil acesso por cerca de 15 minutos a partir da cachoeira do Escorrega, está a Cachoeira dos Macacos.

Cachoeira dos Macacos em meio a pedras e árvores em Visconde de Mauá
Cachoeira dos Macacos (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Ela também é bem bonita e tem uma boa queda d’água. Aliás, não vimos nenhum macaco por lá rsrs.

Onde fica: Depois da cachoeira do Escorrega, siga a pé por uma trilha que começa em uma estradinha morro acima por cerca de 15 min. É bem sinalizado.

Véu de Noiva

A Véu de Noiva foi a primeira cachoeira de Visconde de Mauá que nós conhecemos. A trilha até ela é bem tranquila e a entrada é por um barzinho.

Cachoeiras de Visconde de Mauá: Homem em frente à queda d'água da Cachoeira Véu de Noiva
Cachoeira Véu de Noiva (Foto: Esse Mundo é Nosso)

A cachoeira é linda. Fica em meio a muitas árvores, mas espaço não é muito grande. Já o barzinho é simpático, com boa estrutura e ainda há uma loja de artesanato. A gente parou o carro na porta, mas não há lugar para tantos veículos.

Estava bem vazio, já que nós fomos numa segunda-feira. São apenas 150 metros de trilha até a cachoeira. Aliás, é uma trilha curta e não muito difícil.

Onde fica: Está localizada logo na saída da vila de Maromba sentido Cachoeira do Escorrega e a 10 km de Visconde de Mauá.

Poção da Maromba (Poção dos 7 Metros)

Aproveitamos que estávamos perto de Maromba para ir até o Poção da Maromba ou Poção dos 7 metros, já que ela fica a menos de 2 km da vila..

Queda d'água do Poção dos 7 metros em meio a árvores e pedras (Foto: Esse Mundo é Nosso)
Polão dos 7 Metros (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Como o nome diz, a graça aqui é pular do alto. Pode chegar a 7 metros, ou seja, ótimo para quem gosta de aventura. Mas lembre-se que todo cuidado é pouco. É bom se informar antes de sair pulando.

Além disso, como o nível da água varia ao longo do ano, é bom ficar atento(a) e também evitar entrar se o tempo estiver fechando ou ameaçando chuva.

A trilha a partir da estrada é bem curta, cerca de 100 metros, e de fácil acesso.

Bem em frente ao acesso à cachoeira, está uma unidade do Cogumelo Bistrô, que tem mesas ao ar livre e é um dos restaurantes em Visconde de Mauá que mais gostamos. Aliás, vale a pena almoçar por lá depois de um banho de cachoeira.

O restaurante é especializado em cogumelos e tem pratos muito bons, como, por exemplo, o bobó de cogumelo.

Onde fica: Como diz o nome, a Poção da Maromba fica em Maromba, cerca de 600 m depois da Véu de Noiva sentido Escorrega. É bom evitar parar o carro na estrada, já que é comum a polícia passar multando. Há um estacionamento a 200 metros.

Cachoeira Santa Clara

Na nossa opinião, a cachoeira Santa Clara é uma das mais bonitas cachoeiras em Visconde de Mauá. Mas na realidade, como tudo é entrelaçado por aqui, ela fica do lado mineiro, em Bocaina de Minas.

Cachoeiras em Visconde de Mauá: Cachoeira Santa Clara em meio a pedras e muito verde
Cachoeira Santa Clara (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Em meio às plantas e a muito verde, o visual parece cenário de filme. Lindo! Apesar da queda imponente, piscinas naturais se formam aos pés da cachoeira e são um convite pro banho.

Queda d'água da cachoeira Santa Clara em Visconde de Mauá em meio a pedras e árvores
Cachoeira Santa Clara (Foto: Esse Mundo é Nosso)

A entrada fica logo na estradinha, onde é possível estacionar o carro se não estiver cheio. Dali até a Cachoeira de Santa Clara a caminhada é curtinha descendo por uma trilha.

Aliás, pra quem gosta de um piquenique em meio à natureza ainda há um gramado bem gostoso perto da água. Traga seu lanche e aproveite!

Onde fica: Na estrada entre Maringá e Maromba, você verá uma ponte à direita cruzando o Rio Preto para o lado de MG sentido Vale de Santa Clara. Atravesse a ponte, siga até uma bifurcação e entre à esquerda, onde há placas para a cachoeira. São mais cerca de 500 m até lá.

Toca da Raposa

A Toca da Raposa também fica do lado mineiro, no distrito de Mirantão, em Bocaina de Minas.

Para chegar é preciso fazer uma trilha de cerca de 300 metros a partir da estradinha e pagar uma taxa de R$ 4. Mas quando fomos não havia ninguém para cobrar.

Caminho até a Toca da Raposa em Visconde de Mauá
Toca da Raposa (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Embora não estivesse funcionando no dia da nossa visita, a estrutura do barzinho parecia boa. Mas para quem quer mesmo nadar, a área de banho não é das melhores, já que é muito pequena e estreita.

Além da cachoeira, tem um mirante e uma gruta.

Cachoeiras em Visconde de Mauá: Que d'água da Toca da Raposa em meio a pedras e verde
Toca da Raposa (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Antes de chegar à Toca da Raposa, é preciso passar por uma ponte (pinguela) bem duvidosa no Poço da Ponte. Mas é divertido.

Onde fica: Na estrada entre Maringá e Maromba, vire à direita na mesma ponte que dá acesso à Cachoeira Santa Clara, cruzando para o lado de Minas. Na bifurcação, ao invés de entrar à esquerda, você verá a sinalização à direita para a Toca da Raposa. Siga pela estradinha principal e, na segunda bifurcação, entre à esquerda e siga as placas.

Cachoeiras do Alcantilado

O Vale do Alcantilado é um sítio privado que cobra R$ 28 de entrada (valor de julho de 2021), mas que vale muito a pena visita. Ele também fica do lado mineiro, em Bocaina de Minas.

Gruta do Granito, no Vale do Alcantilado, com queda d'água e gruta em meio a pedras e verde
Gruta do Granito, no Vale do Alcantilado (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Por lá, há 9 cachoeiras lindas e um mirante. O acesso às cachoeiras é totalmente sinalizado e em algumas delas há até escada com corrimão na trilha.

A trilha tem 1500 metros de subida, mas como fazemos parando em cada cachoeira não parece tanto. Só o acesso à última cachoeira, a do Alcantilado, que é um pouco mais difícil.

Além disso, há um mirante lindo no Vale do Alcantilado. Uma dica é levar um lanchinho e água. Tudo é sinalizado e com o mapa que você recebe na entrada é possível conhecer tudo sem se perder.

Onde fica: Siga na estrada que liga Visconde de Mauá a Maringá. Depois, vire à direita. Haverá uma placa indicando o Alcantilado. Você precisará passar por uma estrada de terra por cerca de 5km.

Mas não confunda com o parque Corredeiras do Alcantilado. Ao passar por ele, siga por mais cerca de 350 metros. Há estacionamento gratuito.

Mapa das cachoeiras em Visconde de Mauá

Nesse mapa, sinalizamos onde ficam as cachoeiras que visitamos e consideramos algumas das mais bonitas da região.

Como o sinal de celular é bem fraco por aqui, vale baixar esse mapa no seu smartphone ou tirar um print para não ficar perdido(a), mesmo com as dicas de como chegar que demos.

Mais cachoeiras em Visconde de Mauá

Infelizmente, a gente não conseguiu visitar todas as cachoeiras em Visconde de Mauá. Fomos em todas que citei acima, mas ficamos com vontade de conhecer essas que listo a partir de agora:

Cachoeira da Saudade

A Cachoeira da Saudade fica na mesma estrada do Alcantilado e é mais uma dica entre as cachoeiras em Visconde de Mauá.

A trilha tem 2 km de extensão. O ideal é estar em um carro 4×4, já que possui um grande trecho de estrada de terra.

Cachoeira do Santuário

Na verdade, é o Parque Ecológico Cachoeiras do Santuário, que possui mais de 20 cachoeiras. Ele fica do lado de Minas Gerais, seguindo pela estradinha que leva à Cachoeira da Toca da Raposa.

Com águas cristalinas, o parque tem grutas e árvores nativas além das cachoeiras.

Cachoeira da Fumaça

Considerada a maior cachoeira do Rio de Janeiro, a Cachoeira da Fumaça tem cerca de 200 metros de queda d´água.

São cerca de 35 km a partir da vila de Visconde de Mauá, na estrada sentido Campo Alegre.

Cachoeira do Marimbondo

A Cachoeira do Marimbondo fica no Vale do Pavão, mesmo região onde está o restaurante O Filho da Truta.

Cachoeira da Prata

A Cachoeira da Prata fica em Mirantão, distrito de Bocaina de Minas, e é formada por 3 cachoeiras com poços para banho.

Piscina Natural em Maringá de Minas

Pertinho de Maringá (MG), na estrada que vai para a Casa do Chocolate e a loja de velas, há uma piscina natural bem bonita. Ela é bem gostosa por estar praticamente no centrinho, mas não tivemos coragem de entrar porque estava frio.

Piscina natural de Maringá de Minas, em Visconde de Mauá
Piscina natural (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Prainha de Visconde de Mauá

Você já viu que existem lindas cachoeiras em Visconde de Mauá, né? Mas, além disso, pertinho da rua principal tem uma prainha muito gostosinha.

Prainha no centro de Visconde de Mauá com rio de água cristalina e árvores
Prainha de Visconde de Mauá (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Ela fica perto do Visconde Empório, seguindo pela rua Regina d. Frech.

O que conhecer em Visconde de Mauá

As cachoeiras em Visconde de Mauá não são as únicas atrações da região. Como eu já disse, são várias vilas: Mauá, Maromba e as Maringá de Minas Gerais e Maringá do Rio de Janeiro.

Em Maringá de Minas está a Alameda Gastronômica, onde ficam diversos (e ótimos) restaurantes de Visconde de Mauá.

Alguns dos melhores que fomos foram o Bistrô das Meninas, que tem pães maravilhosos, e o Cogumelo Bistrô, que tem um bobó de cogumelos incrível.

Além disso, por lá e por Maringá do Rio de Janeiro há algumas lojinhas de artesanato bem legais, como a Curumim, e empórios que vendem produtos locais.

Lojas de produtos locais em Maringá do Rio de Janeiro, em Visconde de Mauá
Maringá do Rio (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Onde ficar em Visconde de Mauá

Se você quer dicas de hotéis e pousadas em Visconde de Mauá antes já dou uma informação importante: você irá precisar de carro para circular por todas as vilas e ir até as cachoeiras. Além disso, ele será útil também para sair para jantar caso você esteja longe de Maringá.

O lado bom de ficar hospedado perto de Maringá de Minas Gerais ou de Maringá do Rio de Janeiro é que é lá que estão os principais restaurantes, ou seja, dá para circular por eles à noite a pé.

Cachoeiras em Visconde de Mauá: Banheira de hidromassagem da pousada Casa Bonita
Pousada Casa Bonita (Foto: Esse Mundo é Nosso)

Algumas dicas de hotéis são a Bela Helena (nota 9,8), a Pousada Déllis (nota 9,8), a Recantos dos Pássaros (nota 9,8) e a Portal dos Ventos (nota 9,7). Além disso, outras boas opções são a Pousada dos Amores (nota 9,6), a Colher de Chá (nota 9,6), a Chalé Realli (nota 9,5) e Casa Bonita (nota 9,1).

Perguntas frequentes

Quantas cachoeiras têm em Visconde de Mauá?

Visconde de Mauá tem mais de uma dezena de cachoeiras. Só no Vale do Alcantilado há 9 cachoeiras.

Quais são as principais cachoeiras de Visconde de Mauá?

A Cachoeira do Escorrega, a Santa Clara e as do Alcantilado são algumas das principais cachoeiras de Visconde de Mauá.

Onde fica a cachoeira do Escorrega?

A cachoeira do Escorrega fica a 2km passando pela vila de Maromba.

Tem estacionamento?

Em boa parte das cachoeiras é fácil parar na estrada mesmo. Na Cachoeira do Escorrega há estacionamento pago.

Precisa de carro pra visitar as cachoeiras em Visconde de Mauá?

É recomendável, já que você pode conhecer cada uma no seu tempo. Para quem gosta de trilha, é possível ir caminhando também. Há ainda agências que fazer passeios de Jeep e 4×4.

Ficou com alguma dúvida sobre as cachoeiras em Visconde de Mauá? Deixe nos comentários!

Veja também

Adolfo Nomelini
Jornalista formado pela PUC-SP e pós graduado em Comunicação em Mídias Digitais, é apaixonado por música, coxinha, televisão, seus óculos e internet. Trabalha há mais de 13 anos com conteúdo online e passa boa parte do tempo "jogando o corpo no mundo, andando por todos os cantos e, pela lei natural dos encontros, deixando e recebendo um tanto".
Vai viajar? Reserve aqui com os melhores preços

Quando você reserva com nossos parceiros, encontra os melhores preços e ainda ganha descontos, além de ajudar o nosso trabalho. Nós recebemos uma pequena comissão e você nao paga nada a mais por isso!

Hospedagens
Pelo mundo no Booking.com
Seguro Viagem
Ganhe 20% OFF em seu Seguro Viagem!
Passeios e Ingressos
Reserve experiências inesquecíveis em todo o mundo
Aluguel de Veículos
Sem iof em até 12x sem juros
Chip de Internet
Seu Chip de Internet Global para usar em todas as viagens