Dicas de Kotor, Montenegro: Paisagens de tirar o fôlego

Encravada nas montanhas de baía de mesmo nome, Kotor, em Montenegro, parece daqueles cenários de cartão-postal. A cidade medieval é destino de cruzeiros que passam pela estreita ligação de suas águas com o Mar Adriático.

Do alto das montanhas, nevadas no inverno, tem-se a vista mais espetacular que é símbolo de Kotor, principalmente do Monte Lovćen. Se der sorte, um desses navios ainda ajudará a compor a paisagem, listada como um dos destinos em alta em 2016.

+ 9 motivos pra você visitar Montenegro

Kotor, Montenegro (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Vista da Baía de Kotor (Foto: Esse Mundo É Nosso)

DICAS DE KOTOR

STARI GRAD
A entrada do Centro Histórico (Stari Grad) é feita a partir de Portão do Mar. Depois de cruzá-lo, em poucos segundos você se sentirá numa viagem no tempo, numa vila medieval com ruas de mármore.

Kotor, Montenegro (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Kotor, Montenegro (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Portão do Mar em Kotor (Foto: Esse Mundo É Nosso)

O primeiro ponto a ser visto é a Trg oz Oružja (Praça de Armas). Entre lojinhas e restaurantes, quem se destaca é a bonita Torre do Relógio.

Kotor, Montenegro (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Kotor, Montenegro (Foto: Esse Mundo É Nosso)

O programa aqui é se perder nas ruelas, parar para beber alguma coisa, conferir o comércio local e visitar belas igrejas. Se restar fôlego – tem que sobrar – caminhe no sentido das montanhas pra subir rumo à principal atração: as muralhas.

Kotor, Montenegro (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Kotor, Montenegro (Foto: Esse Mundo É Nosso)

MURALHAS DA CIDADE
É preciso muita disposição e fôlego pra encarar os mais de 1.300 degraus numa subida íngreme até o ponto mais alto das Muralhas da Cidade (entrada €3), construídas entre os séculos 9 e 18. A dura “escalada” de mais de meia hora é compensada pela vista mais espetacular que a Baía de Kotor pode te dar, digna de cartão-postal.

Kotor, Montenegro (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Kotor, Montenegro (Foto: Esse Mundo É Nosso)

Apesar de existirem alguns ambulantes no caminho, vale já trazer água, já que lá no topo na existe nada além de ruínas.

Kotor, Montenegro (Foto: Esse Mundo É Nosso)

COMO CHEGAR A KOTOR
Montenegro tem dois aeroportos internacionais, o da capital Podgorica e o de Tivat. Mas devido à proximidade de Kotor com a fronteira croata e o maior número de voos, é comum os visitantes usarem o aeroporto de Dubrovnik, na Croácia. Dali dá pra cruzar a fronteira de carro alugado e fazer Montenegro num bate-volta.

É possível ainda fazer como fizemos: contratar um tour de um dia que parte cedo de Dubrovnik e visitar Kotor e o famoso balneário de Budva. Foi super legal.

Contratamos o tour na agência mais famosa, a Adriatic Explore. Procure comprar seus passeios online, pois os preços têm descontos. Eles também fazem uma espécie de happy hour com os tours que ainda têm vagas todo final de tarde, mas nesse caso é preciso ir à loja e perguntar se há alguma promoção.

ONDE FICAR
O ponto alto pra quem quer passar a noite em Kotor e se hospedar na Stari Grad, o Centro Histórico. Mas durante o verão espere noites de muito barulho e animação até o começo da madrugada. Consulte hotéis em Kotor no Booking.com.

+ Budva, o badalado balneário de Montenegro
+ Todas as dicas de Montenegro

Eles também foram: Dri Everywhere, Contando As Horas, Viajar Pelo Mundo, Na Mochila da Ninja e Carpe Diem Blog.

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM GOSTE

Rafael Carvalho

Mineiro fã de frango com quiabo e de uma boa cerveja, mora atualmente em São Paulo. É formado em Rádio e TV, pós-graduado em Jornalismo e trabalha há mais de 12 anos com Conteúdo Digital. Já passou por empresas como SBT e Jovem Pan FM. Apaixonado por viagens, fundou o Esse Mundo É Nosso e roda o Brasil e o mundo o ano todo sempre em busca de dicas para serem compartilhadas.

7 Comments

  1. Olá Andreza, se eu puder ajudar com essa informação de tempo, posso lhe dizer que o mês de novembro pra mim foi bem bacana por lá.
    Em Kotor estava um dia muito bonito, céu limpo e azul, frio como em São Paulo em algumas épocas, nada com que se preocupar… …chegou a chover, mas uma chuva bem rápida no qual me deu a oportunidade de poder fotografar um arco-iris na descida da famosa montanha.

    Na Croácia especificamente em Split, em conversa com um taxista (optamos por fazer um tour de taxi) ele nos disse que geralmente é muito calor os dias por lá (eu não gosto nada de sofrer com temperaturas altas), o dia também estava muito bonito, temperatura extremamente agradável não sofri nada.

    Resumindo, o mês de novembro me proporcionou uma ótima viagem tanto em Kotor como em Split.
    Espero ter ajudado de alguma forma.
    Ótima viagem e muita diversão!

  2. Andreza disse:

    Oi, tudo bem?
    Vou visitar a Croácia em maio e ostaria de saber em que mês vc foi pra lá. Pelas fotos q vc postou parece julho/agosto talvez?
    Obrigada desde já.

  3. Rafael Barros disse:

    Simplesmente fantástico! Nota 1000! Meus Parabéns!!!

  4. Katia Rolin disse:

    Maravilhoso post. Realmente é de tirar o fôlego! Parabéns!

  5. Bóia disse:

    Oi, Rafa. Tudo bem? 🙂

    Seu post foi selecionado para o #linkódromo, do Viaje na Viagem.
    Dá uma olhada em http://www.viajenaviagem.com

    Até mais,
    Bóia – Natalie

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *